Tonturas no treinamento: por que elas ocorrem e como evitá-las

· 28 de janeiro de 2019
É possível que, ao se exercitar, você sinta tonturas a qualquer momento durante o treinamento. Neste artigo, vamos te contar quais são as possíveis causas.

Muitos atletas sentem tonturas no treinamento. Na maioria dos casos elas não têm muita importância. No entanto, em outros, podem ser causadas por problemas mais sérios. Por isso, neste artigo te contamos porque elas ocorrem e como podemos evitá-las.

Fazer exercícios regularmente é uma das melhores maneiras de se manter em forma e queimar calorias. No entanto, às vezes o corpo pode reagir de forma inesperada, como é o caso do surgimento de tonturas ou náuseas que não permitem continuar com a prática esportiva.

Caso ocorram de forma persistente, será necessário ir ao médico para saber se são causadas por um problema de saúde e assim seguir um tratamento específico para eliminar esses sintomas.

Certamente, tonturas no treinamento geralmente ocorrem devido a erros habituais. Saber como evitá-los e conhecer as causas é uma das melhores maneiras para evitar que elas aconteçam. Então, vamos te contar tudo o que você precisa saber para evitar sofrer qualquer tipo de tontura que possa limitar seu treinamento.

Por que ocorrem tonturas no treinamento?

As tonturas no treinamento são o resultado de não comer o suficiente, de não utilizar técnicas de respiração adequadas ou da desidratação. Em qualquer caso, nunca é algo saudável. Na verdade, pode chegar a ser um sinal de um problema mais sério. A seguir, analisamos porque ocorrem tonturas no treinamento:

1.-Não comer o suficiente

O corpo usa o açúcar na forma de glicose para alimentar a maioria das funções. Obviamente, se você não ingerir nutrientes suficientes, o corpo não terá a glicose necessária para desenvolver o treinamento da forma correta.

Portanto, recomendamos comer pelo menos 2 horas antes do exercício para evitar um nível muito baixo de açúcar no sangue.

Mulher comendo maçã

Além disso, as tonturas que ocorrem durante o exercício devido ao baixo nível de açúcar no sangue podem ser remediadas tomando um suco de frutas ou comendo alimentos ricos em açúcar.

2.-Hidratação inadequada

Uma hidratação inadequada, antes ou depois do exercício, pode fazer com que o corpo não tenha líquidos suficientes, o que faz com que ele não possa manter um funcionamento adequado.

A desidratação causa tontura, dor de cabeça e boca seca. Hidratar-se antes, durante e depois do exercício vai ajudar a evitar episódios desagradáveis.

No entanto, evite beber água demais, pois a hiperidratação também pode causar problemas. Além disso, recomendamos tomar bebidas com água ou bebidas esportivas com eletrólitos após o exercício para ajudar o seu corpo a absorver os líquidos com mais eficiência.

3.-Respiração inadequada

Uma respiração superficial ou rápida demais pode causar tontura ou uma sensação de fraqueza. Se você notar que sua respiração está muito rápida, diminua seu nível de atividade ou pare para descansar.

Acontece que atividades diferentes exigem diferentes técnicas de respiração. Portanto, recomendamos consultar um treinador para obter recomendações sobre as técnicas de respiração mais apropriadas para você.

4.-Problemas de saúde

Nos casos mais graves, a tontura pode ser causada por problemas de saúde. Os problemas cardíacos e do ouvido interno são alguns dos distúrbios mais comuns que podem causar tontura. Se a tontura não desaparecer após certo tempo, você deve ir ao médico para obter um diagnóstico adequado.

Médica em primeiro plano em um quarto de hospital com paciente

5.-Falta de condicionamento físico

Finalmente, um dos motivos que causam tontura no treinamento é a falta de condicionamento físico. Geralmente acontece com as pessoas que começaram recentemente com a prática esportiva e se forçam demais.

Além da tontura, elas também podem sofrer lesões. Nesse sentido, é importante começar pouco a pouco, aumentando o ritmo gradativamente.

Antes de terminar, lembramos que, se você sentir tontura durante o treinamento, você deve parar a atividade e descansar. Em alguns casos, apenas caminhar, sentar em uma cadeira ou beber um pouco de água pode ser o suficiente para se recuperar.

As tonturas e náuseas podem ocorrer ocasionalmente. Mas se você perceber que a tontura não desaparece depois de uma hora, será hora de ir ao médico e examinar o seu caso.