Somatótipos: você sabe a qual você pertence?

· 27 de novembro de 2018
A genética, alimentação e atividade definem a forma do corpo humano. Os somatótipos, ou tipos de corpo, têm seus nomes definidos de acordo com uma camada de tecido: endoderma, mesoderma ou ectoderma.

Conhecer os diferentes somatótipos influenciará a dieta, a intensidade de treinamento e o descanso. A estrutura óssea, o tipo muscular e o padrão de acúmulo de gordura, juntos dirão a qual categoria de somatótipos pertencemos

O que é um somatótipo?

O psicólogo William Herbelt Sheldon estudou as formas do corpo humano e as associou a seus temperamentos. Ele classificou três somatótipos individuais; ectomorfo, endomorfo e mesomorfo. Conhecer o somatótipo ao qual se pertence condicionará a alimentação, o treinamento e o descanso.

A estrutura corporal e a genética

O tipo de estrutura do corpo é baseado na genética e o volume do corpo é definido pelo tipo de fibra muscular, também governada pela carga genética.

Essas fibras são divididas em de contrações lentas ou vermelhas tipo I; e as de contração rápida, tipo branco II. Elas são responsáveis ​​pelo crescimento muscular através do exercício.

Homem definido saindo da piscina

O músculo humano tem uma grande capacidade de se adaptar aos requisitos e estímulos. O treinamento constante pode multiplicar a musculatura e aqueles que não praticam atividade física acabam atrofiando-a.

Mas nem tudo é herança, apesar da genética, você pode moldar um bom físico. Isso dependerá da capacidade de construir músculos, armazenar gordura ou tecido muscular e da estrutura corporal.

Não há somatótipos puros

Ninguém pertence a um somatótipo de uma maneira “pura”, sempre haverá uma mistura. Ele pode ser influenciado pelo sexo, idade, crescimento, exercício, fatores ambientais e socioculturais, raça, etc.

Somatótipos: em qual categoria você está?

Para definir que tipo de estrutura corporal você tem, você pode medir a circunferência do pulso. Uma maneira simples é unir o polegar e o indicador ao redor. Se os dedos se alcançam facilmente, é um ectomorfo. Se é difícil fazê-lo, a pessoa é um mesomorfo. Se isso não puder ser feito, estamos diante de um endomorfo.

  • Em pessoas ectomórficas, o peito, cintura e quadril são da mesma largura.
  • Os mesomorfos têm cintura fina e peito e quadris de igual tamanho.
  • Nos endomorfos, a cintura é mais larga que os quadris e o peito.
Mulher magra com uma fita métrica e pílulas

Somatótipo endomorfo

Os endomorfos têm uma tendência à obesidade. A boa absorção dos alimentos faz com que eles ganhem peso com facilidade, são flácidos e com formas arredondadas. O acúmulo de gorduras no abdômen dos homens e nos quadris das mulheres caracteriza essa categoria. Sua dieta deve ser rigorosa.

A musculatura é fraca, como a circulação sanguínea, tem pulso lento em repouso, puberdade tardia e pressão arterial baixa. Eles são propensos a um estilo de vida sedentário e em seu caráter tendem a ser alegres, amigáveis, extrovertidos, otimistas.

Nessas pessoas, a secreção de insulina, ou o processo que permite que a glicose entre nas células e forneça energia, é muito alta.

Somatótipo mesomórfico

De construção robusta, têm força muscular. A flexibilidade não é a sua melhor capacidade, mas sim o exercício energético, devido aos altos níveis de adrenalina.

Em geral, eles têm membros curtos e ossos robustos. Seu tórax é largo e seus ombros são mais largos que seus quadris. Halterofilismo ou futebol podem ser seu forte, bem como esportes de resistência, remo ou ginástica. Eles preferem a vida ativa e sua eficiência insulínica faz com que eles tirem melhor proveito das calorias.

Somatótipo ectomórfico

Com membros longos e circulação sanguínea fraca, eles são mais lentos em aumentar a força durante os treinos. Quando param de treinar, perdem força e massa muscular. Ees mantêm, no entanto, a capacidade de se alongar com pouca atividade física.

Eles são altos, magros e frágeis e se destacam em esportes como ciclismo, natação e atletismo. Eles podem definir a musculatura com facilidade, mas eles têm dificuldade em desenvolver massa muscular e têm menos gordura do que o endomórfico e o mesomórfico.

Seu metabolismo é muito rápido. Eles têm um gasto térmico muito alto em repouso e consomem energia durante a digestão, o que é conhecido como gasto termogênico. Eles são aqueles que comem o que querem e não engordam.

O somatótipo do atleta

Os atletas são geralmente mesomorfos, embora dependendo da disciplina isso possa variar. Aqueles que praticam exercícios aeróbicos são mais ectomórficos; aqueles de esportes de contato têm um grande componente mesomórfico.