Salada engorda? Veja o que pode aumentar as calorias da sua salada

· 26 de agosto de 2018
As saladas são uma forma saudável e fácil de comer, mas se quisermos aproveitar esses dois princípios de facilidade e saúde devemos evitar alguns ingredientes.

Salada é sinônimo de comida saudável. Mas você já ouviu falar que salada engorda?

Em geral sim, salada é saudável. Mas em muitas ocasiões isso não é totalmente certo, já que esse prato aparentemente saudável pode ter ingredientes que tornam a afirmação que “salada engorda” uma verdade.

Ao adicionar alguns ingredientes que só trazem gordura e calorias desnecessárias para nossa alimentação, podemos chegar ao ponto de engordar. Vamos saber quais são os ingredientes proibidos na salada para poder perder peso.

Salada engorda?

Todos nós já decidimos fazer uma salada mais de uma vez. Começamos com os ingredientes básicos, tais como alface, tomate ou pepino. Depois, colocamos algum complemento, como frutas secas, conservas ou picles.

Por último, para criar um prato mais completo, acabamos colocando frango em tiras, queijo, molhos… O que, a princípio, era uma salada light, acaba se tornando uma bomba calórica.

Finalmente, se analisarmos a salada completa, chegaremos à conclusão de que teria sido menos calórico comer um bom sanduíche ou até um pedaço de pizza. Para não cometer esses erros, a seguir vamos apresentar quais são os ingredientes proibidos em sua salada quando você está trabalhando com um limite de calorias para poder emagrecer.

Pão

Salada com pão

O pão é um ingrediente cada vez mais comum nas saladas. Apesar de ser um alimento saudável, deve ficar fora de suas saladas. Isso acontece principalmente por dois motivos:

  • O pão que geralmente está nas saladas é cortado em quadrados e frito. São os croutons. Pequenas bombas calóricas que só trazem uma quantidade de calorias que não queremos quando comemos uma salada, ainda mais empapada de azeite.
  • Se, por outro lado, o pão está simplesmente cortado, sem ter passado na frigideira, terá um efeito esponja quando entrar na salada. Vai empapar todo o azeite e o vinagre, e fará com que o resto da salada fique seca.

Se quisermos comer pão, é muito melhor que seja uma fatia com algum acompanhamento como segundo prato. Outra opção poderia ser um frango grelhado ou um peixe no forno.

Molhos

Salada com muita maionese

Os molhos são os grandes inimigos das saladas. Em muitas ocasiões, depois de preparar uma salada saudável, colocamos molho em cima. Esses molhos geralmente têm um alto teor de gorduras. Além disso, geralmente compramos os molhos prontos, que são ainda menos saudáveis. Nesse caso, ao preparar uma salada cheia de molho podemos dizer sim que salada engorda.

Nós recomendamos que você evite os molhos prontos para saladas, maioneses e outros tipos presentes no mercado. O mais recomendável é temperar a salada com uma das três formas que vamos propor a seguir:

  • Tempero típico: Uma pitada de sal, um pouquinho de azeite de oliva e um pouco de vinagre.
  • Tempero para dietas: Coloque meio limão espremido na salada. Você terá um toque ácido 100% saudável e baixo em calorias.
  • Vinagre balsâmico: Uma pitadinha de vinagre balsâmico dará à salada esse toque cremoso que os molhos dão ao prato, mas em versão saudável.

Frango frito

frango frito na salada

O frango é outro dos ingredientes proibidos em sua salada. Esse ingrediente que até pouco tempo nunca estava nas saladas se popularizou nos últimos anos. Muitas das saladas que levam esse alimento são apresentadas como saladas Ceasar.

Em primeiro lugar, é preciso diferenciar um frango grelhado cortado em tiras com pedaços de frango frito e processado. Colocar alimentos fritos não trarão nada saudável à salada. É uma forma de aumentar as calorias desse prato, sem trazer nada de bom a nosso corpo.

Macarrão

macarrão na salada

Mais um dos ingredientes proibidos na salada. O macarrão é uma fonte de calorias. Além disso, esse tipo de saladas são sempre melhores com algum molho.

Se você vai cozinhar a salada de macarrão, uma boa ideia é cozinhar somente a metade, e complementar o prato com alface, tomate ou pepino. Assim, teremos um prato mais equilibrado. Teremos carboidratos, mas na quantidade justa. Ao mesmo tempo, teremos todos os benefícios de comer uma salada convencional.

Queijo

um pedaço de queijo cortado

Se gostarmos de queijo na salada, devemos saber diferenciar os mais calóricos dos menos. Dependendo do tipo de queijo, podemos multiplicar por quatro o número de calorias na salada. Nós recomendamos os queijos desnatados, light ou do tipo ricota.

Escolhendo um queijo apropriado, podemos aproveitar esse alimento e consumir lácteos de uma forma saudável.