Conexão entre corpo e mente: como e por que cultivar

· 17 de agosto de 2018
Hoje em dia ninguém pode negar a importância que a mente tem sobre o nosso corpo, mas vamos ver de que maneira e em que nível ela tem influência sobre o esporte que praticamos.

É essencial cuidar do corpo o máximo possível, pois só vamos ter um em toda a nossa vida. Todos os dias devemos tentar acordar com a ideia de que vamos preservá-lo; tanto através do exercício como fornecendo o combustível certo. Não podemos nos esquecer também, no entanto, de cuidar da conexão entre corpo e mente.

Se fizermos isso, então provavelmente perceberemos que nossa mente ficará mais clara, criativa, positiva e satisfeita. Esse fenômeno médico conhecido como a conexão entre corpo e mente é uma das chaves para encontrar o bem-estar.

Os sentimentos, as emoções, o estresse e os eventos que nos acontecem durante todo o dia não são triviais, e portanto têm seu reflexo em nossa saúde.

Cérebro levantando peso

História da conexão entre corpo e mente

Até o século XIX, os médicos consideravam seriamente a ideia de que as emoções estavam ligadas às doenças; assim, era comum observar ‘prescrições de férias’ para áreas costeiras e outros locais de relaxamento.

Essa crença era baseada na teoria de que, controlando as emoções, o corpo permaneceria saudável. Conforme a medicina moderna foi fazendo descobertas científicas cada vez mais avançadas e em um ritmo mais rápido, essa conexão entre o corpo e a mente foi deixada de lado, até relativamente pouco tempo atrás.

Durante as duas últimas décadas, essa teoria sobre a conexão entre corpo e mente foi revisitada através de vários estudos relacionados à saúde emocional e mental.

Melhorar a relação entre corpo e mente

Para conseguir aliviar o estresse e as doenças crônicas, podemos nos apropriar de modalidades como yoga, tai chi ou hipnose, do exercício físico ou da meditação.

Encontre uma saída com o exercício

Podemos usar o exercício como um remédio para o corpo e a mente.

Algumas pessoas gostam de correr como uma terapia; pois isso as ajuda a limpar suas mentes depois de um dia agitado e assim aliviam o estresse.

O importante é encontrar um exercício do qual se goste e que surta esses efeitos em nós, seja ele zumba, musculação, corrida ou artes marciais.

mulher feliz após praticar exercícios

Uma vez que tenhamos encontrado a atividade de que mais gostamos, será mais fácil transformá-la em uma rotina que tenha um impacto saudável no corpo e na mente; embora pareça difícil no começo.

Por que meditar?

É comum que as preocupações da vida diária nos mantenham carrancudos ou submersos em um estado de ansiedade; elas também afetam a forma como nosso corpo produz e sintetiza os hormônios que afetam nossa felicidade.

A atenção consciente nos ajuda a nos concentrar na realidade do momento que estamos vivendo, a considerá-lo corretamente sem o julgar e a resolver os problemas e preocupações reais, dando outros nomes a eles e atribuindo outros responsáveis.

Em que se baseiam essas práticas? Sempre na respiração; um elemento fundamental para a conexão entre corpo e mente.

Pessoas meditando

Respire, tome um momento para ouvir o seu corpo e assim deixe que ele responda aos estímulos de sua mente.

Nossa condição corporal atual

Hoje em dia, como muitos centros de controle e prevenção de doenças destacam, aproximadamente 35% da população adulta sofre de excesso de peso.

A obesidade é uma estrada para doenças como depressão, hipertensão arterial, diabetes, certos tipos de câncer e outras doenças crônicas.

O habitual é recorrer a medicamentos para combater essas doenças; ao invés de nos focarmos na melhora das conexões entre corpo e mente.

Estamos falando de uma mudança no estilo de vida; ela começa, em primeiro lugar, por um cuidado maior como nosso corpo, através de exercícios e também de uma alimentação adequada.

A importância das endorfinas

O exercício físico nos proporciona benefícios tanto a curto quanto a longo prazo. Michael Otto, doutor em psicologia pela Universidade de Boston, disse:

“A relação entre exercício e humor é bastante forte. Geralmente, dentro de cinco minutos após o exercício moderado, obtemos um efeito de melhora no humor “

Quando nos exercitamos, nosso cérebro libera endorfinas que melhoram significativamente o nosso humor. Esses hormônios reagem com os receptores de endorfina localizados no nosso cérebro, reduzindo assim a percepção da dor.

Além disso, deve-se ressaltar que as endorfinas também causam uma sensação de felicidade semelhante à sensação causada pelo uso da morfina.

Dessa forma, quando nos sentimos estressados, deprimidos e derrotados pelos problemas cotidianos, é importante lembrar que o estresse terá um impacto negativo no corpo e, portanto, na nossa saúde, e que se exercitar pode combater isso.

Em resumo, uma maneira aliviar o estresse é através do exercício físico; ele ajudará não só a acalmar a mente, mas também o corpo e a restaurar a nossa saúde.