Os recordes no esporte: eles são surpreendentes!

16 de setembro de 2019
Somos apaixonados pelos recordes no esporte, pelas conquistas que ainda não foram batidas, pelos atletas que deixaram a sua marca na mente e no coração dos espectadores... Por todas essas metas inigualáveis!

Os recordes no esporte chamam a atenção de todos porque eles nos mostram que as habilidades humanas são constantemente superadas. Apesar disso, muitas dessas marcas se mantêm há anos. Vamos te contar quais são elas no artigo a seguir.

Recordes no esporte que vão te surpreender

Não podemos dizer que existam recordes no esporte que nunca serão superados, porque geralmente encontramos atletas muito mais preparados do que os seus antecessores. No entanto, no momento, essas são as marcas que ainda estão em vigor. Surpreenda-se ao revê-las!

1. O nadador mais rápido nos 200 metros medley

Se há uma ‘prova tabu’ na natação, esta é a dos 200 metros medley. Isso ocorre porque, por um lado, os nadadores devem mudar de estilo a cada chegada ao outro lado da piscina – borboleta, costas, peito e livre – e, por outro, porque houve uma longa história de doping nos últimos anos.

Aparentemente, essas ‘maldições’ da prova foram quebradas graças à húngara Katinka Hosszu – imagem da capa – que, aos 26 anos, quebrou o recorde no Campeonato Mundial de Natação de Kazan em 2015.

A nadadora alcançou o tempo de 02:06 12”, três centésimos de segundo a menos do que a americana Ariana Kukors, que detinha o recorde desde 2009.

2. As maiores pontuações no basquete

A história da NBA é realmente emocionante, principalmente se estivermos falando de recordes no esporte. Foi no ano de 1962 que o jovem Wilt Chamberlain marcou nada mais nada menos do que 100 pontos em um único jogo.

Sua equipe, o Philadelphia Warriors, venceu o New York Knicks por 169 a 147, certamente graças ao desempenho de the big dipper.

Os jogadores de basquete que estiveram mais próximos da marca de Chamberlain foram Kobe Bryant (81 pontos nos Los Angeles Lakers) e David Thompson (73 pontos no Denver Nuggets).

recordes no esporte

3. A ginasta perfeita

Nadia Comaneci entrou para a história do esporte olímpico ao se tornar a primeira e – até agora – única ginasta a receber uma nota 10 na sua apresentação. Nem mesmo o placar estava preparado para essa pontuação, e os juízes tiveram que colocar um 1,00 (a nota mais alta até então tinha sido 9,95).

A ginasta perfeita – que tinha apenas 14 anos na época do recorde – conquistou nove medalhas olímpicas, cinco delas de ouro, e ao lado da russa Svetlana Khorkina é tricampeã do campeonato europeu.

A ginasta perfeita

4. O salto mais longo do mundo

Temos que viajar até os anos 90, mais precisamente até 1991, para falar de um dos mais fabulosos recordes no esporte. O Campeonato Mundial de Atletismo estava sendo disputado em Tóquio quando Carl Lewis – mais conhecido como ‘o filho do vento’ – quebrou a marca do salto em distância duas vezes.

Lewis deu um salto de 8,93 metros e deixou para trás os 8,91 metros de Bob Beamon, alcançados em 1968. No entanto, não é ele quem detém o recorde, mas sim um atleta até então desconhecido: Mike Powell, que conseguiu uma marca de 8,95 metros, ainda não superada.

5. Os pugilistas invictos

Rocky Marciano é um dos melhores lutadores de boxe da história, disso não há dúvida, mas é também alguém que manteve um recorde não compartilhado durante muito tempo: nada mais nada menos do que 49 vitórias em 49 lutas. Sim, campeão invicto! Além disso, 43 delas foram por nocaute.

Demorou quase 60 anos para outro lutador igualar o seu recorde: em 2015, Floyd Mayweather Jr. anunciou a sua aposentadoria depois de vencer 49 lutas – 26 por nocaute e 23 por pontos. Dois anos depois, Money voltou ao ringue e venceu Conor McGregor, alcançando assim 50 lutas e uma nova marca.

Os pugilistas invictos

Imagem: CNN en Español.

6. O maior artilheiro em uma copa do mundo de futebol

Outro recorde no esporte que não podemos deixar de fora é o ostentado por Just Fontaine, nascido no Marrocos, mas de nacionalidade francesa. Qual é o seu recorde? O de ser o maior artilheiro de uma Copa do Mundo!

Fontaine conseguiu converter 13 gols na Suécia, em 58. De acordo com especialistas, aquela foi uma das melhores copas da história. Juntamente com o excelente jogador Raymond Kopa, levou a França ao terceiro lugar no torneio.

Fontaine marcou três gols contra o Paraguai, dois contra a Iugoslávia, um contra a Escócia, dois contra a Irlanda do Norte, um contra o Brasil e quatro contra a Alemanha Ocidental. Uma máquina!

 

  • Feltz, D. L. (1988). Self-Confidence and Sports Performance. Exercise and Sport Sciences Reviews. https://doi.org/10.1249/00003677-198800160-00016
  • Ingeborg Zenner de Polanía. Récords olímpicos: humanos vs. insectos. Rev. U.D.C.A Act. & Div. Cient. 15 (Supl. Olimpismo): 37 – 45, 2012. http://www.scielo.org.co/pdf/rudca/v15s1/v15s1a06.pdf