Conheça os tipos de anemia que podem afetar a sua saúde

8 de novembro de 2019
Você suspeita que possa estar sofrendo de anemia? Vá ao médico e lembre-se de que existem muitos tipos de anemias, cada uma resultado de causas diferentes.

A anemia é um estado patológico caracterizado pela redução da capacidade da hemoglobina nos glóbulos vermelhos de fornecer o oxigênio necessário aos tecidos. Mas o que é um glóbulo vermelho? E a hemoglobina? Quantos tipos de anemia existem? Responderemos a essas perguntas no seguinte artigo.

Hemácias ou glóbulo vermelho

Os glóbulos vermelhos são células sanguíneas sem núcleo, com a forma de um disco bicôncavo. Eles são sintetizados na medula óssea a partir de células-tronco, que se diferenciam até formar glóbulos vermelhos maduros.

Para que eles possam nascer, é necessário que a célula-tronco se divida e duplique seu DNA. Esse processo precisa de vitamina B9 ou ácido fólico e vitamina B12 para poder ser concluído.

Os glóbulos vermelhos contêm uma proteína chamada hemoglobina, responsável por transportar o oxigênio e retirar do corpo o dióxido de carbono, um produto residual. A hemoglobina é responsável pela cor vermelha do sangue, devido ao seu teor de ferro.

Duas coisas são importantes para os glóbulos vermelhos: ter uma boa hemoglobina e ter muito ferro no ambiente. Assim, é possível formar toda a hemoglobina necessária.

Tipos de anemia

Considera-se que uma mulher tem anemia se a sua concentração plasmática de hemoglobina for inferior a 12 g/dl ou 11 g/dl em mulheres grávidas. Para os homens, o limite está em uma concentração de hemoglobina de 13 g/dl.

O volume corpuscular médio (VCM)

Quando o VCM é inferior a 80 fl. fala-se em anemias microcíticas, que só podem ter três causas:

  • Diminuição do ferro disponível no organismo que leva a uma anemia por deficiência de ferro. Geralmente se deve a sangramento crônico, gravidez ou déficit de absorção. Essa doença é muito comum e fácil de tratar. Os principais sintomas são tonturas, cansaço, palpitações ou queda de cabelo.
Diferentes tipos de anemia

  • Alteração em uma das frações da hemoglobina – grupo hem. Se essa fosse a causa, estaríamos falando da anemia sideroblástica.
  • Problemas com a outra parte da hemoglobina – a globina: esses casos são conhecidos como talassemias.

As anemias normocíticas – faixa do VCM entre 80-100 fl – são caracterizadas por apresentar glóbulos vermelhos em boas condições, mas em quantidades menores. Isso se deve à falta de produção de glóbulos vermelhos na medula óssea. A anemia aplástica está associada a essa anomalia causada por danos na medula óssea.

O tamanho excessivo dos glóbulos vermelhos também pode ser patológico e é conhecido como anemia macrocítica – quando o VCM é maior que 100 fl. Nesses casos, o problema está na divisão do núcleo ou do citoplasma.

  • Quando há déficit de ácido fólico ou vitamina B12, é conhecida como anemia megaloblástica.
  • As anemias mielodisplásicas são causadas por lesões na célula-tronco progenitora.
  • Às vezes, esses tipos de anemia ocorrem associadas a outras situações patológicas. É o caso de anemias secundárias a doenças hepáticas ou hipotireoidismo, ou ao consumo de substâncias tóxicas como álcool.

Anemia perniciosa, uma das anemias com causas intrínsecas

Ocorre quando os intestinos não conseguem absorver adequadamente a vitamina B12, o que leva a um tipo de anemia megaloblástica. Tradicionalmente, a causa dessa anemia é funcional, mas às vezes também é devido a causas alimentares.

Conheça os tipos de anemia que podem afetar nossa saúde

Falamos de anemia funcional se a causa é o déficit de fator intrínseco ou problemas em sua secreção. O fator intrínseco é uma proteína especial que ajuda na absorção da vitamina B12 no intestino. Seu déficit pode ser secundário a outra patologia digestiva, como a gastrite atrófica ou uma condição autoimune.

As causas nutricionais estão associadas à deficiência de vitamina B12 na dieta, independentemente da funcionalidade da secreção gástrica. Uma anemia megaloblástica pode ser causada pela falta de vitamina B12, vitamina B9 ou ambas, como já mencionado na seção anterior.

Como as duas vitaminas compartilham funções, a anemia e seus mecanismos são os mesmos, independentemente do que a esteja causando. Mas, uma anemia pode mascarar um déficit de vitamina B12?

As dietas veganas são isentas de alimentos ricos em vitamina B12. No entanto, essas dietas são ricas em produtos de origem vegetal, fonte de vitamina B9.

Quando há contribuição de ácido fólico, o tamanho dos glóbulos vermelhos pode não ser alterado e, portanto, é possível que a anemia não se manifeste. Esse processo é conhecido como uma armadilha de folatos.

Por esse motivo, para descartar um mascaramento, os valores analíticos da homocisteína e do ácido metilmalônico na população vegana devem ser controlados.

Em resumo, os diferentes tipos de anemia podem ocorrer com frequência e é importante saber como evitá-las e identificá-las. Conhecer suas causas é um excelente primeiro passo para tornar-se consciente.

  • Salas-Salvadó, J., i Sanjaume, A. B., Casañas, R. T., i Solà, M. E. S., & Peláez, R. B. (Eds.). (2019). Nutrición y dietética clínica. Elsevier Health Sciences.