Por que os dias de descanso são tão importantes?

28 de janeiro de 2019
Há quem considere que só devemos fazer pausas quando o corpo já quase não estiver respondendo e, embora essa seja uma boa razão para descansar, esperar sempre por esse cenário também não é uma boa ideia.

Um erro bastante frequente de muitos atletas, e ainda mais quando se está iniciando uma nova atividade, é exceder o tempo de treinamento e não ter dias de descanso. Treinar, treinar e continuar treinando parece ser a lei da vida.

Mas, ao contrário de serem benéficas, as consequências do treinamento excessivo podem ser prejudiciais. Ao elaborar um plano de treinamento, um detalhe que não pode ser deixado de lado em nenhum momento são os dias de descanso.

Chegar a um cansaço extremo, principalmente no caso das pessoas acostumadas com o esforço físico, é um sinal inequívoco de que o nível de fadiga do organismo está em um ponto crítico. Dessa forma, suspender os exercícios precisamente neste momento pode já ser tarde demais.

As regras básicas de um bom treinamento

Independentemente dos objetivos buscados com a atividade física, existem regras a serem seguidas. Para além do esporte que é praticado regularmente, existem regras básicas de cumprimento obrigatório que vão permitir seguir o planejamento elaborado, reduzindo assim os riscos de lesões.

Uma dessas regras é respeitar as técnicas de cada modalidade. Neste sentido, é essencial seguir as instruções dos treinadores, instrutores ou preparadores ao pé da letra. Se você pratica alguma atividade por conta própria (como a corrida de rua, por exemplo), a assessoria de especialistas nunca será demais.

Aula de spinning

Antes de iniciar cada sessão, fazer exercícios de alongamento e aquecimento é igualmente muito importante. Assim como manter a hidratação adequada antes, durante e após o treino. Seguir estes passos é uma maneira eficiente de evitar contratempos dolorosos em forma de lesões musculares.

Outro aspecto importante são os dias de descanso entre as sessões. Esses momentos é que vão permitir que os músculos e o corpo inteiro se recuperem após o esforço físico. Inclusive, até mesmo a mente precisa relaxar para lidar da maneira ideal com o estresse gerado pelo exercício.

Dias de descanso. Quantos por semana?

Pelo menos um dia de cada semana deve ser reservado para descansar. No entanto, a maioria dos preparadores e treinadores recomenda reservar dois dias por semana.

Por outro lado, para as pessoas que estiverem iniciando alguma atividade física após um longo período de vida sedentária, exercícios três vezes por semana com 45 minutos de atividade aeróbica já são mais do que suficientes.

Descanso passivo e descanso ativo

Existem duas maneiras de encarar os dias de descanso: de forma passiva ou ativa. Assim como o próprio nome indica, a primeira opção consiste em dias em que não se faz nenhuma atividade física para fins de treinamento.

Por outro lado, o descanso ativo se refere a dias em que as atividades aeróbicas não são completamente suspensas. Porém, são feitos apenas exercícios de muito menor intensidade e duração.

Mulher fazendo yoga

As caminhadas ou trotes leves de 20 minutos são duas das opções mais populares entre as pessoas que preferem esta variação de descanso. Ciclismo, natação ou Pilates também entram no cardápio, assim como exercícios de relaxamento, alongamento, banhos e massagens.

As pessoas que apostam no descanso ativo dizem que somente dessa forma as toxinas geradas pelo estresse físico são expelidas do corpo. O mais importante é que durante essas sessões de trabalho o impacto nas partes mais sensíveis do corpo seja significativamente reduzido.

Dormir bem, o descanso mais importante

Não há tempo de recuperação mais importante do que as horas de sono. Este é um fator que é vital não apenas para os atletas, mas para todas as pessoas.

Quem que não respeita esse princípio básico de sono reparador está exposto a riscos de vários tipos. Desde problemas cardiovasculares até a dificuldade de concentração; uma maior probabilidade de sofrer lesões musculares igualmente entra na lista.

O hábito de dormir bem é o modo através do qual o corpo é ‘reiniciado’. Além disso, é durante o sono que hormônios relacionados ao crescimento e à regeneração muscular são secretados.