Como segurar uma raquete de pádel

· 11 de fevereiro de 2019
Conheça as diferentes técnicas e dicas para segurar uma raquete de pádel, um dos esportes que mais cresceram nos últimos tempos.

Existem diferentes maneiras de pegar uma raquete de pádel e conhecer todos nos permite jogar de forma mais completa e eficaz. Embora existam mais de dez maneiras diferentes, neste artigo vamos nos concentrar nos três mais importantes. Continue lendo para descobrir quais são.

Segurar uma raquete de pádel: o básico

Quando estamos dando os primeiros passos (ou golpes) neste esporte maravilhoso, a primeira coisa que devemos saber é que existem maneiras diferentes de pegar o remo ou a raquete. Como escolhemos como vamos segurar? Tudo dependerá das circunstâncias do jogo e do golpe que você deseja realizar.

Por esta razão, os jogadores profissionais vão mudando a forma várias vezes no mesmo jogo ou ponto: a inclinação da raquete está relacionada com o golpe que é dado na bola.

Mulher jogando pádel

Embora a versatilidade das empunhaduras seja um passo à frente na prática – isto é, devemos nos preocupar ocm isso depois de ter treinado um pouco – é bom ter em mente que no futuro teremos a possibilidade de mudar a forma como agarramos a raquete.

Com essa consciência, saberemos que poderemos passar a bola mais facilmente se formos rápidos e escolhermos a melhor opção instantaneamente.

Pois bem, como podemos nos guiar para ter uma boa pegada na raquete? Devemos segurar como se estivéssemos apertando as mãos de alguém. Podemos pedir ao nosso parceiro ou treinador para nos dar a raquete segurando pela cabeça (a parte larga).

Então vamos deixar o polegar de um lado e os quatro dedos restantes do outro. Nós desceremos a mão seguindo a linha do perfil da pá até alcançar o cabo (a parte inferior). Então fechamos as mãos para segurar a raquete.

Esta opção para pegar uma raquete de pádel é o básico e o primeiro a ser ensinado para aqueles que acabaram de começar no mundo deste esporte. É conhecido como ‘continental’ ou ‘martelo’ e nos permite bater com mais naturalidade e facilidade… Ideal para iniciantes!

Além disso, como temos apenas que nos preocupar em deixar o punho fechado e mover o pulso para dar direção à raquete, podemos prestar atenção a outras coisas que no início podem nos custar pontos (como deslocamentos).

Não se esqueça de que você deve sentir confortável o pulso, mão, dedos e até mesmo braço e ombro: uma postura forçada pode levar a lesões; também no início, recomendamos que você não tente alterar o controle se der golpes para a direita (ou drives) ou para a esquerda (ou reverso).

Embora seja um pouco entediante passar algumas aulas apenas praticando a aderência continental e deixando de lado a emoção do jogo, a verdade é que, se não soubermos como agarrar a raquete desde o início, será mais difícil progredir e mudar de aderência.

Começar com uma técnica incorreta limita nossa capacidade de continuar aprendendo.

Mulheres jogando pádel

Mais dois tipos de empunhadura

Nós já falamos sobre a maneira mais comum de pegar uma raquete de pádel, agora é a vez dos outros dois mais comuns: eastern e western.

É claro que há outras pegadas, que são compartilhados com o tênis e têm nomes como “empunhadura rasa”, “empunhadura profunda”, etc. Mas não vamos detalhar um por um hoje – talvez mais tarde. A seguir, vamos descrever as duas pegadas básicas após a continental:

1. Eastern

Pode ser usado em várias situações, incluindo os golpes diretos, o backhand em bolas muito baixas e os power shots (nos permite acertar muito forte).

Para pegar a pá neste estilo, devemos agarrá-la com a mão esquerda apontando para a frente e, em seguida, apoiar a palma da mão direita na superfície da maior parte da raquete. Nós descemos a mão direita até o punho e a fechamos.

2. Western

Embora tenha esse nome (que vem do tênis), isso não significa que só podemos usar para dar um golpe de backhand ou esquerdo; ele também “aceita” tiros de direita.

Existem quatro situações específicas em que é conveniente usar: na defesa direita com bolas muito baixas, nas tacadas baixas de backhand, nas pancadas de três (metros) e na ‘viper strike’ (ideal para quem não tem bom remate).

Para segurar uma raquete, colocamos a raquete paralela ao chão, apoiamos a palma da mão na empunhadura com o dedão apontando para nós e fechamos o punho. Com a mão oposta, pegamos a raquete na parte central.