Seis trilhas de bicicleta pela Espanha

8 de abril de 2019
Sem dúvidas a riqueza das paisagens naturais da Espanha desperta o desejo de se aventurar para aproveitar o ar livre; algumas das trilhas que podemos fazer de bicicleta são simplesmente de tirar o fôlego, e se tivermos boa companhia, a experiência promete ser ainda mais divertida

O turismo é um dos prazeres da vida. Viajar por novos caminhos e desfrutar de belas paisagens é uma experiência gratificante. Quando, além disso, você também colabora com o meio ambiente, há uma satisfação adicional. Por que não pedalar ao invés de usar o carro? Você já pensou em se aventurar em trilhas de bicicleta?

Com certeza o cicloturismo tem muitos adeptos na península ibérica. Isso porque a Espanha tem muitas trilhas projetadas para isso e as distâncias entre um ponto e outro são ideais. Viajar de carro para a área rural e depois descobrir que o percurso pode ser feito de bicicleta pode ser frustrante.

A intensidade da viagem dependerá da resistência e experiência de cada atleta. Áreas planas, altas, arborizadas, montanhosas e urbanas fazem parte da oferta espanhola. É importante que a escolha da rota seja adaptada à condição física de cada pessoa.

Temos sempre que usar roupas arejadas e confortáveis, ​​calçados adequados, acessórios de proteção solar e os acessórios necessários para a segurança. De modo que, coordenando tudo isso, resta apenas pegar o mapa e aproveitar o passeio.

O cicloturismo tem muitos adeptos na península ibérica

Opções de trilhas de bicicleta na Espanha

Sem dúvidas a trilha mais popular e famosa na Espanha é a conhecida como “Caminho de Santiago. Com um forte peso espiritual e cultural, esta viagem foi realizada a pé durante vários séculos.

Mas fazer isso de bicicleta é muito mais estimulante. Vale lembrar que o início da trilha varia, o percurso mais longo começa no porto de Roncesvalles e termina em Santiago de Compostela.

Além disso, o trajeto tradicional do Caminho de Santiago inclui igrejas, monumentos, catedrais, hotéis e pontes. No entanto, andar em um veículo de duas rodas permite descobrir vistas idílicas e majestosas.

Entretanto, muitos trechos envolvem uma demanda exigente, com subidas e descidas muito íngremes que precisam de fôlego. Nesse caso, a melhor maneira de superar as dificuldades é fazendo paradas e garantindo uma boa hidratação. Enquanto você admira a paisagem e a arquitetura, parar para fotografar não é uma má ideia.

Riqueza cultural a cada passo

Outro destino que você não deve esquecer ao planejar trilhas de bicicleta na Espanha é o “Camino del Cid. Como o de Santiago, a caminhada é cheia de história e cultura. Andar é mergulhar nos lugares descritos no “Cantar de mío Cid“. Ou seja, vamos seguir os passos das aventuras literárias do Cid Campeador.

Além disso, as trilhas são catalogadas por assunto. O trecho Burgos-Soria-Guadalajara fala sobre “O desterro”, e Guadalajara-Zaragoza-Soria descobre as “Terras da fronteira”. No total, existem cerca de dois mil quilômetros de estrada e outros 1.400 de trilhas incríveis.

Por outro lado, um trajeto similar é a Trilha do Dom Quixote, que também é baseada na literatura. Em 2.500 quilômetros, o ciclo turístico oferece a oportunidade de conhecer 148 municípios de Castilla-La Mancha.

Somado a isso, temos parques e reservas naturais, com infraestruturas históricas, rios e plataformas de antigas ferrovias. Um lugar para sonhar!

Natureza em todo seu esplendor

Sem dúvidas, estar em contato com o meio ambiente talvez seja a principal atração para quem quer pedalar e fazer turismo. Na Espanha, as alternativas de trilhas de bicicleta são muitas. Nesse sentido, uma delas é a rota que vai de Teruel a Valência, e que foi batizada como a Via Verde de Ojos Negros.

O trajeto é feito por uma ferrovia desativada, e podemos passar por pontes, túneis, serras e reservatórios. Por isso a paisagem é fascinante e há povoados pitorescos servem para descansar e comer os produtos que são cultivados nessas terras.

A beleza das plantações valencianas, emolduradas pelo imponente Mediterrâneo, é encantadora para qualquer um.

Aliás, não menos encantadora é a “La Vía Verde del Aceite”. Isso porque o aroma dos olivais que perfumam todo caminho é um deleite para o olfato. O trajeto começa em Jaén e termina em Alcaudete. Para completar, é necessário atravessar 11 pontes, algo realmente deslumbrante para os espíritos aventureiros.

Trilha de bicicleta na espanha

Ecossistema e ar puro

Na zona norte de A Coruña, existe um destino que os amantes da natureza irão valorizar. Ele vai de Ferrolterra a Rías Altas. São terras protegidas que estão em estado selvagem, abrigadas pelo mar. No total, 21 municípios e cidades costeiras compõem o destino; a cidade de Ferrol pode servir como uma estadia urbana.

Além disso “A costa da Morte, também em A Coruña, oferece panoramas incríveis para o ciclista. Assim, pedalar por suas trilhas é se render à beleza das falésias, bancos de areia e os melhores pores do sol. Muxía, a trilha dos Dolmens e o Cabo de Finisterre são lugares na costa galega que valem a pena conhecer.

Por último temos o Parque Natural de Montseny, que oferece um pouco de ar fresco. Vale lembrar que, ao contrário de outros parques naturais, ele se distingue por seus ecossistemas diferentes.