As 7 lesões mais comuns nos braços e como preveni-las

16 de abril de 2019
Existem diferentes circunstâncias que causam lesões nos braços e que afetam os tecidos moles, tais como tendões e músculos, ou mesmo os ossos. A maioria delas acontece com jovens e adolescentes.

Os braços são parte do aparelho locomotor e estão intimamente conectados com o ombro. Assim, ao estar em constante mobilidade, os músculos, articulações e tendões estão em risco constante de sofrer danos. Por isso, você deve conhecer as lesões mais comuns nos braços, como evitá-las e tratá-las.

Lesões nos tecidos moles dos braços

De maneira geral, os tecidos moles do braço são os músculos, tendões e bursa. Esta última parte contém líquido e atua absorvendo choque e atritos entre tendões e ossos.

Lesões nos tecidos moles

Tendinite do bíceps

Sem dúvidas é uma das lesões mais comuns nos braços. Nesse sentido, é uma inflamação do tendão distal que liga a parte superior do braço ao cotovelo. Ela é produzida pelo movimento excessivo e repetitivo do tendão.

Esta condição causa dor, rigidez e incapacidade para executar alguns movimentos. Geralmente é tratada com anti-inflamatório, reabilitação e descanso. Em casos particulares, o médico irá recomendar exames aprofundados de radiologia.

Entorses

Os ligamentos são feitos de fibras muito flexíveis e fortes que envolvem as articulações e seguram os ossos. Por vezes, estes ligamentos do cotovelo se rompem ou distendem devido a uma queda, torção ou golpe, produzindo, então, a entorse.

Consequentemente os sintomas incluem inchaço, dor, impotência funcional e hematomas. Ainda vale comentar que o tratamento depende do diagnóstico médico, podendo ser uma imobilização parcial ou total, analgésicos, anti-inflamatórios ou até mesmo cirurgia.

Bursite

Nesse caso, trata-se de uma inflamação da bursa, que ao se encher de líquido provoca dor intensa. Ela pode ser causada por um acidente vascular cerebral, infecção, artrite reumatoide ou apoio contínuo nos cotovelos. Alguns sintomas são:

  • Inflamação da área posterior do cotovelo.
  • Dor e sensibilidade na articulação.
  • Dificuldade de mobilidade.

É importante lembrar que o tratamento será aquele indicado pelo médico. Pode ser repouso, medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios. Em alguns casos é necessário até drenar o excesso de líquido.

Epitrocleíte

Também é conhecida como cotovelo do golfista. De modo geral, é causada por inflamação e degeneração extrema da área muscular tendinosa na articulação do cotovelo. Assim, é causada pelo constante movimento do antebraço, punho e mãos. Isso significa que é muito comum em trabalhadores manuais e atletas.

Esta lesão causa dor intensa no interior do cotovelo que se estende através do antebraço, gerando uma pressão dolorosa no osso. Também é tratada com reabilitação, anti-inflamatórios, repouso e, às vezes, com infiltrações no cotovelo.

Lesões ósseas nos braços

Além do exposto anteriormente, os ossos das extremidades superiores também estão propensos a danos. Podem ser problemas causados ​​por acidentes ou doenças, mas com certeza são lesões muito comuns nos braços.

Luxação

Trata-se de uma lesão comum em jovens, adolescentes e adultos. Em particular, é causada por quedas ou golpes sofridos devido à prática de esportes ou acidentes.

Essa luxação ocorre quando o úmero da ulna e o rádio são deslocados, o que produz dor forte, deformidade na articulação, imobilidade e, em casos graves, afeta nervos e artérias. Sem dúvidas isso requer atendimento médico imediato.

Fraturas

Em primeiro lugar devemos saber que o úmero, a ulna e o rádio são os ossos do braço. Ao quebrarmos um ou vários deles é que as fraturas acontecem. Geralmente, são causadas por fortes golpes ou quedas por acidentes e práticas esportivas. Além disso, elas também podem ser causadas ​​pela osteoporose.

De modo geral as fraturas geralmente causam: dor, perda de força, inflamação e incapacidade de mover a articulação. Em cada caso de fratura, o traumatologista determinará o tratamento adequado.

Reumatismos

Nesse caso, trata-se de uma doença das articulações que causa dor e deformidade no sistema musculoesquelético, afetando as extremidades superiores.

À diferença das anteriores, acredita-se que as causas desta doença sejam genéticas e seus principais sintomas são:

  • Em alguns casos, dores leves e intensas.
  • Protuberância ou nódulos nas articulações.
  • Deformidades nas articulações do pulso e dedos.

Ou seja, o atendimento médico deve ser imediato, com medicação oral, reabilitação, infiltrações e cirurgias.

Pequenas lesões nos braços

Pequenas lesões nos braços

Frequentemente são o resultado do desgaste diário e do uso de membros já lesionados, são geralmente causadas ​​por:

  • Trabalhos manuais.
  • Tarefas ou projetos em casa.
  • Esportes e hobbies.

Como evitar lesões nos braços

Quando estamos fazendo atividades repetitivas, o trabalho deve ser pausado. Ou seja, como um critério geral, para cada 50 minutos de atividade você deve fazer 10 minutos de descanso.

A modo de conclusão, você deve levar em conta as causas das lesões mais comuns nos braços para se precaver, pois algumas delas podem ser prevenidas e assim poderemos evitar danos até mesmo irreversíveis.