Açúcares naturais: qual é a melhor opção?

25 de fevereiro de 2020
Vamos mostrar quais são os açúcares naturais para adoçar os seus pratos sem colocar a sua saúde em risco.

Nos últimos anos, foram feitas tentativas para reduzir o consumo de açúcar ou substituí-lo por opções mais saudáveis como os açúcares naturais.

Um alto consumo de açúcar aumenta o risco de doenças como diabetes ou alguns tipos de câncer. Além disso, a sua ingestão está relacionada à obesidade e problemas cardiovasculares a médio ou longo prazo [1] [2].

A adição de açúcar aos alimentos geralmente estimula o apetite e a vontade de comer de forma descontrolada, o que aumenta a ingestão calórica diária de forma significativa.

No entanto, deixar o sabor doce de fora da dieta é uma tarefa árdua para muitas pessoas. Por esse motivo, certas estratégias são usadas para adoçar os pratos sem recorrer ao açúcar branco comum.

Açúcares naturais presentes nas frutas

Esta é a melhor opção para obter o sabor doce sem colocar a saúde em risco. As frutas contêm uma certa quantidade de açúcares, embora o mais abundante na sua composição seja a água. Dessa forma, elas podem ser utilizadas para melhorar o sabor das receitas sem que a ingestão de açúcar seja muito alta.

Além disso, vitaminas e antioxidantes são abundantes na sua composição, o que é interessante para combater os radicais livres e para maximizar a eficiência do metabolismo energético.

Apesar disso, cada tipo de fruta tem uma quantidade diferente de açúcar. As tâmaras, por exemplo, são caracterizadas por serem muito ricas nesse nutriente, enquanto as maçãs são praticamente apenas água e fibra. Assim, dependendo do poder adoçante que pretendemos alcançar, podemos usar uma variedade ou outra.

Atualmente, existem marcas comerciais e restaurantes que oferecem opções de pratos doces usando açúcares naturais. Eles geralmente usam bananas, tâmaras ou abóboras na sua composição para oferecer esse sabor sem prejudicar a saúde.

Açúcares naturais

No entanto, essa tendência ainda não chegou aos lares, onde o açúcar de mesa ainda é a principal opção para adoçar as receitas.

Mel, maple syrup e outros açúcares

Existe uma certa tendência de substituir o açúcar de mesa por mel ou outra substância adoçante semelhante. Esses produtos contêm uma alta quantidade de açúcares na sua composição e o efeito estressante que eles produzem no pâncreas não é muito diferente daquele produzido pelo açúcar de mesa.

A indústria pretende nos convencer de que eles também fornecem outras substâncias, tais como os antioxidantes. No entanto, para nos beneficiarmos do seu consumo, precisaríamos de uma enorme ingestão desses produtos. Portanto, eles são pouco práticos.

Isso não significa que eles não possam ser usados, mas sim que isso sempre deve ser feito de maneira controlada, da mesma forma que o açúcar de mesa.

Reduzir o consumo de açúcar não é uma tarefa fácil

O açúcar tem um poder de dependência sobre o nosso organismo que alguns autores comparam ao de outras drogas. Portanto, suspender a sua ingestão repentinamente pode ser insustentável, além de levar a mudanças emocionais e energéticas.

Uma das melhores decisões para começar a reduzir o seu consumo é substituir os produtos processados ​​por alimentos naturais. A indústria peca ao usar açúcar com muita frequência nos seus produtos, e em quantidades muito altas.

Por isso, a eliminação desses produtos da dieta contribuirá para reduzir a ingestão desse nutriente de forma significativa.

Outra opção muito interessante é adoçar os alimentos com açúcares naturais, tais como frutas cortadas ou batidas, ou opções artificiais, como sacarina ou stévia.

Apesar de tudo, ainda é necessário tomar alguns cuidados com os adoçantes artificiais, uma vez que não se sabe o efeito que eles podem causar no organismo a médio ou longo prazo.    

Açúcares naturais

Açúcares naturais: conclusão

Reduzir a ingestão do açúcar de mesa é crucial para melhorar a saúde. A melhor opção é introduzir as frutas nas receitas como um elemento adoçante. Às vezes, podemos usar algum produto como o mel, mas não é aconselhável abusar deles.

Além disso, é interessante reduzir o consumo de açúcar e a dependência dessa substância gradualmente. Para isso, devemos substituir o consumo de alimentos industrializados e processados ​​por produtos frescos.

Dessa forma, a saúde da população vai melhorar e a incidência de muitas doenças complexas a médio e longo prazo será minimizada.

  1. DiNicolantonio JJ., O’Keefe JH., Wilson WL., Sugar addiction: is it real? A narrative review. Br J Sports Med, 2018. 52 (14): 910-913.
  2. Freeman CR., Zehra A., Ramírez V., Wiers CE., Volkow ND., Wang GJ., Impact of sugar on the body, brain, and behavior. Front Biosci (Landmark Ed), 2018. 23: 2255-2266.