Praticar esporte com gripe ou descansar?

· 27 de setembro de 2018
Como tudo na vida, o exercício é muito benéfico se não exagerarmos na dose. Ele é contraproducente quando praticado de maneira excessiva, e ainda mais estando doente.

Uma dúvida muito comum é se é bom praticar esporte com gripe, resfriado ou alguma outra doença. A resposta é que depende dos sintomas que você tem e da quantidade de exercício que será feito.

Devemos praticar esporte com gripe?

Há muitas posições, e duas claramente opostas: a primeira diz que não, devemos ficar na cama até nos sentirmos melhor; a outra opinião é que realizar exercício é a melhor maneira de combater a doença. Na verdade, ambos os argumentos são aceitáveis ​​e verdadeiros em alguma medida.

É fato que praticar esporte com gripe ou realizar exercícios ajuda a combater o vírus que causa o resfriado. Entre outras coisas, isso acontece porque a atividade física ajuda a fortalecer o sistema imunológico.

Mulher espirrando

Quando você realiza exercício, os glóbulos brancos (responsáveis ​​por defender o corpo contra vírus e bactérias) fluem mais facilmente pela corrente sanguínea; com isso, é possível combater infecções mais rapidamente.

Por outro lado, a opção de descansar até se sentir melhor também é válida. O sistema imunológico precisa que o corpo esteja descansado e livre de situações de estresse para funcionar melhor e recuperar as forças necessárias.

Quando é adequado praticar esporte com gripe e quando não é?

Você pode praticar esporte com gripe quando os sintomas são leves e toleráveis; é o caso de espirros, congestão ou dor de garganta. Se os sintomas forem leves e o paciente se sentir bem se exercitando, não haverá problema.

Pode ser que os sintomas de um resfriado ou de uma gripe sejam mais fortes e mais intensos; por exemplo, tosse, congestão no peito, febre, fadiga, dores de estômago e dor muscular. Nesses casos, não é conveniente praticar qualquer esporte ou fazer exercício.

Acima de tudo, o exercício é contraproducente quando há febre, pois pode causar desidratação. Nestes casos, é recomendável descansar, repousar e ter uma boa alimentação para recuperar a força e se sentir melhor.

Qual a quantidade de esporte ou exercício adequada?

O exercício regular e moderado fortalece o sistema imunológico; sobretudo se acompanhado de uma boa alimentação, descanso adequado e ausência de estresse. A realização de atividades diárias ou várias vezes por semana é benéfica na maioria dos casos.

Por outro lado, quando se realiza um exercício intenso e extremo, os efeitos causados no sistema imunológico podem se tornar negativos. Nesse caso, se há um resfriado, é recomendável não realizar atividades de alta intensidade; estes exercícios podem diminuir os glóbulos brancos, debilitando o sistema imunológico.

A decisão de praticar esporte com gripe deve ser avaliada, então, juntamente com os sintomas do resfriado. Sempre é recomendável não realizar atividades exigentes mesmo em face de sintomas mínimos, já que facilitará um processo de recuperação mais rápido e eficaz.

Agasalhar-se bem

Se as temperaturas forem baixas e o atleta estiver com um resfriado, recomenda-se utilizar uma camisa térmica; essas roupas mantêm o calor do corpo e expelem o suor. Se estiver muito frio, o aconselhável é levar várias roupas e não apenas uma. É importante agasalhar-se bem, mas sem exagerar.

Mulher se preparando para correr

Cobrir nariz e garganta

Com o frio, você deve cobrir o nariz e a boca, já que são áreas desprotegidas por onde você respira o ar frio diretamente. Também é aconselhável cobrir a garganta, a cabeça e utilizar luvas se o tempo estiver mais gelado e você quiser praticar esporte com gripe.

Alongamento e aquecimento, questões fundamentais

Se houver sintomas de resfriado, é muito importante realizar um aquecimento adequado antes de começar o esporte e, sobretudo, realizá-lo de maneira gradual. Ao finalizar a atividade, a melhor opção é um bom alongamento sem tirar a roupa de frio e um banho com água quente.

Boa hidratação e alimentação

O fato de estar resfriado ou com gripe acelera o processo de desidratação, por isso é fundamental beber bastante água, mesmo que você não sinta sede. Também é importante acompanhar o esporte com uma boa alimentação rica em carboidratos, minerais e vitaminas.

Em conclusão, o esporte e a atividade física são extremamente importantes para o bom funcionamento do corpo. Mas, se um processo de resfriado estiver em andamento, é fundamental avaliar os sintomas para determinar se você pode ou não praticar esporte com gripe.