O que comer durante a rotina de treinamento no inverno?

· 9 de abril de 2019
Refeições quentes rápidas e saudáveis, compatíveis com a sua rotina no inverno; descubra como é este tipo de alimentação para, dessa forma, não perder desempenho esportivo durante os meses frios.

A dieta do atleta deve variar de acordo com os meses do ano. Para que você saiba quais são os alimentos mais adequados para os atletas nesta época fria do ano, vamos explicar que você deve comer durante a rotina de treinamento no inverno.

Com a chegada do inverno, o frio e a queda das temperaturas pedem receitas mais quentes, por isso é necessário adaptar a alimentação.  O segredo é continuar se alimentando de maneira variada e cozinhando igualmente de forma saudável, porém quente.

Dessa forma, seu corpo estará mais bem preparado para se exercitar e também vai se recuperar de uma forma mais eficiente. Assim, continue lendo pois vamos explicar quais são os segredos da dieta do atleta durante os meses de inverno.

Frutas próprias da época

Já falamos muitas vezes sobre o quanto é importante comer os alimentos próprios de cada época. Não só porque eles são os mais baratos no mercado, mas também por causa de todos os benefícios de comer as frutas e legumes típicos de cada estação.

Frutas próprias da época para comer durante a rotina de treinamento de inverno

As frutas da época estão no ponto ideal para serem consumidas. Além disso, elas possuem um sabor melhor, bem como um maior número de propriedades. Adicionalmente, se pensarmos no meio ambiente e na importância de cuidar dele, essas frutas são muito mais sustentáveis.

As frutas próprias de cada estação são as seguintes:

  • Verão. Melão, melancia, figos ou peras.
  • Primavera. Morangos, ameixas, nêsperas ou damascos.
  • Outono. Uva, caqui, romã ou maçã.
  • Inverno. Laranjas, tangerinas ou toranjas.

Agora que você já conhece as frutas de cada estação, você já pode se beneficiar das propriedades que elas contêm. Lembre-se de que um grande consumo de frutas traz grandes benefícios para a resistência do atleta, bem como para o seu condicionamento físico.

Legumes quentes

Se há uma receita que é sinônimo de vida saudável e que é indispensável para qualquer atleta, é a salada. Porém, durante o inverno, este prato tão versátil parece muito frio e, portanto, pouco atraente.

Uma maneira de continuar a comer legumes e verduras durante os meses de inverno é cozinhá-los e então consumi-los quentes ou mornos.

Legumes quentes

Consumir os legumes quentes não significa que você tenha que passar muito mais tempo na cozinha nem você tenha que preparar receitas muito complicadas. A seguir, vamos te mostrar diferentes maneiras de consumir legumes e se aquecer tanto antes quanto depois do exercício.

  • Feijão verde com batata cozida. Uma receita tradicional, rápida, saudável e cheia de nutrientes. Basta cozinhar ambos os ingredientes separadamente e então temperá-los com um pouco de azeite de oliva.
  • Legumes assados. Corte e descasque todos os legumes que você quiser. Você pode assar apenas um ou então combinar vários. Adicione uma pitada de sal e um pouco de azeite de oliva e asse no forno a 170 graus, até que fiquem prontos. Dessa forma, é bem simples preparar um prato com legumes ou um complemento perfeito para acompanhar a carne ou o peixe.

Assar ou cozinhar são duas das maneiras mais saudáveis de cozinhar os vegetais. Ao contrário das frituras, desta forma não há a adição de nenhuma caloria ou gordura extra e todas as propriedades são preservadas. Além disso, existem tantos tipos de legumes que é impossível se cansar deles.

Sopas para comer durante a rotina de treinamento de inverno

Se existe uma comida típica do inverno, essa é a sopa. Do ponto de vista da nutrição do atleta, ela é um alimento muito interessante. As sopas são um tipo de hidratação perfeito para o pós-treino.

Quando uma pessoa termina um treino, ela está desidratada e, portanto, deve fornecer água para o corpo. Neste momento após um esforço físico, a sopa é perfeita porque, além de recuperar líquidos, também fornece nutrientes.

Uma sopa de legumes com pouco sal e um bife grelhado seria um almoço ou um jantar perfeito para um pós-treino no inverno. Por um lado, a carne fornece proteínas e, por outro, a sopa ajuda a hidratar o corpo.

Assim, durante os meses de inverno, a dieta do atleta deve variar para se adaptar às novas temperaturas. Isso não significa que você tenha que passar mais tempo na cozinha, mas sim que você deve preparar a comida de uma maneira diferente.

Dessa forma, lembre-se de consumir alimentos próprios da época, sopas para se hidratar e legumes quentes.