Aperfeiçoe corpo e mente com o boxe tailandês

16 de março de 2020
Se você ainda não pratica artes marciais ou esportes de contato, talvez você se anime se conhecer todos seus benefícios. Hoje vamos falar sobre o boxe tailandês ou Muay Thai, uma arte milenar.

A origem do boxe tailandês está na tribo Ao-Lai, na Índia. Essa tribo foi forçada a migrar para o sul da China, mas, infelizmente, a área era um lugar cheio de conflitos bélicos e cada civilização pertencente lutava incansavelmente para sobreviver como grupo étnico.

Tais guerras chegaram a durar mil anos, o que forçou a tribo a criar um sistema de combate, que perdurara até os dias atuais e que já conta com milhões de seguidores. Chamada de muay thai ou boxe tailandês, grandes lendas foram criadas em torno dessa arte marcial.

Benefícios físicos do boxe tailandês

A prática de uma atividade física ou de um esporte envolve muitos aspectos positivos para a saúde. Se adicionarmos a essas melhorias um esporte com critérios exigentes de força e resistência, assim como para o sistema pulmonar e circulatório, levaremos o nosso corpo ao limite.

Esta é uma modalidade que normalmente é praticada durante três horas por semana, pelo para o indivíduo médio que quer praticar.

Geralmente há um aquecimento para ativar o corpo, cerca de 40 minutos de prática extenuante, que inclui aspectos técnicos e teóricos e a prática de golpes em escudos ou sacos. Finalmente, alguns minutos finais são dedicados ao retorno à calma.

Vamos ver, ponto a ponto, quais melhorias pode ser conseguidas por meio da prática dessa arte marcial tão amada pelos seus seguidores. Sem dúvida, tudo o que será detalhado aqui pode ser adaptado ao nível de cada atleta:

Emagrecimento

A própria tensão gerada pelo combate em relação a um rival direto leva a uma tremenda queima de calorias. É por isso que, ao contrário de um levantador de peso olímpico, os ‘guerreiros tailandeses’ geralmente têm um corpo com pouca gordura e cheio de fibras musculares de contração rápida.

Aperfeiçoe corpo e mente com o boxe tailandês

Aumento do tônus ​​muscular

Para fazer com que os impactos gerem mais força, o trabalho nessa prática fará com que os seus músculos evoluam. Geralmente, o resultado é um melhor tônus ​​muscular, além de uma maior resistência para as atividades cotidianas.

Melhora cardiovascular e pulmonar

Durante a sessão de treinamento de boxe tailandês, as pulsações aumentam. Esse aspecto melhorará à medida que você ficar mais experiente na arte em questão, proporcionando uma qualidade de vida ideal para o seu coração.

Além disso, os diversos assaltos – geralmente com dois a três minutos de demanda máxima – forçam os brônquios e alvéolos a se adaptarem a essas exigências. Esse aspecto fará com que o sistema respiratório funcione ao máximo.

Benefícios mentais do boxe tailandês

Quando pensamos em uma atividade física, imaginamos o físico que conseguiremos através dela. Muitas vezes, esquecemos os recursos oferecidos em relação à saúde mental. O boxe tailandês possui um alto componente filosófico e sociológico.

Sem dúvida, enfatizamos que é necessário praticar artes marciais com muito bom senso, com a supervisão de instrutores com conhecimento prático e teórico na área, além de princípios éticos e morais.

Da mesma forma, devemos saber que os impactos excessivos na cabeça podem levar a problemas de saúde irreparáveis. Para evitar esses problemas, pratique esportes com diretrizes de controle e adapte-os ao seu nível.

Valores cívicos

O respeito pelo rival, que nada mais é do que um amigo praticante, transforma-se em apreço pela sociedade, pelos seres vivos e objetos materiais, pela natureza ou pelo ambiente familiar.

Os conhecedores das artes marciais sabem como elas são perigosas e como elas devem ser respeitadas. Por isso, destacam-se a paz e a cooperação entre as pessoas. Lutar é uma arte, não uma maneira de resolver conflitos.

Concentração

O foco em qualquer aspecto da vida cotidiana, seja no trabalho ou no lazer, implica compreensão e fixação nesse aspecto. Ao praticar o muay thai, é necessário prestar atenção aos movimentos do rival, de tal forma que as nossas transmissões neurais ficarão muito mais precisas e aperfeiçoadas.

Aumento dos reflexos

A exposição constante a movimentos inesperados nos levará a responder a qualquer circunstância com mais agilidade. Isso pode nos ajudar a evitar acidentes enquanto estivermos dirigindo ou até mesmo em casa, como em relação às quedas, por exemplo.

Aperfeiçoe corpo e mente com o boxe tailandês

Melhora do humor

Ao promover uma grande liberação de endorfinas, juntamente com uma boa nutrição e horas de descanso, o cérebro será beneficiado. Dessa forma, você realizará qualquer outra atividade com entusiasmo e felicidade e notará um humor melhor na vida cotidiana.

Torne-se sua melhor versão com o boxe tailandês

É altamente recomendável colocar-se nas mãos de um profissional qualificado que transmita o significado do boxe tailandês com perfeição.

Não se trata apenas de acertar um objeto de treinamento ou outro atleta. Ele implica muito mais do que isso, porque pouco a pouco vamos adquirir um poder que gera uma grande responsabilidade.

Não tenha medo, dê o primeiro passo. A luta corpo a corpo como esporte tem uma transferência positiva de valores para a vida em si. Com isso, você enfrentará os eventos infelizes como um guerreiro ou guerreira do século XXI. Experimente praticar o boxe tailandês!

  • Carter, K. 9 Totally Awesome Muay Thai Benefits. Livestrong. Revisado en septiembre de 2018.
  •  Van Schuyver, Mark (enero de 2002). «Krabi krabong: this ancient art of Thailand is mother of muay thai» [Krabi krabong: esta antigua arte tailandesa es la madre del muay thai]. Black belt(en inglés) 40 (1): 80-84. ISSN 0277-3066. Consultado el 15 de noviembre de 2016.
  • http://www.muaythai.it/imba-lert-rit/?lang=es#guide
  • Colegio Americano de Medicina Deportiva (ACSM). 2000. Principios generales de ejercicio de prescripción. En las pautas de ACSM para las pruebas de ejercicio y prescripción. 6ª ed. Lippincott Williams & Wilkins, Philidelphia, Penn. pp. 152-153.
  • Moñita, Pedro. 2000. El arte de los puños: manual técnico didáctico.