Dicas de uma campeã olímpica para aprender a nadar

26 de julho de 2019
Sabemos que fazer exercícios diariamente traz grandes benefícios para a saúde. Há esportes, como a natação por exemplo, que além de trabalharem o nosso corpo também nos ajudam a gerenciar melhor as nossas emoções e a ter mais confiança nas nossas habilidades.

Geralmente costumamos ouvir como é importante aprender a nadar em algum momento de nossas vidas, sobretudo se não tivermos aprendido desde crianças. No entanto, independentemente da idade em que decidirmos começar, o importante é ter em mente que a natação, além de ser um esporte muito completo, é um recurso valioso.

Em situações de perigo, saber nadar pode ser muito útil desde que sejamos conscientes e saibamos administrar o estresse. Por isso, não basta aprender a nadar de uma maneira bonita, saber boiar ou prender a respiração durante vários segundos consecutivos. É preciso usar todos os detalhes em benefício próprio em cada circunstância.

A natação como ferramenta

Quando uma criança de 4 a 6 anos começa a aprender a nadar, é essencial que os pais a ajudem a ver a natação como uma ferramenta, e não apenas como uma atividade recreativa.

Para isso, eles devem ensiná-la a prestar atenção ao ambiente aquático: quais áreas devem ser evitadas e o porquê, bem como quais são as mais adequadas.

Eles também devem ajudar a criança a se concentrar na respiração e a executar os movimentos corretamente ao nadar (principalmente para evitar sustos), além de ensinar quando ela deve pedir ajuda.

A natação como ferramenta

Porém, assim como é importante que uma criança tenha consciência desses aspectos, o mesmo também se aplica a um adulto. Embora possa não parecer, prestar atenção à forma como nos comportamos na água é crucial em qualquer idade.

Em outras palavras, concentrar-se em manter uma boa técnica de respiração, bem como uma boa qualidade dos movimentos é imprescindível. É o que determina, em grande medida, a possibilidade de ganhar confiança e se adaptar ao ambiente sem problemas.

Vale a pena destacar que o processo de aprendizagem não deve ser acelerado, pois isso nos impediria de desenvolver confiança suficiente para nos desenvolvermos corretamente na água. Por isso, os especialistas e campeões olímpicos enfatizam valores como a paciência e a perseverança no treino.

Aprender a nadar com uma campeã olímpica

Além de ser uma ferramenta valiosa quando estamos em um ambiente aquático, a natação é uma atividade com múltiplos benefícios para a saúde.

A natação é um esporte muito completo que permite trabalhar a musculatura, o sistema cardiovascular e respiratório, liberar endorfinas, esvaziar a mente e muito mais.

O mais interessante é que ela nos permite trabalhar as nossas habilidades e, ao mesmo tempo, a confiança que temos nelas. Assim, ela é um excelente instrumento para melhorar a nossa autoestima e para nos fortalecermos emocionalmente.

Para concluir com sucesso as fases de aprendizado, precisamos contar com o apoio de um especialista em natação. Felizmente hoje em dia não precisamos recorrer apenas ao profissional que está na piscina da escola de natação local, uma vez que também podemos recorrer à voz da experiência dos campeões olímpicos online.

A voz da experiência de Mireia Belmonte

Desvantagens da natação

A Unycos é uma plataforma de aprendizagem que oferece aos usuários a oportunidade de aprender a nadar com Mireia Belmonte, nadadora espanhola e campeã olímpica, tanto a nível europeu quanto global.

Durante o curso, Mireia revela os segredos do treino no dia a dia: desde conselhos nutricionais, tipos de treinamento, medidas de prevenção de lesões e até métodos para melhorar o desempenho.

Mesmo que não visitemos espaços aquáticos frequentemente, a natação é um esporte que devemos conhecer e praticar, pelo menos ocasionalmente, para usufruir de todos os benefícios que ela é capaz de proporcionar.

Por exemplo, as técnicas de respiração que aprendemos na água podem nos ajudar a melhorar a nossa capacidade pulmonar significativamente. Isso é algo que podemos aproveitar em outras atividades físicas e até mesmo em uma sessão de meditação.

Então não hesite mais e se anime a aprender a nadar com Mireia Belmonte, a voz da experiência da natação.

  • Bonet, J., Parrado, E., Capdevila, L., EFECTOS AGUDOS DEL EJERCICIO FÍSICO SOBRE EL ESTADO DE ÁNIMO Y LA HRV. Revista Internacional de Medicina y Ciencias de la Actividad Física y del Deporte / International Journal of Medicine and Science of Physical Activity and Sport [en linea] 2017, 17 (Marzo-Sin mes) : [Fecha de consulta: 13 de junio de 2019] Disponible en: ISSN 1577-0354