4 razões para ler os rótulos dos alimentos

· 20 de outubro de 2018
Alergias, dieta, ingredientes que podem nos causar mal-estar... Há muitos motivos para parar por um momento antes de comprar um produto no mercado e se informar sobre o que estamos realmente comprando

Os rótulos dos alimentos nos dão informações mais do que valiosas e devemos prestar atenção neles ao fazer a compra ou preparar a comida. Saiba por que é importante lê-los a seguir.

O que dizem os rótulos dos alimentos?

Graças aos rótulos dos alimentos, podemos saber muito sobre a comida que colocamos na mesa e como estamos nos nutrindo. Eles nos permitem saber se é uma boa ou má ideia para nossa saúde consumir aquele produto e o quanto deveríamos consumir para evitar problemas ou doenças.

Mulher no supermercado

Muitas vezes, pensamos que um alimento é saudável porque tem o rótulo verde ou porque tem a imagem de um campo. No entanto, ao ler a tabela de informações, percebemos que ele não era tão “bonzinho” quanto acreditávamos.

Esses rótulos não só trazem dados nutricionais, como porcentagem de gorduras, quantidade de calorias ou o tamanho das porções. Eles também indicam quais são os ingredientes com os quais o alimento foi produzido.

Quando vemos nomes muito difíceis de ler ou entender, ou ingredientes com números e letras, quer dizer que o alimento foi fabricado de forma pouco natural e nada caseira.

Por que ler os rótulos dos alimentos?

Existem diferentes razões pelas quais se deve prestar atenção à tabela de informações nutricionais na parte de trás dos alimentos. As mais importantes que você não deve deixar de lado são:

  1. Para conhecer a porcentagem de gorduras

Se você está fazendo dieta para emagrecer, por exemplo, às vezes pode achar que um produto é saudável pelo pacote (ainda mais se for de cor verde).

No entanto, graças aos rótulos dos alimentos, você saberá a quantidade de gorduras saturadas e não-saturadas que cada um contém.

O rótulo também traz informações sobre carboidratos, açúcares, fibras, proteínas e todos os nutrientes utilizados em sua elaboração.

Assim, você pode saber não só se o alimento é apto para o consumo segundo suas necessidades e objetivos, mas também qual quantidade ingerir.

  1. Para evitar ingredientes que dão alergia

Vamos supor que você é intolerante ao glúten ou à lactose. A melhor maneira de evitar produtos que contenham esses ingredientes é lendo os rótulos dos alimentos. O mesmo acontece no caso dos diabéticos, com os açúcares, ou dos hipertensos, com o sal.

A informação neste caso é mais do que valiosa e é indispensável lê-la com atenção. Isso para evitar alergias, vômitos, mal-estar, picos de glicose ou alterações bruscas na pressão arterial.

Mulher lendo informações nos rótulos no mercado

  1. Para saber seus componentes artificiais

Isso é muito importante já que em muitas ocasiões não nos damos conta da quantidade de químicos e ingredientes artificiais, como por exemplo conservantes, que estamos ingerindo.

Se não sabemos o nome do componente, provavelmente ele foi criado em laboratório. O objetivo pode ser ressaltar o sabor, evitar que estrague rapidamente ou alterar a textura.

Preste muita atenção nos rótulos dos alimentos, porque eles informam até o que as fábricas não querem. A quantidade de compostos artificiais de cada produto, por exemplo.

  1. Para termos total consciência do que estamos comendo

Por último, uma das razões mais importantes pelas quais devemos ler os rótulos dos alimentos: estar a par do que consumimos. Não é porque um pacote é bonito ou um produto é acessível que devemos comprá-lo.

Nós temos a capacidade de escolher o que comer ou não. Se olhamos a informação nutricional e percebemos que o alimento será muito prejudicial para nossa saúde, então não devemos comprá-lo.

Esse processa leva tempo, porque estamos muito acostumados a certos produtos – que inclusive geram vício. Mas se tiramos alguns minutos ao fazer a compra, podemos reduzir e muito a ingestão de alimentos com um alto conteúdo artificial e prejudicial à saúde.