Quais são os benefícios de praticar judô e como é essa arte marcial?

· 7 de agosto de 2018
Como todas as artes marciais, o judô pode ter uma reputação de esporte agressivo ou perigoso, mas a verdade é que sua prática pode fornecer múltiplos benefícios, como trabalhar nossa psicomotricidade.

O judô foi reconhecido pela Unesco como um dos esportes mais completos para crianças e jovens. São muitos os benefícios de praticar judô, pois ele ajuda a melhorar a saúde física e mental. O que é judô? E quais são os benefícios de praticá-lo?

O que é o judô

O judô é uma arte marcial de origem japonesa. O significado do termo é “caminho para a flexibilidade” ou “caminho para a suavidade”. É um sistema de combate sem armas, cujo objetivo é abater o adversário usando sua própria força para imobilizar o oponente no solo.

Pessoa com roupa de judô amarrando a faixa preta

Para conseguir isso, é necessário usar técnicas que envolvem forças físicas quanto mentais e emocionais. Aqueles que praticam garantem que o judô vai além de ser apenas um esporte, é um estilo de vida.

Os benefícios da prática do judô atingem todo o organismo em sua totalidade, fortalecendo a coordenação física, a autoconfiança e a concentração.

Pode ser praticado por pessoas de qualquer idade e sexo, mesmo com habilidades diferentes, porque favorece o desenvolvimento do respeito pela integridade do outro e de si mesmo.

Quais são os benefícios de praticar judô?

Benefícios físicos

Quando falamos dos benefícios de praticar judô em relação ao nosso físico, a prática ajuda a queimar calorias. É ideal para quem quer fazer um esporte completo. Também é positivo para perder peso e manter a silhueta, pois ativa o metabolismo.

A nível respiratório é altamente benéfico, pois ensina a respirar melhor, a concentrar-se no ritmo da inalação e exalação. Alivia distúrbios como a asma, pois otimiza a ventilação pulmonar.

O sistema cardiovascular também melhora, uma vez que a prática favorece a boa circulação sanguínea. Graças ao judô, é possível prevenir a hipertensão e outras patologias cardíacas.

O judô envolve o aprendizado de certas posturas que melhoram o equilíbrio corporal, aumentam a elasticidade dos músculos e a flexibilidade das articulações. Tudo isso reduz o desconforto de certas patologias, como a osteoartrite.

Esta arte marcial regula a função do sistema digestivo, facilitando a motilidade intestinal. Até tonifica os órgãos como o fígado e o pâncreas. As técnicas e posturas aprendidas também são positivas para o sistema nervoso. Fortalece a memória e aumenta a resistência à dor.

Os benefícios de praticar judô também envolvem a tonificação dos músculos e a manutenção do corpo em harmonia. No entanto, do ponto de vista emocional e psíquico, a contribuição é ainda maior.

Benefícios psíquicos

A prática deste esporte otimiza as habilidades psicomotoras permitindo um equilíbrio tanto físico quanto mental; é um crescimento para o atleta.

O judô é uma excelente escola para aumentar o respeito em relação aos outros e a si mesmo, sendo um esporte ideal para superar a timidez e controlar a agressão.

No caso das pessoas tímidas, o judô ajuda a perder o medo do contato com pessoas diferentes e a expressar-se através de seu próprio corpo. Além disso, melhora a confiança nas próprias habilidades.

É uma excelente válvula de escape que favorece a liberação de sentimentos negativos. O judô ensina como corrigir comportamentos agressivos, aumentando a tolerância à frustração de maneira construtiva.

Aumento da autoestima

Menina tranquila em um parque

O judô aumenta a autoestima. A prática regular deste esporte dá à pessoa autoconfiança, enquanto fomenta otimismo e bom humor.

A concentração que é essencial no momento do treinamento também é útil em todas as áreas da vida. Aqueles que praticam este esporte estão acostumados a pensar antes de agir e a não se deixar levar pelas emoções em situações difíceis.

O judô é um dos esportes que beneficiam seus praticantes de forma integral. Com raras exceções, é adequado para qualquer tipo de pessoa, independentemente da idade ou sexo.

Essa arte marcial pode ser praticada com uma orientação competitiva, embora na maioria das vezes os alunos prefiram aprender as técnicas que exigem menos esforço de forma recreativa.

Mesmo assim, os benefícios para a saúde são indiscutíveis, e a prática é amplamente recomendada por especialistas. Ela enriquece a capacidade de cada indivíduo de se desenvolver de forma harmoniosa, tanto fisicamente quanto emocionalmente.

Esta arte marcial japonesa é muito mais que um exercício físico. Ela oferece as ferramentas necessárias para treinar o corpo enquanto gera qualidades úteis, forma o caráter e ajuda a estar em equilíbrio consigo mesmo e com os outros.