Dicas para ter em mente ao medir a frequência cardíaca

· 7 de novembro de 2018
Sem dúvida todos os órgãos do corpo são importantes, mas se há um que você deve monitorar durante o esporte é seu coração e seu funcionamento, isto é, a frequência cardíaca. Ela varia de acordo com a atividade física e reflete nosso esforço, por isso é importante entender como funciona e como medi-la

De modo geral, quando falamos sobre o coração, estamos nos referindo à vida em si mesma. Participe você de uma atividade física ou não, a frequência cardíaca– as vezes que seu coração se contrai e relaxa em um minuto – pode dizer quanto de energia anaeróbica o organismo está exigindo.

Sua frequência cardíaca: como medi-la?

O coração tem uma função central: bombear sangue. Para isso, cada vez que bate, deve contrair os músculos e gerar um impulso que possa transportar o sangue com oxigênio para todo o seu corpo. Dessa forma, fornece o oxigênio necessário para realizar as funções do corpo, as atividades cotidianas e exigências físicas de algum esporte.

Homem monitorando sua frequência cardíaca

Mas não é tudo tão simples, porque graças ao grande número de ramificações que o seu corpo tem, esse impulso do coração deve ser forte o suficiente para manter uma certa pressão, com uma frequência estável e em um tempo determinado.

Isto que conhecemos como frequência cardíaca tem um grande gasto de energia para o coração, mas mesmo assim exercitar o coração gera inúmeros benefícios para o corpo.

Por que medir sua frequência cardíaca?

Levando em consideração que é uma função do seu coração tão frequente e importante, você deve saber como medi-la e pode fazer isso com base na atividade física que estiver realizando.

Isso permitirá que você otimize seu esforço físico e não atinja um ponto em que sua saúde seja prejudicada por um esforço excessivo.

Portanto, para calcular ou medir sua frequência cardíaca, você deve medir suas pulsações. Aliás, você pode fazer isso usando algum dispositivo eletrônico muito comum para os atletas ou também com os dedos.

Como medir sua frequência cardíaca

Caso você faça isso com o pulso, deverá utilizar seu dedo indicador e médio e colocá-los onde você saiba que passa uma artéria. Geralmente, isso é feito no pescoço, onde está a artéria carótida, ou no punho, onde está a artéria radial.

Isso porque ambas as artérias passam muito perto da pele e é fácil sentir a pulsação. Aliás, estes são dois pontos entre outros que também são viáveis.

Depois de identificar o local, pressione levemente com os dedos e conte quantas batidas você tem no espaço de um minuto. Por outro lado, se você fizer isso com um dispositivo, ele deve ser ajustado para o seu corpo – onde ficar mais confortável.

Nesse sentido, há alguns que são usados no pulso como se fossem um relógio, outros têm um elástico que é colocado no peitoral e suas leituras são digitais – estes também contam com outros recursos adicionais.

Dicas para medir sua frequência cardíaca

Homem correndo com medidor cardíaco

É evidente que você não precisa ser um atleta profissional para prestar atenção à sua frequência cardíaca. Além disso, será importante que você saiba qual é a sua frequência cardíaca máxima, tanto em atividades físicas como na vida cotidiana, e até aonde você pode
chegar sem colocar em risco a sua saúde.

Passos a seguir:

1. Antes de tudo, leve em conta que existem vários tipos de frequência cardíaca. A primeira coisa é saber quais são suas pulsações em um estado de descanso. Esse seria o ponto de partida. Para isso, sente-se e relaxe por um espaço de 5 a 8 minutos. Caso contrário, a agitação acelerará suas pulsações e não será uma leitura correta.

2. Identifique a parte do seu corpo onde você tentará medir sua pulsação. Geralmente o pescoço e o pulso são as áreas mais acessíveis.

3. Agora, você pressionará de leve com seus dedos indicador e médio a área na qual você tentará medir a pulsação.

4. Depois, comece a contar o número de pulsações ou batidas que você percebe em um determinado momento. Você pode contar em 10 segundos e multiplicar por 6 para obter a conta de pulsações por minuto (ppm).

5. Sem dúvidas, este método é prático e simples e pode te ajudar em qualquer momento, o que permitirá que você meça seu esforço se estiver se exercitando.

Conhecer a frequência cardíaca

Relógio mostrando a frequência cardíaca

Entretanto, um dispositivo também pode nos ajudar a saber nossa frequência cardíaca. Aliás, profissionais da saúde e do esporte estabelecem a frequência cardíaca mediana de acordo com a atividade, o que servirá como referência.

Por exemplo, em mulheres com menos de 60 anos, a frequência varia de 78 a 102 ppm, em pessoas com mais de 60 anos identificamos uma frequência de 88 a 106 ppm. Enquanto isso, homens com idade inferior a 60 anos têm uma frequência de 70 – 88 ppm e, se tiverem mais de 60 anos, será de 76 a 90 ppm.

De modo geral, a frequência cardíaca normal de uma pessoa em repouso após os 20 anos de idade deve estar entre 50 e 100 ppm. Mas, se a sua frequência for menor ou maior que isso, é aconselhável que você vá a um especialista, já que existem fatores que podem alterá-la.

Portanto, saber sua frequência cardíaca deve ser uma rotina se você quiser cuidar da sua saúde já que, se percebermos uma disparidade com relação a atividade que estamos fazendo, isso pode indicar um fator de risco. Mas é claro que você precisa levar em conta sua idade e condição física.