Veja algumas dicas para fazer trilhas

· 22 de agosto de 2018
A seguir, iremos dar alguns conselhos que você deve considerar ao praticar a trilha, principalmente o que evitar para ter uma experiência tranquila.

A trilha é, no momento, uma atividade esportiva que conta com muitos seguidores. Esse exercício consiste em caminhar por rotas que se encontram identificadas em ambientes de natureza. Continue lendo e veja dicas para fazer trilhas!

Os caminhos ou as rotas que precisam ser seguidas são geralmente sinalizadas. Muitas vezes, há cores diferentes que indicam o grau de dificuldade de cada caminho. Além de ter a questão benéfica do contato que a natureza, fazer trilhas geralmente também nos permite ver paisagens muito bonitas.

Esse esporte pode ser praticado por todas as pessoas. Isso porque há rotas para todos os tipos de níveis: experientes, principiantes e intermediários. Os caminhos variam de acordo com a dificuldade. Além de ser uma atividade recreativa, fazer trilha é muito benéfico para a saúde do corpo e da mente pois é um exercício feito diretamente na natureza!

Dicas para fazer trilhas: o que evitar

Como em toda a atividade, há determinados pontos com os quais devemos ter atenção ou erros que devem ser evitados. Principalmente quando estamos começando em determinada atividade, é importante ler bastante e procurar saber as dicas das pessoas mais experientes. Por isso, aqui estão dicas para fazer trilhas.

Esses riscos ou erros podem ser encontrados em atividades que envolvam caminhar em trilhas no geral. Isso porque fazer uma trilha não é o mesmo que andar pela cidade ou por um povoado, nem a mesma coisa que andar na montanha. Os erros mais comuns e que devem ser evitados são os seguintes:

Fazer trilha sozinho

Embora fazer determinadas atividades esportivas individualmente seja sinônimo de satisfações múltiplas, no caso da trilha é muito importante não fazer sozinho. É recomendado ir acompanhado por alguém, ou ir em um grupo. Dessa maneira, se algum inconveniente surgir existem pessoas que poderão te ajudar e apoiar.

Menina no topo de uma montanha

Acreditar que não existe nenhum risco

Embora tenham caminhos de dificuldade fácil, é muito importante ficar atento e não pensar que não vai acontecer nada. Na trilha não existe o risco zero. Por isso, é necessário prestar muita atenção e seguir às indicações. Caso você se sinta inseguro, a melhor opção será retornar ao ponto de início.

Andar rapidamente para terminar o caminho no menor tempo possível

Essa é uma das dicas para fazer trilhas mais importantes, porque esse é um erro comum nesse tipo de atividade. Praticar trilha não é sinônimo de uma corrida. Consequentemente, recomenda-se levar o tempo necessário para apreciar a excursão, as paisagens e a natureza. É necessário manter um ritmo relaxado e constante, porque isso fará com que a trilha seja mais prazerosa.

A dificuldade da atividade será diferente para cada pessoa. Dependerá do seu estado físico, do tipo de terreno, da duração, da experiência do trilheiro e de outros parâmetros.

Praticar a trilha sem nenhum tipo de equipamento técnico

É recomendável contar com o equipamento técnico necessário para fazer uma trilha. Estamos falando de roupa de montanha, bons calçados e o material esportivo necessário. É interessante considerar este aspecto já que alguns acidentes ocorrem pela falta de material.

Neste ponto é essencial contar com uma mochila, além de ser necessário organizá-la da maneira correta. Além disso, deve-se considerar as questões climáticas para pensar sobre que roupa usaremos, podendo adaptá-la caso o tempo mude durante a atividade.

Sair sem ser guiado por nenhum sistema de orientação

Embora a trilha seja conhecida por ter seus caminhos sinalizados, muitas vezes pode acontecer de uma pessoa se desorientar e ficar perdida. Por essa razão, é bom incluir algum suporte extra de orientação, como bússola, mapas, GPS ou algum aplicativo no celular.

Além desses suportes ou aplicativos que podem ser levados, é importante prestar atenção aos sinais e às características do entorno para fixar pontos de referência mentais.

Não antecipar questões climáticas

Antes de sair para fazer uma atividade como a trilha, é importante saber qual é a previsão climática para a jornada. É necessário estar preparado para todas as mudanças que podem surgir, como chuvas, rajadas de vento, sol extremo, etc.

Não adaptar as condições da rota ao grupo

Se você praticar a trilha acompanhado de alguém ou de um grupo, é fundamental considerar as condições do grupo para planejar as condições ideais de rota. Dessa maneira, o grupo manterá um ritmo constante, adequado às suas habilidades. Fora que isso irá evitar também atrasos no caminho ou perdas de membros.

Grupo praticando trilha

Não comunicar ninguém para onde você está indo

Antes de sair, recomenda-se comunicar aos parentes ou aos amigos a rota exata que você está pretendendo fazer. Além disso, é importante oferecer-lhes a informação correta em relação à duração da atividade, com quem será feita e também dar um número de contato extra. Trata-se de uma questão de segurança.

Agora que você já sabe todas essas dicas para fazer trilhas, basta se preparar e se aventurar na natureza! Aproveite!