Treinar com música melhora o desempenho?

· 7 de outubro de 2018
Ao ouvir música estimulamos o sentido auditivo e ativamos sensores em nossos cérebros que despertam diferentes emoções e, assim, podemos favorecer o nosso desempenho no treino ao sentir uma maior motivação.

Força, intensidade, resistência: palavras relacionadas ao desempenho esportivo. Pop, reggae, eletrônico… Essas palavras podem igualmente podem estar relacionadas ao desempenho nos esportes? Sim, treinar com música é diferente de treinar sem música!

Em linhas gerais, os efeitos da música modificam o humor e desenvolvem a criatividade. Agora, o que acontece se a música for incorporada ao treinamento esportivo?

A música nos influencia, e muito. Continue lendo e descubra o papel da música para melhorar seu desempenho nos esportes. O que você está prestes a ler, certamente vai fazer você querer treinar com música e criar uma boa playlist para a próxima vez que fizer exercícios:

Relação exercício-música

Em 2006, foi demonstrado por um estudo que os participantes aumentavam o passo ao ouvir uma música de um ritmo rápido. Além disso, também percorriam maiores distâncias sem se cansar tanto.

Desta forma, treinar com música aumenta a pressão para avançar e alcançar um melhor desempenho.

Menina com roupa de academia ouvindo música

Além disso, o ritmo também influencia. Devemos escolher um ritmo adequado para que a estimulação pela música seja eficaz. Ou seja, o ritmo da música deve se encaixar no exercício que estiver sendo feito.

Por exemplo, se você for correr ou fazer burpees, você deve buscar ouvir uma música agitada e, assim, manter uma conexão entre a execução do exercício e o que você estiver fazendo.

Melhore seu desempenho ao treinar com música

Além do ritmo e da sincronização com o movimento, as letras de música também influenciam no desempenho atlético.

Ouvir letras que promovam aspectos positivos, ou então letras com as quais você se identifica, criam um vínculo entre a música e os sentimentos que ela produz em você. Isso por sua vez te pressiona a fazer mais esforço durante o exercício.

Há um estudo do psicólogo C. I. Karageorghis que estipula que a música pode reduzir o cansaço, ou melhor, aumentar a capacidade de trabalho. De acordo com este estudo, treinar com música pode aumentar os níveis de produtividade, força e resistência.

Da mesma forma, ouvir música enquanto treina o distrai da dor ou do cansaço que você pode sentir durante o treinamento. Você vai se concentrar na música, no ritmo, nas letras, no quanto você gosta dela e, assim, seu desempenho melhora e se torna mais fácil esquecer a dor ou o cansaço.

É por esse motivo que algumas academias têm música tocando. Precisamente porque a música desempenha um papel muito importante, estimulando o cérebro a liberar a serotonina, conhecida como o hormônio do ‘bem-estar’. Dessa forma, as pessoas aproveitam e se divertem fazendo exercícios.

Promove a memória muscular

Isso acontece com os bailarinos que, ao aprender uma coreografia, podem se lembrar dela ao ouvir a música novamente, mesmo após muito tempo. Isso ocorre pois os movimentos de seus corpos vão em uníssono com a música, e esses movimentos ficam fixados nos seus cérebros ao ritmo da música.

Isso também acontece com o esporte, seja aprendendo novos exercícios ou experimentando um novo treino. A música vai estabelecer uma conexão com o que você fizer e assim seu cérebro vai associar a música ao exercício.

Essa é até uma dica de motivação. Quando você estiver com preguiça de treinar, você pode botar a música que geralmente escuta quando treina e seu corpo já ficará mais ativo e animado para praticar um exercício.

 

Mulher ouvindo música com fone na praia

Busque inspiração

Muitas coisas acontecem no seu cérebro quando você ouve música, incluindo respostas emocionais ao que você ouve. Isso significa que nem todas as músicas melhoram o seu desempenho esportivo pois, evidentemente, músicas que trazem uma lembrança ruim ou cujo ritmo não seja agradável não vão surtir o efeito desejado.

Então o mais aconselhável é escolher músicas que estejam de acordo com o exercício. Quando você terminar de treinar você pode ouvir músicas mais lentas enquanto se alonga e relaxa.

Além disso, se você for ouvir música com fones de ouvido, lembre-se de abaixar o volume nos exercícios de alta intensidade, a fim de proteger os ouvidos da pressão.

Aproveite a melhora no desempenho esportivo que a música pode te oferecer. Prepare uma boa playlist e entre no clima. Música, maestro!