Descubra a importância do alongamento na prática exercícios

· 21 de agosto de 2018
A importância do alongamento ao fazer exercício é muito grande, mas muitos atletas pulam o alongamento tanto por causa do cansaço quanto porque acham que ele não é importante o suficiente. 

Você sabe a importância do alongamento nos exercícios físicos? Quando fazemos uma atividade física, submetemos nossos músculos a situações de estresse. Durante uma sessão, as fibras musculares são encurtadas e acumulam tensão ao exercer força para responder à carga a que estão sendo submetidas.

Após o esforço, o músculo começa a relaxar e retornar ao seu comprimento inicial. A importância do alongamento nesse contexto é permitir manter um comprimento muscular adequado e um músculo em boa forma.

Mulher fazendo alongamento

Efeitos e importância do alongamento

– Reduz a rigidez muscular: quando os músculos do corpo estão tensos e rígidos isso pode afetar atividades básicas, como por exemplo andar ou se movimentar.

– Melhora o tônus muscular: também conhecida como tensão muscular residual, é a contração parcial, passiva e contínua dos músculos. O tônus muscular ajuda a manter a postura no dia a dia, e diminui durante a fase do sono REM.

– Melhora a circulação sanguínea: esse efeito é de vital importância para o nosso corpo; já que tem como finalidade levar oxigênio e nutrientes para todas as células do corpo e devolver o dióxido de carbono para os pulmões para então ser expelido.

– Reduz o risco de lesão: já que um músculo bem alongado é mais elástico; portanto, mais resistente a um esforço futuro.

– Reduz a dor nas costas

– Ajuda no controle do estresse

– Melhora a eficiência muscular

– Melhora o desempenho total do corpo

Além disso, temos a flexibilidade; que é a capacidade que nos permite realizar movimentos na máxima amplitude articular.

É muito importante preservar a flexibilidade porque ela melhora o equilíbrio muscular em torno de uma articulação e, portanto, melhora a postura, reduz a probabilidade de sofrer lesões ao praticar algum esporte, aumenta o suprimento de sangue e nutrientes para os músculos e cartilagens. Tudo isso faz com que a dor também seja reduzida depois de um treino ou competição.

Homem alongando na academia

Como alongar

Como o objetivo principal deste artigo é falar sobre a importância do alongamento, vamos falar sobre como alongar. A primeira coisa que devemos fazer é um aquecimento, que deve durar cerca de cinco ou dez minutos e deve ser de baixa intensidade. Ele pode consistir em andar em um ritmo rápido, uma corrida suave a uma velocidade constante…

Depois de feito o aquecimento, devemos realizar o alongamento para preparar os músculos para o esforço que o exercício que vai ser realizado.

Propomos alongar cada grupo muscular de forma lenta e controlada. Mantenha o alongamento no ponto de tensão leve e aumente progressivamente sem atingir o ponto de dor. Mantenha a postura por 10 a 12 segundos.

O terceiro passo é a sessão de alongamento pós-competição ou treino. Devemos igualmente levar em conta todos os grupos musculares que foram usados na atividade e dedicar uma sessão um pouco mais longa a eles. Manteremos cada posição por cerca de 20 segundos.

O objetivo do alongamento posterior é ajudar o músculo a restaurar e melhorar seu comprimento. Não devemos alongar se sofremos uma lesão muscular ou entorse; nem quando as articulações ou os músculos apresentarem inflamação ou dor aguda ou ainda após uma fratura recente.

O alongamento sem aquecimento produz uma diminuição na força e na potência muscular. Esse fato afeta o desempenho motor e, em alguns casos, pode causar lesões. Cinco minutos de um alongamento ruim podem reduzir a força e a potência pelas duas horas seguintes.

Concluindo, o alongamento gera efeitos muito favoráveis para o nosso corpo em geral e particularmente na prevenção de lesões. A importância do alongamento é, portanto, enorme. É essencial estar ciente do alongamento que estamos fazendo e dos músculos trabalhados para assim obter os melhores resultados.