Molho de tomate: propriedades e truques para uma receita perfeita

· 19 de abril de 2019
Que o molho de tomate é uma opção infalível para trazer sabor, textura e aroma aos nossos pratos está fora de discussão, mas, além disso, o tomate também oferece inúmeras propriedades benéficas e é usado até mesmo como um remédio natural.

Para os amantes da boa cozinha, o molho de tomate é sinônimo de prazer e satisfação. Perfeito para acompanhar massas, carnes e guisados, é sobretudo uma receita que nunca cansa ou sai de moda. Para aprender a fazer um delicioso molho de tomate caseiro, te convidamos a conhecer uma receita clássica da gastronomia italiana.

Propriedades do tomate para a nossa saúde

O tomate é rico em vitaminas A e C que atuam como antioxidantes naturais, combatendo os radicais livres e os danos celulares.

Além disso, também oferece uma importante contribuição de cálcio, potássio, magnésio, fósforo, ferro, vitamina K e do complexo B. Portanto, este alimento contribui para fortalecer o sistema imunológico, assim como para melhorar a resistência física.

Molho de tomate com manjericão

Visto que é pobre em calorias, ele pode ser um excelente aliado para aqueles que procuram perder peso de forma saudável. Estima-se que 500 gramas de tomate contribuem com não mais do que 100 calorias para o corpo.

Também é importante destacar que os níveis de gordura do tomate são muito baixos, podendo então ser consumido até mesmo por pacientes com problemas cardiovasculares.

Os tomates também contêm uma substância chamada niacina, que age como um regulador natural do colesterol. Assim, o consumo regular de suco de tomate é um potente remédio caseiro para controlar os níveis de LDL no sangue (o colesterol “ruim”).

Por outro lado, o tomate contém uma boa porcentagem de fibra, sendo assim muito eficaz para facilitar o trânsito intestinal, melhorar a digestão e, além disso, prevenir a constipação.

Também não devemos nos esquecer de suas propriedades hidratantes e anti-inflamatórias para a pele. O preparo de sucos ou máscaras à base de tomate é indicado para combater a acne, infecções, bem como alergias de pele.

Receita básica de molho de tomate para massas e pizzas

Esta receita clássica de molho de tomate é excelente para acompanhar a massa comum ou integral, e é cheia de sabor. Também é indicada para espalhar em nossas pizzas caseiras, com um simples toque de orégano.

Receita básica de molho de tomate para massas e pizzas

Ingredientes:

  • 7 tomates secos (ou uma lata de tomates pelados em conserva)
  • ½ pimentão vermelho picado finamente
  • ½ cebola picada finamente
  • 2 dentes de alho picados
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • ½ taça de vinho branco
  • Sal a gosto
  • Uma pitada de açúcar

Modo de preparo:

  1. Se escolhermos usar tomates frescos, devemos prepará-los previamente antes de cozinhar. Para isso, podemos usar dois métodos. O primeiro é ralar os tomates crus e usar a polpa resultante (sem as sementes) para assim fazer o molho de tomate. O outro é ferver os tomates, remover a pele e as sementes para triturá-los em seguida.
  2. No entanto, se usarmos tomates em conserva, teremos apenas que triturá-los.
  3. Reserve a polpa de tomate já preparada e então dedique-se a preparar o refogado de legumes.
  4. Em uma panela, adicione o azeite de oliva e refogue a cebola, o pimentão e o alho finamente picados. Em seguida, tempere com sal a gosto para facilitar que os legumes soltem seus líquidos.
  5. Quando os vegetais estiverem quase dourados, adicione a polpa de tomate com uma pitada de açúcar.
  6. Após mexer por alguns minutos, adicione o vinho branco, abaixe o fogo para o mínimo e deixe o molho reduzir.
  7. Após uma hora de cozimento lento, o nosso molho de tomate estará bem cozido, saboroso e muito aromático.

Alguns truques para fazer um molho de tomate perfeito

  • O maior segredo para um bom molho de tomate é cozinhá-lo lentamente, no fogo baixo. A pressa geralmente é inimiga das receitas clássicas, onde os detalhes fazem toda a diferença. Assim, é preciso dedicar tempo para preparar um molho de tomate requintado além de ter cuidado para não queimar a receita.
  • A partir desta receita básica, podemos fazer diferentes molhos incorporando novos ingredientes. Um exemplo de preparação rica e saudável é adicionar berinjela salteada e algumas folhas de manjericão. Se quisermos um molho mais forte, basta adicionar um pouco de linguiça em cubos e um toque de pimenta.
  • Este molho de tomate pode ser armazenado na geladeira por cinco dias, sempre em frascos hermeticamente fechados. Se optarmos por congelar a receita, podemos aproveitá-la por até cinco ou seis meses aproximadamente.