Michael Phelps, o homem recorde

15 de abril de 2020
Michael Phelps é um nadador que superou todos os recordes olímpicos e, embora ele tenha se aposentado das competições, será muito difícil alguém se igualar a ele. Conheça a sua impressionante trajetória esportiva!

O “tubarão de Baltimore” é o atleta de maior sucesso na história dos Jogos Olímpicos modernos. Na sua modalidade, ele conseguiu nada menos do que 28 medalhas, 23 delas de ouro. No seguinte artigo, vamos falar mais sobre Michael Phelps, o homem recorde.

Os primeiros “passos” de Michael Phelps

A primeira vez que o mundo soube de um nadador norte-americano chamado Michael Phelps foi nos Jogos Olímpicos de Sidney em 2000. Naquele momento, ele se destacou por ser o mais jovem atleta da história.

Com apenas 15 anos, ele participou de um dos esportes mais importantes da competição. No entanto, não levou nenhuma medalha.

Contudo, longe de se preocupar com isso, Phelps competiu no Campeonato Mundial de Fukuoka (Japão) e conseguiu um recorde mundial nos 200 metros borboleta. Além disso, nos campeonatos nacionais de 2002 na Flórida, ele continuou superando marcas nos 400 metros, 100 metros borboleta e 200 metros.

Posteriormente, ele conseguiu medalhas de ouro em Yokohama (Japão) 2002 e Barcelona (Espanha) 2004 nos 200 e 400 metros medley, 200 metros borboleta e 4 X 100 medley.

O começo da era Phelps nos Jogos

Embora ele já houvesse participado dos Jogos em Sidney, foi a edição de Atenas 2004 que o levou ao estrelato. Michael Phelps competiu em oito provas e levou… 6 medalhas de ouro e 2 de bronze!

Isso quer dizer que ele esteve no pódio em todas as competições das quais participou. Não apenas isso, mas também conseguiu outro recorde mundial nos 400 metros medley.

Nessa participação, Michael Phelps ainda era um adolescente, mas já demonstrava que havia chegado para ocupar um posto muito importante na história olímpica. Ele se tornou o segundo nadador a ganhar mais de duas competições individuais (e, assim, se igualou a Mark Spitz, com quatro)

Michael Phelps, o homem recorde

Os sucessos continuaram um ano depois no Campeonato Mundial de Montreal, mas na terceira apresentação olímpica da sua carreira, em Pequim 2008, Michael Phelps voltou a fazer história. Dessa vez, ele levou 8 medalhas de ouro (5 individuais e 3 medley).

Um fato realmente interessante é que, além disso, em todas essas competições ele superou recordes mundiais (e um olímpico nos 100 metros borboleta). Igualmente, ele pôde superar também aquele que até o momento era o “homem ouro”, Mark Spitz, ex-nadador norte-americano.

Nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, Michael Phelps também foi um dos atletas mais importantes, ainda que as suas atuações individuais não tenham sido tão satisfatórias. Apesar disso, ele voltou para casa com 6 medalhas, 4 de ouro e 2 de prata.

A glória total

Embora o tubarão de Baltimore tivesse oficializado a sua aposentadoria após Londres, ele voltou a competir no Rio de Janeiro em 2016.

E foi seu desempenho foi ótimo, já que conseguiu cinco medalhas de ouro e uma de prata, o que permitiu que ele se tornasse o homem recorde das Olimpíadas com 23 medalhas de ouro.

Aliás, ele levou duas medalhas de ouro em um intervalo de meia hora! Competiu nos 200 metros borboleta individual e, em seguida, no 4 X 200 medley. Literalmente, um recorde atrás do outro.

Michael Phelps acumulou ao longo da sua carreira recordes demais para serem esquecidos. Assim, além de ser o maior medalhista de ouro, ele também é o esportista com mais medalhas em eventos individuais (13) e em eventos masculinos (15).

Michael Phelps, o homem recorde

Michael Phelps após a aposentadoria

Após participar de quatro Jogos Olímpicos entre 2004 e 2016, Michael Phelps se aposentou do esporte, com apenas 31 anos de idade. Além disso, o norte-americano conta com uma fundação que tem como foco o desenvolvimento da natação e promove um estilo de vida saudável.

Além dos seus sucessos no mundo esportivo, vale a pena destacar que Phelps sofre da síndrome de Marfan, uma patologia que impacta no crescimento e que, no seu caso, fez com que ele tivesse braços mais compridos que o normal.

Esse homem, que, de acordo com o que ele contou na sua biografia, tinha medo da água, mas decidiu nadar para se afastar dos problemas familiares, se tornou um ícone para a história do esporte.

Dessa forma, desde uma idade precoce, os seus professores e treinadores souberam que ele iria ser um grande profissional, além das 28 medalhas olímpias que ele ganhou e das dezenas de recordes que ele quebrou.

  • People, I. Y., & Janeiro, I. N. R. I. O. D. E. (2003). Michael Phelps. Swimming World & Junior Swimmer.