Lesão muscular: causas e tratamentos

· 6 de maio de 2019
As lesões musculares são muito comuns entre os atletas. Neste artigo, vamos aprofundar sobre quais são suas causas e tratamentos.

Uma lesão muscular geralmente ocorre como resultado da fadiga ou do uso excessivo e inadequado de um músculo. No entanto, na maioria dos casos, pode ser evitada se as causas e os tratamentos forem conhecidos.

Com o objetivo de não interromper seus treinos, vamos falar tudo o que você precisa saber sobre esse assunto. Certamente, um grande número de lesões musculares ocorre devido a um aquecimento realizado de maneira inadequada ou a um esforço excessivo nos treinos.

Quanto ao tempo de recuperação de uma lesão muscular, depende da sua gravidade e do quão afetado estiver o músculo. Felizmente, com o tratamento adequado, a maioria das pessoas se recupera perfeitamente das lesões musculares. Desta forma, podem retomar a atividade física dentro de poucos dias ou semanas.

Em qualquer caso, o que se recomenda sempre é seguir as instruções de um profissional e não voltar a praticar exercícios físicos em alta intensidade até que os músculos tenham se recuperado.

Além disso, se você retornar à atividade cedo demais, você corre o risco de voltar a se machucar e, como resultado, de aumentar a gravidade do problema.

Possíveis causas de uma lesão muscular

1. Aquecimento inadequado

A primeira coisa que você deve saber é que é importante dedicar o tempo necessário para se aquecer a fim de evitar lesões musculares. Não fazê-lo adequadamente antes da atividade implica um maior risco de sofrer lesões ao participar de atividades físicas e esportivas.

2. Novo treino ou nova série de exercícios

Em muitas ocasiões, a lesão muscular pode aparecer quando os atletas iniciam um novo treino ou uma nova série de exercícios com intensidade ou duração maior.

Tenha em mente que, quando isso acontece, os músculos são obrigados a trabalhar mais, o que pode causar dores ou lesões musculares.

Possíveis causas de uma lesão muscular

3. Esforço excessivo e fadiga

O esforço excessivo e a fadiga são duas das causas mais comuns de lesões musculares. Por isso, você sempre deve ouvir seu corpo e não realizar esforços excessivos que possam prejudicá-lo. A melhor maneira de evitar que isso aconteça é estar ciente de suas próprias fraquezas e pontos fortes.

Além disso, treinar com fadiga acumulada implica uma maior probabilidade de se lesionar. Em todos os casos, conhecer seu corpo e ouvi-lo é a melhor maneira de evitar que isso aconteça.

4. Forma física

Por último, o fato de manter um peso corporal saudável é uma das chaves para não sofrer nenhum tipo de lesão muscular. A obesidade pode estressar os músculos, especialmente os das pernas e das costas, além de trazer consigo um contratempo inesperado em forma de lesão.

Qual é o tratamento adequado para uma lesão muscular?

A maioria das lesões musculares pode ser tratada em casa, por isso não é necessário recorrer a um médico. No entanto, tenha sempre em mente que isso será indispensável em determinadas ocasiões.

Para as lesões menos graves, este é o tratamento que você deve realizar:

1. Descansar

A primeira das dicas para conseguir uma recuperação rápida é descansar e evitar utilizar o músculo lesionado durante os dias em que sentir dor.

No entanto, você deve estar ciente de que muito descanso pode fazer com que os músculos se debilitem. Como resultado, o processo de recuperação pode se prolongar. Por este motivo, é aconselhável começar a exercitar o músculo afetado de forma leve, sem exagerar.

2. Aplicar gelo

Para minimizar o inchaço após sofrer uma lesão muscular, aplicar gelo é o primeiro passo a ser seguido. Lembre-se de que você não deve aplicar o gelo diretamente sobre a pele; você deve sempre envolvê-lo com uma toalha e mantê-lo por cerca de 20 minutos na área afetada.

O ideal é repetir este procedimento a cada quatro horas durante os primeiros dias de recuperação, até reduzir o inchaço.

Qual é o tratamento adequado para uma lesão muscular?

3. Comprimir e elevar

Em terceiro e último lugar, se você quer reduzir o inchaço, você pode envolver a área afetada com uma bandagem elástica até que o inchaço diminua.

No entanto, você deve tomar cuidado para não apertar demais, pois pode reduzir a circulação sanguínea e afetar a recuperação. Sempre que possível, mantenha o músculo lesionado elevado.

Como você pode ver, a maioria das lesões musculares pode ser evitada se você seguir algumas dicas básicas. Portanto, o principal é realizar um bom aquecimento e prestar atenção aos sinais do seu corpo. Desta forma, você reduzirá o número de lesões e aumentará sua produtividade esportiva.

  • Durán, M. Á. C. (2008). Lesiones musculares en el mundo del deporte. [Muscular injuries in the world of the sport]. E-Balonmano.Com: Revista de Ciencias Del Deporte4(1), 13–19. https://doi.org/10.5232/ricyde2006.003.04