Conheça hábitos saudáveis ​​para combater a obesidade

11 de março de 2019
Realmente existem pessoas propensas a estar acima do peso, mas até elas podem melhorar a sua qualidade de vida com algum esforço. Nesses casos, é muito importante monitorar a qualidade do que você come e até a forma como administramos a alimentação diária é essencial para evitar o acúmulo de gordura.

Até o ano de 2016, a Organização Mundial da Saúde indicou que havia 190 milhões de pessoas obesas no mundo. De acordo com seus dados, pelo menos 2.800.000 morreriam com essa condição. A única maneira de combater a obesidade e essa situação é através de hábitos saudáveis.

Para combater a obesidade devemos controlar o que comemos

Aqueles que têm uma tendência ao ganho de peso devem seguir um programa de alimentação mais cuidadoso do que o restante das outras pessoas para combater a obesidade. A ideia não é parar de comer, mas priorizar alimentos saudáveis, como os vegetais e as frutas.

No caso das pessoas com excesso de peso, é aconselhável fazer cerca de cinco refeições por dia controladas. A nível de obesidade infantil, o melhor plano de ação é começar cedo com hábitos saudáveis. Dessa forma, os filhos serão futuros adultos conscientes da sua saúde.

Mulher com calendário e balança nas mãos

O controle de peso é importante

As pessoas obesas devem se pesar semanalmente. Dessa forma, elas se tornarão conscientes das práticas alimentares que não lhes convêm. Parte do problema da obesidade é o descuido dos pacientes afetados.

A manutenção de uma revisão constante do peso permitirá corrigir a dieta para atingir o peso adequado. Isso nos permitirá passar para a próxima fase: combinar o exercício físico com hábitos saudáveis.

Realize um treinamento de acordo com as suas necessidades

O estilo de vida sedentário é o melhor amigo do excesso de peso. Parte do problema do acumulo de gorduras é não fazer nada para queimá-las. Por isso, as pessoas afetadas por essa doença devem se concentrar em aumentar a sua atividade física para combater a obesidade.

Deve-se destacar que não devemos fazer treinos muito exigentes se sentirmos que não podemos lidar com eles. O simples ato de caminhar, correr ou nadar pode fazer uma grande diferença. Mesmo em casa, podemos começar a treinar realizando alguns agachamentos. A ideia é ativar o metabolismo.

Dicas para se exercitar com excesso de peso

Se nós pudermos entrar na academia iremos dar enormes passos em direção a um peso saudável. Mas existem outras atividades que podemos desempenhar sem a ajuda de qualquer treinador e no nosso próprio ritmo.

  • Caminhe diariamente: a caminhada é o exercício natural por excelência e todos nós podemos fazê-lo. A melhor maneira de começar a se preparar para um treinamento mais forte é caminhar pelo menos 30 minutos por dia. Com esse simples treino nós iremos queimar calorias diariamente.
  • Evite o uso de elevadores e meios de transporte: para tornar a caminhada mais natural, podemos começar a usar as nossas pernas. Ao invés de usar o elevador, utilize as escadas e também devemos tente ir para o trabalho andando.
  • Invente treinos que te forcem a se exercitar: passear com o cachorro ou fazer compras caminhando são ótimas opções. O fato é que estaremos nos exercitando sem nem percebermos.
Caminhar com cão

Hábitos saudáveis: deixando os vícios por trás

Na prática, deixar a obesidade de lado vai além de evitar a ingestão de gorduras saturadas. Os doces e as frituras não são os únicos inimigos da nossa saúde. De fato, o consumo de álcool, cigarros e drogas aumenta a propensão a sofrer de sobrepeso e de obesidade.

O tabagismo tem uma relação direta com o excesso de peso. Isso se deve à dependência da nicotina e sua relação com uma necessidade de maior ingestão calórica. Além disso, fumar produz problemas cardiovasculares e respiratórios que nos empurram mais ainda para estilo de vida sedentário.

Também se sabe que o álcool contribui para a obesidade, especialmente entre os consumidores de cerveja. Alguns estudos afirmam que os homens que consomem bebidas alcoólicas têm um risco de 75% maior de obesidade abdominal. O uso de algumas drogas também gera alguns transtornos alimentares.

Se olharmos de perto, as mudanças que devemos fazer para evitar o acúmulo exagerado de gordura corporal são progressivas. Não se trata simplesmente de impor uma rotina alimentícia e de fazer um exercício que seja simplesmente intolerável. Pelo contrário, a ideia é progredir dando prioridade para a nossa saúde.