Podemos misturar carboidratos com proteínas?

· 1 de abril de 2019
Não misturar carboidratos com proteínas é uma teoria sobre nutrição bastante difundida, explicamos por quê ela surgiu e se têm alguma verdade a seguir.

Uma das dietas mais conhecidas é a dissociada que é baseada no ato de não misturar carboidratos com proteínas. Muitos se perguntam quais são os benefícios disso e se essa dieta realmente funciona. Bem, hoje falamos de onde surge essa ideia e quais benefícios ela pode ou não trazer para o nosso organismo.

Não misturar carboidratos com proteínas: realidade ou mito?

Essa crença foi difundida por uma simples razão: os carboidratos são digeridos no meio alcalino do intestino, enquanto as proteínas são digeridas no meio ácido.

Portanto, se ambos forem ingeridos juntos, não poderão ser digeridos ao mesmo tempo, porque o corpo não poderá criar dois meios – um ácido e um alcalino – em um só sistema digestivo.

Além disso, os carboidratos são de digestão lenta, enquanto as proteínas são de digestão rápida. Quando o ácido é misturado com o alcalino, ele é neutralizado, então as proteínas não serão digeridas rapidamente.

Macarrão com presunto

Quando misturamos os dois componentes na mesma refeição, o corpo gastará mais tempo e energia na separação de sucos digestivos para assimilar todos os alimentos consumidos.

Mesmo que o corpo produza sucos ácidos, estes voltarão a ser neutralizados, fazendo com que o corpo precise de mais energia para começar o processo novamente para digerir os alimentos.

Isso levará várias horas e, até que a digestão termine, fará com que nos sintamos pesados ​​e com que o alimento fermente e não seja usado da maneira apropriada, podendo até engordar.

Durante todo esse tempo, os carboidratos são fermentados e podem levar à flatulências, acidez ou indigestão.

E a dieta mediterrânea?

Uma pergunta que pode surgir é que, se não se pode misturar carboidratos com proteínas, por que os especialistas afirmam que a dieta mediterrânea, na qual isso é feito, é tão saudável?

Bem, nós só explicamos o que acontece no organismo quando misturamos carboidratos com proteínas mas, como sempre dizemos, o segredo está no equilíbrio. A dieta mediterrânea mistura carboidratos com proteínas, mas em uma medida adequada.

Quando a quantidade de proteínas e vitaminas é superior à dos carboidratos, o corpo tem tempo para assimilar tudo da maneira correta e não permitir que os alimentos fermentem.

Mesmo assim, não misturar carboidratos com proteínas seria uma dieta ideal na qual você pode comer de tudo e perder peso rapidamente. Só é necessário um pouco de imaginação quando se trata de comer e saber quais alimentos escolher quando você sai para comer com os amigos. Você quer algumas ideias?

Como comer sem misturar carboidratos com proteínas

Para entender como comer desta maneira saudável e que nos ajudará a perder peso, primeiro precisamos saber o que é carboidrato e o que é proteína. Bem, os carboidratos são:

  • Cereais
  • Arroz
  • Farinhas
  • Macarrão
  • Banana-da-terra
  • Mandioca
  • Batatas
  • Legumes (embora também forneçam proteína, seu maior teor é de carboidratos)
Nhoque

As proteínas consistem de:

  • Carnes
  • Peixes
  • Laticínios (embora o queijo tenha um alto teor de gordura)
  • Ovos

Bem, como comer sem misturar carboidratos com proteínas? Por exemplo, se você quiser comer macarrão, em vez de fazer uma lasanha com macarrão, faça um mussaca, evite o tomate frito e troque-o por picado, e coma-o sem bechamel ou queijo.

Se você quiser uma salada, esqueça os croutons de pão, como no caso da salada Caesar. Quando comer carne e peixe, você pode acompanhá-los com verduras, cogumelos ou saladas. Esqueça os alimentos fritos e sempre que você quiser comer legumes, arroz ou macarrão, sempre coma com vegetais.

Se a sua ideia é perder peso, não misturar carboidratos com proteínas pode ajudá-lo, desde que você se assegure de comer de tudo durante a semana para que seu corpo tenha os nutrientes de que precisa.

Se você quiser manter seu peso enquanto leva um estilo de alimentação saudável, a dieta mediterrânea é também uma excelente opção.