Tudo o que você precisa saber sobre a vitamina B6

8 de outubro de 2019
A vitamina B6 é um dos muitos nutrientes de que o corpo precisa para o seu metabolismo. Hoje vamos contar tudo sobre ela.

A vitamina B6 ou piridoxina é uma vitamina hidrossolúvel do complexo B. Ela é formada por três componentes fundamentais: piridoxina, piridoxal e piridoxamina. É um dos micronutrientes fundamentais que o corpo humano precisa repor diariamente para manter uma homeostase adequada.

Onde a vitamina B6 pode ser obtida?

A vitamina B6 é encontrada em muitos alimentos de consumo diário e regular. Por esse motivo, é muito fácil manter níveis adequados dela. Por exemplo, ela está presente em alimentos como os seguintes:

  • Cereais integrais;
  • Trigo e derivados;
  • Carnes brancas e de vitela;
  • Frutos do mar;
  • Laticínios;
  • Oleaginosas;
  • Frutas, principalmente a banana e o abacate.

Em geral, uma pessoa que segue uma dieta equilibrada terá uma ingestão suficiente de vitamina B6 para atender às necessidades nutricionais do corpo. Em contrapartida, os atletas que seguem dietas restritivas terão que modificar os seus hábitos nutricionais ou considerar a suplementação com piridoxina.

Funções da vitamina B6

A vitamina B6 ou piridoxina atua como uma coenzima em muitos processos celulares do corpo. Entre suas funções, destacam-se a síntese de eritrócitos – as células do sangue conhecidas como glóbulos vermelhos – e a manutenção da função cerebral adequada. Também desempenha um papel fundamental nos seguintes processos:

  • Ela está envolvida no metabolismo energético de gorduras e carboidratos. Participa transformando o glicogênio em glicose no fígado.
  • É de grande importância no metabolismo de certos aminoácidos, incluindo o triptofano, que é um precursor da serotonina. Níveis adequados de serotonina estão relacionados à manutenção do humor e à prevenção de doenças mentais, tais como a depressão.
Fontes de vitamina B6

  • Participa na gênese de novas terminações nervosas.
  • Contribui para a formação de anticorpos, de tal forma que fortalece o sistema imunológico.

Déficit de vitamina B6

A deficiência de vitamina B6 está associada a inúmeros sintomas. Tendo em vista que ela tem um papel importante em tantos processos diferentes, é natural que isso se manifeste de várias maneiras:

  • Alterações da pele, tais como erupções cutâneas;
  • Fadiga, astenia e letargia;
  • Alterações do estado de humor, tais como transtornos depressivos;
  • Anemia;
  • Úlceras bucais ou linguais, conhecidas como ‘aftas’;
  • Tremores e irritabilidade;
  • Cãibras musculares;

Excesso de vitamina B6

É muito comum que os iniciantes na prática esportiva comecem a usar suplementos com todos os tipos de substâncias a fim de melhorar o seu desempenho o mais rápido possível.

No entanto, devemos ter um cuidado especial quando usamos suplementos com vitaminas e minerais sem a supervisão de um profissional. Principalmente porque também podem surgir sintomas relacionados ao seu excesso. Às vezes, eles são semelhantes aos causados pela sua falta:

  • Alterações do estado de humor;
  • Tontura;
  • Enfraquecimento do sistema imunológico;
  • Náuseas;
  • Hipersensibilidade à luz solar;
  • Neuropatia periférica.

Todos estes sintomas podem ser evitados ​​com uma nutrição adequada. Assim, se suspeitarmos que podemos estar diante de um excesso de vitamina B6, precisamos fazer exames para que o médico decida qual é a atitude terapêutica mais apropriada a seguir. Sem dúvida, o objetivo será o de corrigir a situação o quanto antes.

De fato, outro ponto importante a ter em mente é que a vitamina B6, por ter um metabolismo hepático, pode interagir com vários medicamentos, aumentando ou diminuindo a sua concentração no sangue.

Portanto, ela pode alterar os seus efeitos, bem como os possíveis efeitos colaterais. Assim, se tomarmos medicamentos regularmente, devemos ter cuidado ao suplementar a vitamina B6.

Vitamina B6 na prática esportiva

Influência na prática esportiva

Como podemos ver, a vitamina B6 é um nutriente fundamental em muitos processos metabólicos de obtenção de energia para o corpo.

Naturalmente, uma maior demanda de energia devido à prática esportiva habitual aumentará as demandas de vitamina B6. No entanto, uma pessoa que segue uma dieta equilibrada não deve se preocupar com um possível déficit desse nutriente.

Contudo, se o corpo for exposto a dietas restritivas com o objetivo de emagrecer rapidamente e drasticamente, é possível que os sintomas próprios de um déficit de piridoxina sejam experimentados. Exemplos são a letargia e alterações do estado de humor.

Certamente esses sintomas diminuirão o desempenho esportivo significativamente. Por esse motivo, e a título de conclusão, destaca-se a recomendação de seguir uma dieta balanceada com um suprimento correto de vitamina B6. De qualquer forma, consultar o médico de confiança sempre deve ser o primeiro passo a ser dado.

  • Spinneker A, Sola R, Lemmen V, Castillo MJ, Pietrzik K, González-Gross M. Vitamin B6 status, deficiency and its consequences–an overview. Nutr Hosp [Internet]. [cited 2019 Apr 13];22(1):7–24. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17260529
  • Vitamina B6: MedlinePlus enciclopedia médica [Internet]. [cited 2019 Apr 13]. Available from: https://medlineplus.gov/spanish/ency/article/002402.htm
  • Brown MJ, Beier K. Vitamin B6 Deficiency (Pyridoxine) [Internet]. StatPearls. StatPearls Publishing; 2019 [cited 2019 Apr 13]. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29261855