Quer melhorar a flexibilidade? Faça esses exercícios!

· 18 de julho de 2018
A flexibilidade é uma das capacidades que perdemos mais rápido com a idade, especialmente se não a treinarmos ou exercitarmos, por isso queremos oferecer-lhe uma série de exercícios que o ajudarão a melhorá-la.

A flexibilidade é um dos atributos do aparelho muscular humano, assim como resistência e força. Embora muitos acreditem que não é possível melhorar a flexibilidade, isso pode ser conseguido com alguns exercícios simples. Nós mostraremos alguns deles.

A principal diferença da flexibilidade em relação à força e resistência, entre outras, é sua característica regressiva. Durante a infância, a flexibilidade está em níveis ótimos. No entanto, à medida que crescemos, notamos uma diminuição considerável.

Mas ela é uma qualidade muito importante. Não só para aqueles que praticam esportes, mas todos podem ver grandes benefícios para o corpo com a manutenção da flexibilidade e até mesmo sua melhoria.

Importância de melhorar a flexibilidade

A flexibilidade é extremamente importante, pois permite ter um corpo capaz de realizar diferentes movimentos e exercícios. É por isso que é importante alongar depois de trabalhar os músculos. Estes ‘quebram’ quando treinam e podem ser preenchidos com tensão; o alongamento permite recuperar a flexibilidade perdida.

Por outro lado, também é essencial evitar lesões. Muitas delas, como torções e tendinites, têm como uma de suas causas a rigidez dos músculos; portanto, permanecer flexível e com a capacidade de realizar movimentos complexos é mais do que positivo.

Finalmente, a flexibilidade é essencial para manter a vitalidade. Com isso, os músculos permanecem jovens e capazes de suportar movimentos complexos. Isso, por sua vez, os torna mais eficientes quando se trata de treinamento.

Exercícios para melhorar a flexibilidade

Alunas fazendo exercícios de flexibilidade na academia

A maneira perfeita para melhorar a flexibilidade é o alongamento. Nesse sentido, existem disciplinas como a yoga que trabalham com uma variedade de exercícios para melhorar a estabilidade e a força do corpo.

Como na maioria dos exercícios físicos, é necessário começar pouco a pouco com esses trabalhos. Logo, a exigência aumentará gradualmente.

Além disso, se possível, é sempre melhor ter um instrutor quando estiver trabalhando. Desta forma, evitaremos erros posturais que podem resultar em lesões.

Existem duas maneiras de realizar exercícios para melhorar a flexibilidade. A primeira é através de exercícios dinâmicos, também chamados de ‘exercícios de rebote’. Estes são simples, mas você tem que ter cuidado ao fazê-los. Por outro lado, temos também os trabalhos estáticos, que são os alongamentos tradicionais.

1.  Alongamento das pernas

Mulher alongando as pernas em uma academia

Depois de correr ou treinas com o peso das nossas pernas, é necessário alongá-las. Uma boa maneira de fazer isso é através dos seguintes exercícios:

  • Com as pernas juntas, alongue-se como se estivesse tentando tocar as pontas dos dedos dos pés; Se você chegar, faça isso e mantenha a posição por 10 ou 15 segundos.
  • Realize o mesmo movimento, mas com as pernas abertas na largura dos ombros.
  • Ajoelhados no chão, esticamos uma perna para a frente. Você deve manter a posição com as costas retas e o corpo virado para o lado da perna que está à frente. Faça dois ou três alongamentos com cada perna, mantendo as mãos na cintura.
  • Sentado no chão, estique uma perna e flexione a outra. Em seguida, procure a ponta do pé com o braço do mesmo lado. Você também pode fazer isso com os dois pés esticados.

2. Alongamento do tronco superior

Alguns exercícios para recuperar a flexibilidade no tronco e nos membros superiores são:

  • Para esticar o peito, deite-se de bruços no chão e levante o tronco com os braços. Da área abdominal para baixo, todo o corpo deve permanecer em contato com o chão enquanto você estica os cotovelos e olha para cima.
  • Para esticar as costas, ajoelhe-se no chão e também apoie as mãos. Em seguida, estenda os braços para a frente e leve suas nádegas para os calcanhares. Você deve sentir a pressão na região lombar.
  • Sente-se no chão com um pé flexionado e cruzado sobre o outro. Em seguida, segure o joelho esticado com o braço do mesmo lado para manter a perna flexionada firme. Agora, gire o tronco para o lado da perna flexionada.
  • Estique os ombros, colocando o braço direito sobre o ombro esquerdo. Então, pressione-o com a outra mão. Você pode fazê-lo com o braço flexionado a 90° ou totalmente esticado.
  • Você pode alongar o pescoço colocando a mão direita na têmpora esquerda e exercendo uma ligeira pressão à direita. Então, faça do outro lado.

3. Alongamento do antebraço e do punho

Estes exercícios para melhorar a flexibilidade nesta área são essenciais depois de trabalhar com cargas. Assim, eliminamos a tensão que é gerada nesses grupos musculares e evitamos lesões por sobrecarga.

  • Estique um braço com a palma da mão voltada para a frente e os dedos apontando para baixo. Com a outra mão, pressione os dedos, puxando-os para trás.
  • Uma variante do trabalho anterior é realizar o mesmo movimento, mas com os dedos para cima.
  • Ajoelhando-se no chão, apoie as palmas das mãos invertidas; isto é, com os dedos apontando para os joelhos. Lentamente, incline o corpo para a frente até sentir os antebraços e os pulsos puxarem.

Manter boa flexibilidade é extremamente importante. Isso se torna cada vez mais necessário com o passar dos anos, uma vez que essa capacidade é gradualmente perdida. Com estes exercícios simples de 3 a 5 vezes por semana, você pode melhorar a flexibilidade e obter bem-estar.