Treino e descanso: quantos dias devo descansar do exercício?

· 22 de julho de 2018
Tão importante quanto o esforço que fazemos na academia ou na atividade esportiva que praticamos é descansar de forma adequada. Apenas respeitando os tempos de recuperação do nosso corpo para permitir que volte a estar com a capacidade de suportar os treinos teremos um ótimo desempenho

Há um erro muito comum que cometemos ao fazer exercício: achar que quanto mais melhor. Dizemos que é um erro porque o excesso de treino pode ter consequências sérias para a nossa saúde. Mas quantos dias devo descansar do exercício? A seguir como você pode encontrar o equilíbrio entre treino e descanso.

Por que temos que descansar

Quando nos propomos a fazer algo, não há ninguém que possa nos impedir. Por essa razão, é possível que, mesmo sentindo dor ou desconforto, continuemos indo para a academia treinar pensando que, se não, não veremos resultados. Este é um erro enorme. Para que os músculos cresçam e se tornem fortes, o repouso é tão necessário quanto o exercício.

Mulher recebendo massagem nas pernas depois de treinar

Exagerar pode significar uma diminuição de nosso desempenho, aumento da pressão arterial, distúrbios do sono e outros problemas. Como explicamos em outras ocasiões, os músculos passam por processo de ruptura durante o exercício e, para se recuperar, é necessário passar por períodos de descanso. Caso contrário, podemos até causar danos irreparáveis ​​ao músculo e lesões.

Devemos ter em mente que o excesso de treinamento não afeta somente o nosso corpo, mas também a nossa mente. Nossas emoções e estado de espírito influenciam muito nosso desempenho, mesmo quando o corpo está preparado, a mente pode ser um impedimento.

Então, quantos dias devo descansar do exercício?

Muitos tentam ir todos os dias da semana à academia, aludindo ao fato de que os atletas de elite vão seis e descansam um. Imagine! Até eles descansam. E, claro, devemos pensar que nem somos atletas de elite e nem treinamos da mesma maneira. Se eles também descansam, devemos descansar ainda mais!

Mas quantos dias devo descansar do exercício? Um número equilibrado de dias de treinamento pesado varia entre 3 e 4 dias por semana. Indo para a academia nestes dias por uma ou duas horas cada um, você obterá excelentes resultados sem colocar em risco sua saúde ou seu desempenho.

Pense que os atletas de elite que treinam muito mais fazem uso de produtos e medicamentos que os ajudam a recuperar músculos, algo que não fazemos. Nossos músculos devem se recuperar naturalmente graças ao descanso.

Agora, isso significa que o resto dos dias da semana não devemos fazer nada? Claro que não! Estaríamos nos contradizendo, levando uma vida ativa e outra sedentária dependendo do dia da semana.

O que fazer nos dias de folga

Mulheres caminhando no parque

Não temos que parar completamente e nos jogar no sofá para dormir para descansar. Na verdade, já ficou provado que um treino moderado de exercícios, como caminhar ou nadar, ou mesmo patinar em um ritmo lento, é benéfico para a recuperação muscular.

Yoga, pilates e até zumba são outras opções benéficas. Um conselho que podemos lhe dar é que se você treinar três ou quatro dias por semana com uma intensidade forte, você pode ir um ou dois dias para a academia para algumas  aulas de intensidade baixa ou moderada, como é o caso das que acabamos de mencionar.

Além disso, nos dias de descanso, você pode fazer várias coisas para acelerar a recuperação. Por exemplo, bolsas de água gelada, alongamentos ou até massagens. E, claro, não se esqueça de manter uma alimentação saudável em todos os momentos, na qual se destaca o consumo de proteínas, que nutrem os músculos.

Portanto, não há um padrão que determine quantos dias devemos descansar por semana, mas podemos dizer que é necessário fazê-lo. Se você seguir essas orientações, poderá se manter em forma todos os dias da semana, ao mesmo tempo que permite que seu corpo se recupere.

No caso de esportes e exercícios, você pode ver que a regra de “mais é melhor” não é verdade. A qualidade e o equilíbrio são importantes neste caso. Coragem!