O que é a fermentação de alimentos e como ela beneficia a saúde?

12 de maio de 2019
Você já experimentou o chucrute, o kefir ou o missô? Por serem alimentos fermentados, eles podem contribuir muito para sua saúde.

A fermentação de alimentos não é nenhuma novidade, já que o ser humano vem consumindo esse tipo de produto há milhares de anos. Produtos básicos e com muita história, tais como pão, queijo ou álcool, são feitos seguindo este processo.

No entanto, esta técnica está mais na moda do que nunca e os produtos fermentados estão presentes na maioria dos supermercados atualmente. Isto ocorre porque eles têm uma grande quantidade de propriedades muito benéficas para o corpo.

Se você quiser saber mais sobre este processo natural, a seguir vamos explicar detalhadamente em que ele consiste, bem como as diferentes maneiras pelas quais ele é benéfico para a saúde.

Em que consiste a fermentação de alimentos?

A fermentação de alimentos é um processo natural no qual as suas propriedades são modificadas pela ação de uma série de bactérias. A fermentação não acontece em qualquer alimento, pois as bactérias precisam de um ambiente específico para que possam se desenvolver e modificar o produto.

Para que isso aconteça, os alimentos devem conter açúcares. Esta é a única maneira das bactérias modificarem as propriedades organolépticas dos alimentos.

O processo de fermentação pode ser natural ou artificial. A fermentação natural ocorre quando as bactérias estão naturalmente presentes nos alimentos. Em contraste, no processo de fermentação artificial, as bactérias são adicionadas a um alimento que não as tem naturalmente.

Benefícios para a saúde

Como dissemos anteriormente, os produtos fermentados são muito bons para a saúde. A seguir, vamos explicar algumas das suas virtudes mais notáveis. Você vai se surpreender ao saber como um simples alimento pode ter um efeito tão positivo no corpo.

Facilitam a digestão

Se a sua digestão geralmente é difícil, é recomendável incluir alguns produtos fermentados no seu dia a dia. Como resultado da ação dos microrganismos, os nutrientes são decompostos em formas mais simples.

É por isso que a digestão se torna mais fácil e assim é possível evitar a incômoda sensação de estômago pesado que todos já sentimos em algum momento.

Os alimentos fermentados facilitam a digestão

Eliminam toxinas e resíduos

Os alimentos fermentados têm uma poderosa ação depurativa que consegue eliminar as toxinas que se acumulam no organismo. Portanto, esta é uma maneira natural de limpar o corpo e se sentir melhor.

Além disso, essa propriedade facilita o emagrecimento e estimula o trabalho de órgãos que realizam essa função, tais como os rins, o fígado ou o intestino.

Facilitam a absorção de nutrientes

Assim como explicamos anteriormente, os microrganismos decompõem os nutrientes em formas mais simples durante o processo de fermentação. Por serem mais simples, o organismo as digere de maneira mais eficaz, de tal forma que ele possa se beneficiar ao máximo dos nutrientes presentes.

Favorecem a microbiota

A microbiota é composta de milhões de microrganismos que se alojam no intestino. Eles são fundamentais para a absorção de nutrientes, prevenção da invasão de germes e fortalecimento do sistema imunológico.

Às vezes, esse conjunto de bactérias fica prejudicado como resultado do estresse, de um vírus ou de uma má alimentação. Uma maneira eficaz de mantê-la funcionando corretamente é consumir alimentos fermentados. Estes vão colaborar para um bom equilíbrio das bactérias e evitar problemas de saúde.

Alimentos fermentados

Depois de conhecer todas as propriedades dos alimentos fermentados, você certamente estará disposto a consumi-los. Há uma grande quantidade de alimentos cujo processo de elaboração inclui a fermentação. Além disso, eles podem ser consumidos de diversas maneiras, por isso é impossível se cansar deles.

  • Chucrute: Este é um prato típico da Alemanha, que consiste em repolho fermentado. Geralmente é consumido como acompanhamento para carnes ou em forma de salada. Este alimento também é uma fonte de vitaminas dos grupos C e K.
Alimentos fermentados: Chucrute

Imagem: cuerpomente.com

  • Kefir: É um produto muito semelhante aos iogurtes convencionais. Contém probióticos, que também têm um efeito muito positivo para o organismo.
Alimentos fermentados: Kefir

  • Kombucha: Esta bebida fermentada é bastante desconhecida, mas vale a pena incluí-la nesta lista por causa do grande número de propriedades que ela contém. Trata-se de um chá de sabor ácido, originário dos países orientais.
Alimentos fermentados: Kombucha

http://ediblenortheastflorida.ediblecommunities.com

  • Missô: Produto fermentado básico na cozinha de países como a China e o Japão. É o resultado da fermentação da soja juntamente com cereais e geralmente é usado para fazer sopas.
Sopinha de missô

Em resumo, a fermentação de alimentos é algo que vem acompanhando a nutrição das pessoas ao longo dos séculos. Atualmente, conhecemos os seus benefícios e temos a possibilidade de usá-la de diversas maneiras. Qual é a sua favorita?

  • Recetas, M., Fermentados, A., & Sencillas, R. (2015). Fermentación: Cómo hacer chucrut. Eva Muerde La Manzana.
  • Vega, E. (2012). Producción de Alimentos por Actividad Bacteriana – Fermentación. Universidad de Puerto Rico1, 12. https://doi.org/10.1108/17511340810893090
  • Montano, A., De Castro, A., & Rejano, L. (1992). Transformaciones bioquímicas durante la fermentación de productos vegetales. Grasas y Aceites43(6), 352–360. https://doi.org/10.3989/gya.1992.v43.i6.1132