Você conhece o movimento comida de verdade?

· 14 de outubro de 2018
Essa alternativa de alimentação saudável surge enquanto é cada vez mais comum comer alimentos processados e as taxas de obesidade estão cada vez mais altas

Você ainda não ouviu falar do movimento comida de verdade? É uma das mais novas tendências em termos de alimentação e está invadindo redes sociais como o Instagram e o Twitter. Se você quiser saber do que se trata e também entrar neste tipo de alimentação saudável, então continue lendo e se atualize.

O que é o movimento comida de verdade?

O principal objetivo do movimento comida de verdade é comer da forma mais saudável possível. Para isso, a dieta é baseada no consumo de alimentos naturais e praticamente sem processamento.

As pessoas que seguem o movimento comida de verdade comem alimentos naturais, que são coletados da natureza e que não tenham sido modificados. Elas entendem que essa é a maneira mais saudável de se alimentar e também de prevenir doenças.

Vários alimentos naturais em uma mesa

O movimento comida de verdade quer enfrentar a alimentação predominante no século XXI e nos fazer voltar a comer da mesma forma que nos tempos passados, nos quais o fast food quase não estava presente.

Qual comida é “de verdade” e qual não é?

O movimento comida de verdade opta pelo consumo de um tipo de alimento e pela rejeição de outros. Os alimentos ‘de verdade’ e, portanto, permitidos, são aqueles completamente naturais. Por exemplo frutas, verduras, legumes, carne e peixe.

Nesta dieta ou modo de alimentação, os alimentos processados também são permitidos, porém minimamente. Os alimentos processados permitidos são aqueles que já estão cortados, descascados, congelados ou enlatados.

Por outro lado, encontramos os alimentos que não são permitidos. São os alimentos processados e principalmente, os ultraprocessados. Portanto, produtos processados, pré-cozidos e pouco saudáveis são rejeitados.

Por que os alimentos ultraprocessados são rejeitados?

A principal característica do movimento comida de verdade é a rejeição de alimentos ultraprocessados. Apenas um alimento que tenha sido processado de forma saudável e que mantenha as propriedades intactas é permitido na dieta.

Assim, alguns alimentos processados saudáveis seriam aqueles que são vendidos descascados, picados ou congelados.

Mulher colhendo tomates

Essa rejeição aos alimentos processados se deve ao fato de que, quando esses produtos são preparados, os nutrientes dos alimentos são perdidos. Além disso, ao mesmo tempo outros elementos prejudiciais ao organismo são adicionados.

Basta comparar um filé de carne bovina com um hambúrguer de carne. Ao se processar o filé, parte de suas propriedades é perdida, enquanto sua quantidade de gorduras e açúcares aumenta. Também aumentam os compostos artificiais.

Este aumento de ingredientes pouco saudáveis é muito maior se olharmos para os ingredientes de qualquer produto feito em uma rede de fast food. O movimento comida de verdade também busca aumentar a conscientização sobre os efeitos nocivos do consumo desses alimentos, tanto com frequência quanto ocasionalmente.

Na maioria dos casos, parece que não acontece nada por comer em lanchonetes de fast food ou por comer alimentos processados. Mas esse movimento busca fazer com que esses hábitos desapareçam e que, além disso, haja consciência de como eles são prejudiciais à saúde.

Quantas pessoas seguem esse movimento alimentar?

A primeira coisa que deve ficar clara é que seguir o estilo de vida comida de verdade não significa estar de dieta. É um tipo de vida saudável que vai além da alimentação, pois também se preocupa com a sustentabilidade e o meio ambiente.

Em conclusão, em uma sociedade na qual os alimentos ultraprocessados, as dietas milagrosas e o fast food dominam, é uma boa notícia que os alimentos de verdade estejam se tornando cada vez mais populares.