Como fazer flexões perfeitas e que músculos são trabalhados

· 11 de maio de 2019
Para que servem as flexões? Elas são exercícios muito eficazes para aumentar a nossa massa muscular. Existem muitas variações e formas diferentes de executá-las. Além disso, precauções devem ser tomadas para evitar o risco de lesões.

As flexões são um dos exercícios mais conhecidos e mais utilizados por aqueles que querem fortalecer ou aumentar a massa muscular do tríceps e do peitoral. No entanto, esses exercícios envolvem muitos outros grupos musculares. Veja como fazer flexões perfeitas a seguir.

As flexões são, sem dúvida, um exercício muito eficaz para fortalecer o tronco e os membros superiores. Existem muitas versões deste clássico, que variam dependendo da área que você deseja trabalhar com maior ênfase.

Assim como em muitos outros exercícios, é importante ter a técnica correta ao executá-las para evitar possíveis lesões. A seguir, vamos ver alguns elementos para aprender como fazer as flexões, conhecer a sua técnica e os músculos que a sua execução envolve.

O que são as flexões?

A palavra flexão se refere ao ato de flexionar ou dobrar. No contexto dos exercícios, é o movimento através do qual os braços se dobram e o corpo se aproxima ou se afasta do chão. Para fazer flexões não é necessário nada além do próprio corpo.

O objetivo é levantar o corpo, isto é, todo o peso corporal, usando a força dos braços. Para explicar de uma forma simples, o exercício consiste em ficar de bruços com o peito e a barriga apoiados no chão, os braços flexionados e as palmas das mãos apoiadas no chão, próximas ao peito.

Então o corpo deve ser elevado até que os braços estejam completamente estendidos e, em seguida, devemos descer até tocar o chão novamente, em um movimento controlado.

O que são as flexões

As flexões servem para adquirir força na parte superior do corpo, principalmente no peito e nos braços. Este exercício é feito tanto por homens quanto por mulheres para fortalecer esses grupos musculares.

Como fazer flexões com uma boa técnica

Para que as flexões sejam realmente eficazes e, principalmente, para evitar lesões nas costas, é importante adquirir uma boa técnica antes de fazê-las.

Primeiramente, é necessário se colocar na posição de prancha; o corpo deve estar alinhado, com as palmas das mãos e as pontas dos pés como o único apoio. O abdômen deve estar contraído para proteger a coluna.

Os braços devem estar separados, um pouco além da largura dos ombros, e os pés também devem estar separados, na largura do quadril; eles devem estar completamente estendidos.

A partir dessa posição, que deve estar correta, iniciamos as flexões. Flexionamos os cotovelos em direção ao tronco e descemos até o peito tocar o chão.

Então, subimos novamente até chegarmos outra vez à posição inicial, com os braços estendidos. Esta parte do exercício é a mais difícil porque, ao subir, o peso do corpo todo será sustentado pelos músculos dos braços.

Principais músculos envolvidos nas flexões

Principais músculos envolvidos

As flexões constituem um movimento muito completo, que envolve todos os músculos da parte superior do corpo. O principal músculo trabalhado é o peitoral, que recebe um grande estímulo durante esse movimento; é aquele que, sem dúvida, é mais fortalecido.

Outros músculos que trabalham intensamente durante as flexões são os tríceps e os deltoides anteriores, na região do ombro. No entanto, também há outros que fazem um grande esforço para estabilizar o restante do corpo durante o exercício.

Quando fazemos flexões, também trabalhamos os músculos da área central do corpo, conhecida como ‘core’. Esta área cumpre a função estabilizadora para que possamos manter a postura durante o exercício.

Trabalho de muitos músculos

Nas flexões, todos os grupos de abdominais trabalham silenciosamente. Ou seja, o músculo reto abdominal, os oblíquos externos, os oblíquos internos e o músculo transverso do abdômen. Este último ajuda a coluna a permanecer em uma posição estável e neutra durante o movimento.

Trabalho de muitos músculos

O músculo glúteo máximo é responsável por manter os quadris elevados e impedi-los de ir para a frente. O músculo eretor da espinha, que é o músculo das costas que está preso à coluna, também trabalha na manutenção da postura.

No entanto, é importante que a força para levantar o peso do corpo venha principalmente dos músculos peitorais, bem como dos braços e dos ombros. O resultado é semelhante ao obtido com as técnicas de CrossFit.

Os outros grupos musculares são coadjuvantes, mas garantem uma boa postura. Eles trabalham, mas com outro nível de intensidade. Se a força vier, por exemplo, do músculo das costas, lesões graves podem ocorrer.

Universidad de Sevilla. 2006. Músculos del miembro superior. Extraído de: http://personal.us.es/ambrosiani/Musculos_MMSS.pdf