Você sabe quem é Serena Williams?

· 7 de dezembro de 2018
Serena Williams tornou-se, por mérito próprio, referencia feminina no tênis mundial durante muitos anos; com algumas polêmicas e lesões ao longo da carreira, soube agregar capacidade física e qualidade como ninguém para se manter no topo

Serena Williams é uma jogadora de tênis profissional dos Estados Unidos, que ocupou a primeira colocação do ranking da ATP durante mais de 300 semanas.

Podemos dizer que ela leva o tênis nos genes, já que sua irmã mais nova, Venus Williams, também é uma das melhoras tenistas do mundo. As duas juntas conseguiram oito medalhas olímpicas.

Estilo de jogo e títulos de Serena Williams

Seu estilo de jogo, marcado por sua grande força tanto mental quanto física, e seus poderosos golpes fizeram com que ela fosse considerada uma das melhoras jogadoras de tênis da história.

“Acredito que eu e minha irmã mudamos o tênis feminino com muito estilo” 

– Serena Williams –

Essa superioridade de nível físico e de jogo pode ser vista durante toda a carreira de Serena Williams. Foram 39 títulos de Grand Slam, 23 deles individuais, 14 em duplas femininas (todos eles com sua irmã Venus) e os dois últimos em duplas mistas (com Max Mirnyi).

Serena Williams

Não é de se estranhar que ela seja considerada uma das melhores tenistas da história. Inclusive, pode-se dizer que é a melhor, já que tem o recorde de títulos de Grand Slam na era atual, entre mulheres e homens.

Além de todos esses títulos tão importantes, Serena também tem 23 títulos WTA. Mesmo com uma carreira indiscutível e todos os campeonatos conquistados, Williams declarou recentemente:

“Nunca me entedio dentro de uma quadra. Sinto prazer em jogar tênis e não foco nos títulos. Sempre quero ganhar e ganhar, e já planejo o próximo ano com outros quatro Grand Slams pela frente como meus objetivos.”

– Serena Williams –

Carreira brilhante apesar das lesões

Em 1999, Serena teve problemas por jogar muitas partidas. Saiu de um torneio com tendinite nos dois joelhos. Viu-se obrigada a fazer o mesmo no Aberto da Alemanha, por conta de uma torção no cotovelo direito. Nesse mesmo ano, teve que abandonar Wimbledon por conta de uma gripe.

O ano de 2000 foi ainda pior. No segundo torneio que jogou em Paris, lesionou-se na final. A pior lesão daquela temporada foi em Amelia Island, quando na segunda rodada teve que abandonar o jogo por uma ruptura no menisco do pé esquerdo. Depois dessa lesão, levou três meses para se recuperar.

Em agosto, Serena Williams voltou a se lesionar, na final do Aberto do Canadá. Quando estava com a partida dominada, um dos ossos da base do pé esquerdo inflamou. Ela perdeu o segundo set e precisou abandonar o terceiro.

Em 2001, teve que renunciar ao torneio de Paris por cansaço e ao torneio de Scottsdale por estar com gripe. Depois de quase dois meses, retornou para ganhar em Indian Wells e chegar às quartas de final em Miami. No entanto, teve que deixar de jogar em Charleston, Roma e Madri por conta de lesões no joelho.

Serena Williams comemorando

Em 2002, Serena não pôde disputar o Aberto da Austrália por conta de uma lesão no tornozelo, oriunda do torneio de Sidney, que precisou abandonar na semifinal.

Mais lesões, mais títulos

Em 2003, infelizmente, voltou a se lesionar no joelho durante uma partida de duplas em Wimbledon. Viu-se obrigada a abandonar o restante da temporada.

Em agosto de 2004, disputando o torneio de San Diego, lesionou o joelho esquerdo, o que ocasionou sua saída da competição. Também não jogou o Aberto do Canadá e os Jogos Olímpicos de Atenas. Mesmo assim, disputou o restante dos Grand Slams.

No final daquela temporada, problemas no estômago tiraram qualquer possibilidade de vencer o WTA Tour Championship.

Em 2005, Serena Williams disputou Wimbledon com dores e com uma fratura por estresse no tornozelo. Essa lesão repetiu-se no fim do ano, junto com problemas no joelho, que a forçaram a não jogar o final da temporada.

Em 2006, voltou a deixar de jogar vários dos mais importantes torneios do ano. Entre eles, Roland Garros e Wimbledon, por conta de uma lesão crônica no joelho. Por isso, jogou apenas alguns torneios.

Em Outubro de 2007, disputou o tornei ode Zurique e, na primeira rodada, abandonou-o por conta de uma lesão muscular.

Por último, vale ressaltar que Serena Williams é a única tenista a ter completado o “Golden Slam” no simples e nas duplas. O Golden Slam é como se chama a conquista de um jogador que vence os quatro títulos de Grand Slam e o ouro olímpico.