Shidokan: uma arte marcial boa para o corpo e para a mente

· 29 de maio de 2019
Dentro do karatê podemos encontrar muitos estilos, dentre eles o Shidokan. Trata-se de uma arte marcial que não usa armas e que pode ser praticada em qualquer idade.

Embora se diga que não é bom generalizar, no caso das artes marciais podemos afirmar sem medo de errar que todas elas são muito benéficas tanto para o corpo quanto para a mente. Por isso, no artigo a seguir, vamos falar sobre uma delas: o Shidokan.

Características e história do Shidokan

O Shorin-ryu Shidokan é o ramo principal do estilo Shorin-ryu no karatê. É um estilo que se originou na ilha de Okinawa, no Japão, graças a um Dan chamado Katsuya Miyahira. Às vezes, é confundido com o Shidokan japonês moderno (criado nos anos 80 por Yoshiji Soeno).

Mas os primórdios do Shidokan antigo ou tradicional remontam ao ano de 1948 – é bastante recente em comparação a outras artes marciais milenares – quando Miyahira abriu seu primeiro dojo na cidade de Kanehisa, Okinawa.

Ele se baseou nas técnicas ancestrais dos samurais japoneses, mas sem usar armas (já que elas eram proibidas para o restante da população).

O Shidokan deriva do karatê, que significa ‘ caminho das mãos vazias’. Essas disciplinas fizeram com que homens desarmados fossem igualmente letais devido a seus movimentos e técnicas.

O dan escolheu batizar este lugar com o nome de Shidokan, que na língua japonesa significa ‘casa do caminho do guerreiro’. As máximas do dojo vêm dos livros de Confúcio e são as seguintes:

  • Ouça o seu coração para sempre seguir o caminho correto.
  • Permaneça próximo ao sol das virtudes e não se desvie delas.
  • Confie no poder da benevolência e da ajuda.
  • Aproveite as suas habilidades.
Características e história do Shidokan

O Shidokan que conhecemos hoje

Atualmente, o Shidokan é um dos estilos de karatê mais difundidos na Ásia. Somente em Okinawa, há 25 dojos (academias) onde ele pode ser praticado. Há até mesmo diferentes torneios internacionais.

Além disso, outros países onde o Shidokan pode ser praticado são: Argentina, Filipinas, Estados Unidos, Guam, Alemanha, Suíça, Grécia, Holanda, Austrália, Brasil, Canadá, França, Israel, Rússia e Itália.

Os katas (formas ou figuras) praticados no Shidokan variam de acordo com o dojo, mas existem alguns que são comuns a todos os karatecas: Kihon, Pinan, Naihanchi, Kusanku, Teisho, Chinto, Gojushiho, Jion e Koryu Passai (estes dois últimos não foram inventados por Miyahira).

Esta modalidade tem diferentes técnicas, tais como os golpes (médios, altos ou ‘com a faca da mão’), os chutes (frontal, lateral, empurrando para trás, circular, pisando forte), as defesas (alta, externa, interna, inferior, baixa) e as posturas ou katas (de atenção, natural, básico, do cavalo, do gato ou da perna cruzada).

Benefícios da prática do Shidokan

Tanto o Karatê quanto o Shidokan são técnicas de defesa pessoal sem o uso de armas. Elas não são um esporte, mas sim uma arte marcial, e devem ser tratadas como tal; isto é, a sua prática implica muito respeito.

Um dos principais benefícios da prática do Shidokan reside em respeitar a si mesmo e também aos adversários. Nas aulas ensina-se a ajudar uns aos outros, a prestar atenção nos professores ou nos alunos mais avançados e também a aumentar a confiança em si mesmo.

Outra vantagem do Shidokan tem a ver com alcançar o nosso potencial máximo e lembrar que o verdadeiro ‘inimigo’ está dentro de nós. A cada aula, o aperfeiçoamento é encorajado no lugar do desejo de vencer os outros.

Certamente não podemos ignorar que, sendo uma arte marcial, podemos usá-la como uma defesa pessoal contra um agressor ou assaltante de qualquer tamanho, mesmo que ele esteja portando uma arma.

Benefícios da prática do Shidokan

Adequado para todos os tipos de pessoas

Durante as aulas, os alunos são intimidados, mas sempre com o objetivo de aumentar a sua confiança e segurança… Assim, eles conseguem dar o melhor de si mesmos! O Shidokan é perfeito para qualquer idade, pois cada pessoa poderá tirar o máximo proveito das aulas:

  • Mulheres: dá às mulheres as habilidades necessárias para confiar em si mesmas diante do perigo e de outras facetas da vida.
  • Crianças: esta arte marcial constrói corpos fortes e íntegros, mas também personalidades pacientes, respeitosas e equilibradas. Também aumenta a autoconfiança, por isso é perfeita para crianças.
  • Idosos: ajuda-os a manter o equilíbrio, a agilidade, a coordenação, a flexibilidade e a vitalidade. Ao mesmo tempo, é uma prática ideal para socializar e se sentir mais confiante em caso de assaltos.

O Shidokan tem muitas vantagens, por isso é recomendado praticá-lo desde cedo. No entanto, nunca é tarde demais para incluí-lo na nossa rotina esportiva. Você verá que ele será útil de várias maneiras!

  • Piepiora, P. A., Szmajke, A., Migasiewicz, J., & Witkowski, K. (2016). The karate culture and aggressiveness in kumite competitors. Ido Movement for Culture. https://doi.org/10.14589/ido.16.2.5
  • Shidokan Karate Open World Championship. 2016. http://internationalbudokai.weebly.com/uploads/2/9/3/0/29301887/world_championship_2015_-_english_all.pdf