Dieta depurativa: quando pode ser necessária?

11 de maio de 2019
Você se sente pesado? A balança revela os excessos nutricionais cometidos nos últimos dias? Uma dieta depurativa planejada e responsável pode ser a solução.

Uma dieta depurativa pode ser muito eficaz, mas é importante realizá-la sempre sob a supervisão de um profissional e por um curto período de tempo. Caso contrário, além de não conseguir os objetivos desejados, podemos nos sentir cansados ​​e fracos.

É essencial realizar este tipo de dieta apenas quando for necessário, e não de forma regular. A seguir explicamos quais são estes momentos. Além disso, aprofundaremos as características desse tipo de regime e como ele deve ser feito para ser eficaz e benéfico para o organismo.

Quando é necessário realizar uma dieta depurativa?

As dietas depurativas cumprem a função de limpar o corpo. É por isso que não é preciso fazê-las regularmente, mas apenas quando necessário.

Um bom momento para isso é depois das férias. Em geral, é o período do ano em que mais comemos. Ao longo de algumas semanas abusamos de pratos fartos, doces e álcool em todas as refeições.

Assim, acabado o período de festas, estamos com alguns quilos a mais. Além disso, não se trata apenas de uma questão de peso, mas também sentimos desconfortos estomacais, como a acidez e a sensação de peso resultantes da ingestão de uma grande quantidade de alimentos em um curto período de tempo.

Portanto, este se torna o momento perfeito para iniciar uma dieta depurativa. Bastam alguns dias para limpar o organismo e se livrar do excesso de gordura e de álcool que ingerimos.

Dieta depurativa como ponto de inflexão

Uma decisão muito sábia é adotar a dieta depurativa como um ponto de inflexão entre os momentos de excessos e a alimentação saudável habitual. Passar alguns dias em uma dieta depurativa nos faz melhorar rapidamente do inchaço e da acidez no estômago. Assim, podemos voltar a nos alimentar como antes.

Quando é necessário realizar uma dieta depurativa?

É inútil realizar uma dieta depurativa se após o seu término continuarmos nos alimentando de maneira incorreta. É por isso que deve ser um ponto de inflexão para limpar o organismo e voltar à rotina de uma alimentação saudável.

Lembre-se de que você também não deve ficar obcecado com a alimentação, e que é inevitável que, em épocas como as férias, caiamos em excesso com a comida. Não há problema se, após isso, voltarmos a cuidar da nossa alimentação e aos exercícios regulares.

Características de uma dieta depurativa

Uma dieta depurativa não implica em deixar de comer ou passar fome por vários dias. É essencial fazer cinco refeições por dia, com a variação de que vamos evitar determinados alimentos.

Os protagonistas deste estilo de alimentação são as vitaminas, os minerais, a água e as proteínas que não estão associadas às gorduras. Quanto aos alimentos que estarão proibidos durante estes dias, como não poderia ser de outra forma, encontram-se as gorduras, os açúcares e o álcool.

Além disso, fibra deve estar presente em cada uma das refeições. É fundamental para eliminar os excessos e estimular o funcionamento do sistema digestivo.

Também deve-se ingerir líquidos cinco vezes ao dia. Neste sentido, os sucos naturais ou os chás são muito benéficos e altamente recomendados em qualquer dieta depurativa.

Quanto à duração, depende do nível de excessos que tivemos nos dias anteriores. De qualquer forma, esse tipo de dieta nunca deve ser prolongado para além de uma semana. Assim, o mais adequado é que dure entre 3 e 6 dias.

Quando é necessário realizar uma dieta depurativa?

Conclusão

As dietas depurativas são muito benéficas para momentos específicos em que cometemos excessos. Elas devem ser uma referência entre esses momentos de refeições abundantes e o retorno à alimentação normal.

Como aconselhado anteriormente, lembre-se de eliminar o açúcar, as gorduras e o álcool durante estes dias e não prolongar a dieta para além de uma semana.

De qualquer forma, você deve ter em mente que estas são apenas algumas orientações básicas. Se você quiser realizar uma dieta depurativa, o mais aconselhável é recorrer a um profissional. Esta pessoa elaborará uma dieta totalmente personalizada de acordo com suas necessidades e características.

  • Elisa Blázquez Blanco. La dieta depurativa. Sindicato Nacional de Trabajadores de la Secretaría de Salud. Recuperado de: http://www.sntsa37.org/bien/docs/dietad.pdf
  • OMS. (2003). Dieta, nutrición y prevención de enfermedades crónicas. Serie de Informes Técnicos 9161, 1–152. https://doi.org/ISBN 92 4 120916 X ISSN 0512-3054 (NLM classification: QU 145)