Quais são os níveis adequados de gordura corporal?

19 de agosto de 2019
Se você quer que os seus músculos fiquem mais definidos, você deve prestar atenção ao seu percentual de gordura corporal. Quais são as taxas adequadas e saudáveis?

Se quisermos ter um corpo modelado e definido, os níveis de gordura corporal se tornam muito importantes para alcançar esse resultado. Mas quais são os percentuais adequados para homens e mulheres?

Em muitas modalidades esportivas, reduzir o nível de gordura corporal é um dos objetivos da preparação dos principais atletas. Isso ocorre porque essa redução geralmente produz, na maioria dos casos, uma melhoria no desempenho.

No entanto, isso também pode ser uma meta para uma pessoa que não tenha objetivos competitivos. Com as tendências fitness que prevalecem atualmente, todos querem melhorar a sua aparência e definir melhor os músculos reduzindo essa porcentagem de gordura corporal. Como isso pode ser feito e até que ponto isso é saudável?

Níveis de gordura corporal para ter músculos definidos

Primeiramente, é interessante destacar que os níveis de gordura corporal têm a ver com o índice de massa corporal – IMC – mas não são totalmente determinados por ele. O IMC é a relação entre a altura e o peso de uma pessoa.

No entanto, dois indivíduos podem estar no mesmo nível em relação a esse índice, mas, ainda assim, ter uma composição corporal muito diferente. Em outras palavras, o que uma pessoa tem de músculos, a outra pode ter de gordura.

Tendo feito esse importante esclarecimento, podemos falar sobre as porcentagens ideais de gordura que um atleta deve ter no corpo. Em linhas gerais, esse percentual fica entre 12% e 19%. No entanto, existem certas diferenças entre homens e mulheres que vamos detalhar mais adiante.

Quais são os níveis adequados de gordura corporal

Como isso é medido?

O procedimento usado para chegar a esses dados é a bioimpedância elétrica. Basicamente, ela consiste na transmissão de impulsos elétricos indetectáveis ​​através do corpo de um indivíduo, a fim de localizar a massa corporal livre de gordura.

Qual é o seu fundamento? Esse método funciona porque os fluidos presentes nos ossos, músculos e vasos sanguíneos transportam a eletricidade melhor do que os lipídios. Assim, em uma pessoa com mais massa gorda do que outra, a eletricidade levará um pouco mais de tempo para passar de um eletrodo para o outro.

Portanto, com essa medida simples que pode ser calculada a partir de uma balança ou outros dispositivos específicos, um profissional pode obter informações detalhadas sobre a composição do corpo de um paciente.

No entanto, existem calibradores analógicos que geralmente são muito mais confiáveis ​​do que certos dispositivos eletrônicos.

Níveis de gordura corporal ideais para homens

Se estivermos buscando o ideal, a gordura corporal de um homem saudável deve ficar entre 12% e 14%. De qualquer forma, se ela estiver entre 15% e 19%, isso ainda é considerado dentro da média saudável.

Caso exista uma porcentagem maior, desde que ela seja inferior a 40%, também não se trata de um problema sério. Embora haja um pouco de gordura extra, isso não afeta o bem-estar da pessoa de forma sensível, embora ela fique exposta a certas doenças.

No entanto, se houver mais de 40% de gordura corporal, os riscos para a saúde aumentam e ações devem ser tomadas.

No outro extremo, o das pessoas mais treinadas e saudáveis, os níveis de gordura corporal de 6% a 12% correspondem a uma pessoa em forma e com músculos definidos.

De 2% a 5%, entretanto, corresponde ao limite necessário para cumprir com as funções fisiológicas. Ou seja, esse índice define a fronteira entre o que é considerado saudável e o que não é.

Os níveis de gordura corporal variam nas mulheres

Nas mulheres, essa equação varia bastante. Isso ocorre porque a sua composição corporal é diferente e, devido às funções fisiológicas – especialmente durante a maternidade – os seus níveis de gordura corporal são maiores.

Além disso, a produção hormonal, principalmente de estrogênio, contribui para o armazenamento de gordura.

Os níveis de gordura corporal variam nas mulheres

Os níveis normais variam de 20% a 25%. Um percentual de gordura corporal que fique entre 17% e 19% corresponde a uma mulher em boa forma.

Enquanto isso, as que alcançam uma maior definição muscular são as mulheres que possuem entre 14% e 17% de gordura corporal. O limite é de 10%, embora isso possa alterar processos fisiológicos, como o ciclo menstrual, por exemplo.

Em relação aos números máximos, eles estão localizados em 26% para o sobrepeso moderado e 45% para a obesidade. Como já sabemos, essa condição acarreta riscos significativos para a saúde.

Em conclusão, podemos dizer que a chave é o equilíbrio. Não há problema em tentar reduzir a gordura corporal para se sentir melhor e progredir nos esportes, mas isso não deve ser uma obsessão. Acima de tudo, o mais importante é cumprir com os requisitos próprios de cada organismo e levar um estilo de vida saudável. 

  • J.R.. Alvero-Cruza, L.. Correas Gómezb, M.. Ronconia, R.. Fernández Vázqueza, J.. Porta i Manzañidoc. La bioimpedancia eléctrica como método de estimación de la composición corporal, normas prácticas de utilización. https://www.elsevier.es/es-revista-revista-andaluza-medicina-del-deporte-284-articulo-la-bioimpedancia-electrica-como-metodo-X1888754611937896
  • Melorose, J., Perroy, R., & Careas, S. (2015). ïndice de masa corporal. Statewide Agricultural Land Use Baseline 2015, 1, 4–5. https://doi.org/10.1017/CBO9781107415324.004
  • Casanueva, E., & Flores-Quijano, M. E. (2008). Nutriologia Medica. In Nutriología Médica (p. 824).