A psicologia do emagrecimento: o fator psicológico é vital para perder peso

· 15 de setembro de 2018
Estar acima do peso pode causar problemas de saúde, afetar a autoestima e dificultar tarefas simples do dia a dia. Por isso é importante manter um estilo de vida saudável, que nos permita atender a todas as necessidades do nosso corpo e da nossa mente.

Perder peso não é apenas uma questão de estética, mas também de saúde. Manter um peso adequado, exercitar nosso corpo e ter uma dieta equilibrada são fatores importantes que garantem uma vida longa e feliz. Mas por que mesmo sabendo de tudo isso não conseguimos emagrecer? Descubra o que a psicologia do emagrecimento tem a nos ensinar.

Trabalhar para perder alguns quilos a mais pode parecer simples na teoria. Abandonar os maus hábitos alimentares, treinar, manter uma dieta equilibrada… O que está acontecendo se na hora de colocar tudo isso em prática, você falha?

Se isso acontece, é possível que você não esteja ajustando a sua mente para aquilo que deveria fazer. Neste post, você vai ver como o fator psicológico é vital para perder peso.

A psicologia do emagrecimento: por que a mente importa?

Certamente você pode pensar que o fator psicológico é o de menos na hora de emagrecer, mas você está enganado. Na verdade, o fator psicológico é o aspecto mais importante para a perda de peso.

Isto acontece porque a sua mente é quem te move para tornar as coisas realidade. Por isso a psicologia do emagrecimento é tão importante.

Mulher preocupada no trabalho

Ansiedade, estresse, falta de motivação, depressão, negatividade… Todos esses são elementos que se alojam na mente e que fazem de tudo para evitar que você perca peso. Por isso, a psicologia do emagrecimento prega que você tenha um bom controle psicológico para dessa forma conseguir perder peso com sucesso.

O fator psicológico está diretamente ligado à forma como o nosso corpo se comporta, visto que os pensamentos geram emoções e estas se refletem no estado físico e psíquico. Confira os seguintes fatores psicológicos que podem atrasar ou até mesmo parar o processo de perda de peso:

A balança não deve ser a prioridade número 1

Para perder peso podemos utilizar diferentes estratégias. Entre as mais comuns estão ter uma dieta saudável, isto é, que não contenha alimentos ricos em gorduras saturadas, nem açúcares ou álcool.

Somado a isso, devemos praticar qualquer tipo de atividade física que se encarregue de queimar a gordura já acumulada. Pode ser, por exemplo, Spinning, Zumba, CrossFit, entre outros.

Mulheres em uma aula de dança na academia

Pois bem, o processo de perda de peso ocorre através da queima de gordura. Ao queimar gordura, reduzimos medidas e o peso é igualmente reduzido. Muitas pessoas, quando começam o processo, só se concentram em saber quanto peso estão perdendo e não em como estão trabalhando para perdê-lo.

Desta forma, quando se inicia o processo para perder peso, você deve se concentrar nas coisas que você tem que fazer para conseguir isso. Adapte seu estilo de vida a um estilo de vida mais saudável de forma que a balança não seja sua prioridade número um, já que isso te distrai dos fatores que realmente influenciam a perda de peso.

Situações ou pensamentos que geram estresse não são saudáveis. O estresse é altamente prejudicial à saúde. Quando o cérebro está sob altos níveis de estresse, ele secreta um hormônio chamado cortisol. Este hormônio aumenta os níveis de açúcar no sangue, tornando assim a perda de peso muito mais difícil.

Por isso, ficar sob estresse e tentar perder peso são ideias que não estão em sintonia. O cortisol será responsável por atrapalhar todo o seu esforço para perder peso. Além disso, é melhor manter o estresse fora da sua vida, não só enquanto você trabalha para perder peso, mas também posteriormente.

Não se deixe dominar pela depressão, procure tratamento

Existem estudos que mostram que a depressão está relacionada ao ganho de peso. Isso acontece porque a depressão pode manipular a sua mente e fazer você preencher o vazio do sentimento negativo com comida.

Então, se você sentir que está desanimado ou triste o tempo todo, procure ajuda para não permitir que a depressão tome conta de você. Use seu novo estilo de vida para combater esse transtorno, junto com a ajuda de um psicólogo ou psiquiatra.

Aceite apenas as boas vibrações

Muitas pessoas têm dificuldade em abandonar os maus hábitos. Então surgem os pensamentos como ‘eu não consigo’, ‘eu não acho que possa conseguir’, ‘é muito difícil’, entre outros. São pensamentos que limitam o seu potencial.

Esse tipo de pensamento, ainda que  você ache que são apenas palavras e nada mais, interferem psicologicamente no seu desempenho. A psicologia do emagrecimento nos mostra que o corpo dificilmente irá agir contra nossas crenças.

Além disso, não dê ouvidos às críticas ou comentários negativos de outras pessoas. Tenha em mente que você está tentando perder peso por você e para você. Portanto, não se preocupe e nem se compare, mas se concentre em você mesmo e nas coisas boas que você quer conseguir.

Você tem controle sobre seus pensamentos, não deixe sua mente enganar você. Troque essas palavras por outras que sejam motivadoras e que te encorajem a atingir o objetivo. Tudo começa na mente, então se você for capaz de pensar positivo, você vai ver como tudo vai fluir da melhor maneira.

O fator psicológico é extremamente importante para perder peso e também para se manter no peso desejado. Controle sua mente, procure um ambiente de paz e tranquilidade. Esforce-se muito e não desista, a jornada é longa mas os resultados são excelentes.