Exercícios que ajudam a reduzir o colesterol

20 de novembro de 2019
Podemos garantir que o exercício cardiovascular, desde que acompanhado de uma dieta saudável, é a melhor solução para reduzir os níveis de colesterol.

Para reduzir o colesterol é necessário, além da atividade física frequente, ter uma dieta balanceada. Mas exercitar-se é essencial porque o exercício cardiovascular ajuda tanto a reduzir os níveis de glicose quanto a diminuir a pressão arterial.

Qualquer pessoa que sofre de colesterol alto deve mudar radicalmente seus hábitos de vida, fazer exercícios físicos regularmente e ter uma boa alimentação que ajude a manter os níveis de colesterol estáveis​​.

Que exercício fazer para reduzir os níveis de colesterol?

Como mencionamos anteriormente, para que os níveis de colesterol não superem os valores recomendados, é necessário levar um estilo de vida ativo.

Steve Mann, em um de seus estudos, mostra que tipo de exercício é o mais adequado para que os níveis de colesterol sejam mantidos estáveis. De um modo geral, são os seguintes:

  • Se você tem um nível alto de colesterol, deve fazer exercícios 5 dias por semana. Para permitir que o LDC (colesterol ruim) diminua, enquanto aumenta o HDL (colesterol bom), a prática deve incluir tanto o trabalho de força quanto os exercícios aeróbicos.
  • Adicionalmente, se o nível de colesterol está alto e, ao mesmo tempo, devido ao peso ou à idade, a pessoa não pode se mover com facilidade, deve começar com exercícios de força para aumentar progressivamente seu condicionamento físico. Para isso, tarefas diárias como caminhar ou subir escadas podem fazer parte do treino diário. Devem ser evitados os exercícios que envolvam impacto articular.
  • Por outro lado, se os níveis de colesterol estão dentro dos parâmetros recomendados, mantendo um estilo de vida ativo (5 dias por semana de exercícios aeróbicos e de força), você não deverá ter problemas para controlar o colesterol.
6 dicas para reduzir o colesterol e mantê-lo sob controle

6 dicas para reduzir o colesterol e mantê-lo sob controle

A seguir, mostramos uma série de dicas muito simples que ajudam a manter os níveis de colesterol sob controle. Lembre-se, no entanto, que nenhuma delas deve substituir a consulta médica ou o tratamento indicado pelo profissional.

1. Comece a caminhar

Caminhar é um dos exercícios mais eficazes quando se trata de diminuir o colesterol. No entanto, se quisermos que essa atividade seja eficaz, deveremos realizar caminhadas longas e um pouco intensas, tentando chegar à uma frequência cardíaca de pelo menos 100 batimentos por minuto.

Devemos realizar o exercício de maneira contínua, com caminhadas variando entre 30 minutos e uma hora. Essa duração maior é necessária para que se recorra às reservas de gordura (chave para diminuir o colesterol). Podemos realizar essa atividade diariamente. Se não for possível, pelo menos três ou quatro dias por semana.

Uma das vantagens da caminhada é que qualquer pessoa pode praticá-la, independentemente do nível físico.

2. Comece a nadar regularmente

Se você estiver procurando por um exercício cardiovascular, mas com melhores resultados em termos de gasto calórico, pode optar pela natação. Uma de suas principais vantagens é o baixo nível de impacto articular, algo muito importante se os níveis de colesterol estiverem altos ou se a mobilidade for reduzida.

Para que a prática seja eficaz, será necessário ter um bom domínio da natação e da técnica envolvida, pois o esforço deve ser mantido pelo tempo necessário para atingir o objetivo. Se for essa a opção escolhida, recomendamos que você primeiro pratique e treine a técnica de natação.

Que exercício fazer para melhorar os níveis de colesterol?

3. Se caminhar parecer pouco, comece a praticar o running

O fato de andar pode ser extremamente entediante para muitas pessoas. Se quisermos dar um passo mais, o running é uma boa opção para isso. Para obter um resultado ideal e não desistir logo no início, convém aumentar a intensidade progressivamente.

Por exemplo, você pode começar devagar por 15 minutos e ir aumentando o ritmo gradualmente como ponto de partida. Como na natação, seria interessante recorrer a um profissional da área de atividades físicas para nos ajudar a melhorar a técnica de corrida.

4. A dança como atividade lúdica para reduzir o colesterol

A dança é uma atividade com uma grande relevância, graças ao seu componente lúdico, que nos permite interagir com mais pessoas enquanto melhoramos o nível cardiovascular. Além disso, permite trabalhar outras qualidades físicas muito importantes em determinadas idades, como o equilíbrio e a agilidade.

5. Atividades em centros esportivos

Atualmente, os centros esportivos oferecem inúmeras atividades cardiovasculares que nos permitem diminuir os níveis de colesterol enquanto ativamos a queima de gordura.

Uma vez no centro esportivo, também podemos aproveitar para trabalhar a força muscular, o que nos ajudará a tonificar os músculos após a queima de gordura.

O exercício cardiovascular ajuda tanto na redução dos níveis de glicose como na diminuição da pressão arterial

6. A importância de uma dieta equilibrada para reduzir o colesterol

Podemos dizer que cerca de 65% da população tem colesterol alto devido a fatores genéticos. No entanto, os 35% restantes devem controlá-lo mantendo uma dieta variada, equilibrada e saudável. Uma alimentação com pouca gordura será essencial para que os valores do colesterol não disparem.

Como você pode ver, reduzir o colesterol é algo bastante simples, desde que sejamos aconselhados por um profissional e cumpramos suas instruções. Para alcançar o objetivo, precisamos ser consistentes e dar o melhor de nós. Melhore a sua qualidade de vida com apenas alguns hábitos simples!