Qual a melhor hora do dia para se exercitar?

· 13 de novembro de 2018
Costumamos acreditar que o exercício pela manhã é mais produtivo e benéfico. O assunto é, porém, muito mais complicado do que parece e não há um acordo geral sobre a melhor hora do dia para se exercitar.

Assim como cada fase do dia requer uma alimentação diferenciada, muitos atletas se perguntam qual é a melhor hora do dia para se exercitar. O problema é que as opiniões dos treinadores e dos médicos são divergentes. A questão permanece no ar. Qual a melhor hora do dia para se exercitar?

Fazer exercícios é uma tarefa matinal?

Há muitos atletas e especialistas que recomendam treinar pela manhã. Longe das refeições mais pesadas, este primeiro momento do dia nos permite controlar o peso e acelerar o metabolismo. De acordo com essa visão, a atividade física deve ser feita na primeira hora do dia. Mas será essa a melhor hora do dia para se exercitar?

Devemos lembrar que no início do dia há um fator energético favorável. Não que tenhamos mais energia, mas sim porque acabamos de sair do estado de repouso. Geralmente, as pessoas se sentem mais ativas durante essas horas. Além do fator físico, existe um componente psicológico favorável.

Mulher fazendo barras no parque

Considerando o componente social, fazer exercícios de manhã pode favorecer profissionais com uma agenda diária ocupada. Nesses casos, a coisa certa a fazer é se exercitar no curto período de tempo livre. Entretanto, o exercício matinal também tem suas desvantagens.

Os contras do exercício nas primeiras horas do dia

A prática de exercícios pela manhã traz “pequenos” riscos. Lembre-se que quando acordamos nossa temperatura corporal está muito baixa. Portanto, depois de oito horas de inatividade, nossos músculos estão menos flexíveis. Portanto, o risco de lesões tende a ser maior.

O treinamento da manhã requer uma dieta balanceada que nos permita fazer esforços, mas que não seja muito pesada. Esse problema pode ser resolvido com uma dieta dividida em cinco ou seis porções e exercícios de aquecimento.

Na verdade, é um mito que o nosso corpo esteja mais preparado e energizado durante a manhã. Alguns estudos afirmam que nosso melhor momento físico diário ocorre durante o fim da tarde e início da noite. Outros dizem que a melhor hora depende do comportamento e da rotina de cada um.

Fazer exercícios noturnos tem suas vantagens

Há pesquisadores que dizem que o exercício noturno pode ter resultados muito mais eficientes. A razão para isso é que o corpo teria uma melhor temperatura e flexibilidade após um dia de mobilidade. Os movimentos são mais completos e a probabilidade de lesões é menor.

Por tudo isso, embora não estejamos tão ativos psicologicamente durante a noite, nosso corpo está. Esse horário pode ser muito benéfico para as pessoas que precisam ganhar peso. Após o treinamento, uma pessoa de estrutura ectomórfica pode fazer um jantar não tão restrito.

Um homem e uma mulher fazendo exercícios de noite

Mesmo assim, o treinamento noturno também tem suas desvantagens. Os atletas podem estar mentalmente cansados ​​e nem todos os corpos respondem igualmente.

Além disso, dependendo de nossas necessidades, teríamos que projetar bem nossa dieta diária. À noite, qualquer alimento ingerido pode ter um efeito direto em nossa constituição física.

Um treino para cada momento do dia

Verificando a atividade hormonal humana, devemos entender que há exercícios recomendados para a manhã e outros para a noite. O fato é que nossos níveis de cortisol e testosterona variam ao longo do dia.

De acordo com o nosso comportamento hormonal, a manhã é ideal para exercícios de flexibilidade e resistência aeróbica. Estamos basicamente falando sobre aeróbico, alongamento e, claro, a corrida.

Na metade do dia, nossos níveis de testosterona sobem. Portanto, o correto seria fazer exercícios intensos nesse horário. Isso também acontece depois das seis da tarde. Finalmente, podemos deixar os treinos mais intensos e de resistência para a noite.

Melhor hora do dia para se exercitar depende da rotina

De acordo com esta última abordagem, os corredores treinam pela manhã. Em contraste, fisiculturistas e nadadores devem escolher os horários entre o meio-dia e as seis da tarde. Obviamente, atletas profissionais possuem uma dinâmica específica, orientada para sua modalidade.

Por outro lado, nunca podemos deixar de lado o componente rotina. Vivemos em um mundo cheio de horários, eventos sociais, trabalho, obrigações e fatores psicológicos. O mais importante é se exercitar!