Treino em suspensão com TRX: dicas

10 de março de 2020
Uma das novas tendências do mundo fitness é o treino em suspensão, e um dos melhores equipamentos para praticá-lo é o TRX. Mas é importante seguir uma série de dicas para atingir os objetivos desejados.

Nos últimos anos, pudemos observar a contínua evolução do mundo fitness e a maneira como as pessoas treinam. Muitas dessas mudanças levaram as pessoas a praticar exercícios físicos em praticamente qualquer lugar. O treino em suspensão com TRX são um exemplo claro disso.

O que é a suspensão com TRX?

O TRX nada mais é do que um equipamento para praticar o treino em suspensão. O uso desse material faz parte do treino funcional.

Esse tipo de treino tem sua origem no século XIX. Nos Jogos Olímpicos de Atenas em 1896, os anéis, ou aros, faziam parte da competição e, portanto, marcaram a origem dos exercícios em suspensão.

No entanto, o TRX como tal foi inventado por um soldado americano, que pensou em usar o cinto de um paraquedas como um equipamento para os seus treinos. Atualmente, o TRX é bastante usado para o treino em suspensão.

Como se treina com o TRX?

A característica fundamental do TRX é o uso do próprio peso corporal como elemento de carga para realizar os diferentes exercícios. Esse é o princípio do treino funcional, que é a base do treino com TRX. Portanto, é o seu próprio peso que você terá que suportar, e o que proporcionará a resistência.

Para realizar o treino em suspensão com TRX, você precisa ter um único suporte corporal — normalmente os pés ou as mãos — e um ponto de ancoragem das fitas. O resto do corpo ficará suspenso. O único suporte que você tem no TRX são as alças que mantêm a tensão das faixas.

5 dicas para o treino em suspensão com TRX

5 dicas para o treino em suspensão com TRX

Para o uso correto desse equipamento e para que você possa realizar um treino de suspensão com TRX de maneira segura, é essencial seguir uma série de dicas que veremos abaixo.

  1. Aprenda a técnica correta. Isso é essencial para evitar qualquer tipo de lesão. Preste atenção à execução técnica de cada exercício. Para isso, você sempre deve contar com a orientação de um personal trainer.
  2. Faça uma progressão adequada. O mais recomendável é aumentar a intensidade e a complexidade dos exercícios à medida que você domina o TRX. Uma das chaves para o treino em suspensão, ainda mais com o TRX, é não exagerar no nível de esforço.
  3. Consiga um bom equilíbrio. Ter um bom controle motor é fundamental para evitar qualquer problema ao realizar os exercícios em suspensão. Aqui, o domínio que você tem sobre o core, ou seja, na área média do corpo, desempenha um papel essencial.
  4. Use o TRX para desenvolver força e fortalecer o core. Como o core desempenha um papel básico no treino em suspensão, esse treino serve para fortalecê-lo. Ao mesmo tempo, o TRX torna o treino de força mais completo e eficaz.
  5. Use um equipamento com qualidade comprovada. É importante ter sempre em mente que o sistema de correias deve suportar o peso do usuário. Portanto, deve ser de qualidade e estar bem instalado.
Que tipos de exercício podem ser feitos com o TRX?

Por último, mas não menos importante, não se esqueça de se divertir. Aproveite e se exercite em qualquer lugar com os exercícios de suspensão com TRX, mesmo em ambientes ao ar livre. Essa é uma vantagem em relação a outros equipamentos que não permitem que você treine fora da academia.

Que tipos de exercício podem ser feitos com o TRX?

Por ser um treino funcional e em suspensão, você pode utilizá-lo para uma ampla variedade de exercícios. Com o TRX, é possível realizar exercícios de flexibilidade, equilíbrio, core ou força, por exemplo. Além disso, você pode tirar proveito desse equipamento para trabalhar diferentes áreas do corpo, como o bíceps e os glúteos.

Além disso, lembramos que ele não requer um nível mínimo de condicionamento físico. Seguindo essas dicas, seu objetivo estará mais próximo. Anime-se e não espere mais para entrar em forma com o treino em suspensão com TRX!

  • Borreani, S., Calatayud, J., Colado, J. C., Moya-Nájera, D., Triplett, N. T., & Martin, F. (2015). Muscle activation during push-ups performed under stable and unstable conditions. Journal Of Exercise Science & Fitness, 13(2), 94-98.
  • Gaedtke, A., & Murat, T. (2015). TRX Suspension Training: A New Functional Training Approach for Older Adults – Development, Training Control and Feasibility. 8(3), 224-233.