Efeitos positivos da cafeína no treinamento esportivo

· 17 de agosto de 2018
São muitas as pessoas que apreciam os benefícios do café ou que usam bebidas que contêm cafeína, mas muitos não sabem a influência positiva que esta substância tem sobre o desempenho esportivo.

A cafeína é uma substância polêmica; existem muitos mitos sobre ela ser boa, ruim, quem pode consumir e quem não pode. Para aqueles que se exercitam sistematicamente ou fazem treinamento esportivo, é interessante conhecer os efeitos positivos da cafeína para o desempenho.

O que é a cafeína?

É uma substância alcaloide que vem naturalmente das folhas ou sementes de algumas plantas. Entre elas estão o café, como o próprio nome indica, o guaraná, a erva mate e alguns chás; em certas classificações também é possível encontrar termos como teína ou guaranina.

Em uma análise de todos esses produtos, a verdade é que a molécula dessas plantas é o mesmo alcaloide, com a diferença de que algumas delas contêm outras substâncias.

Ela é considerada um tipo de droga, uma vez que atua no sistema nervoso central. Ela aumenta os níveis de atenção, é estimulante e altera de uma forma muito leve as percepções. É consumida diariamente por uma alta porcentagem da população mundial.

Apesar de seus efeitos sobre o sistema nervoso, a cafeína não é considerada um tipo de doping, então isso não deve causar preocupação. Na verdade, algumas organizações a consideram sim como doping, mas em concentrações extremamente altas que quase ninguém consome normalmente.

Efeitos positivos da cafeína nos atletas

Cafezínho com açúcar

 

Hoje existem muitos estudos sobre a cafeína em relação ao esporte. O achado mais importante é de que ela tem efeitos ergogênicos.

O termo ergogênico se refere a medicamentos, compostos ou substâncias que contribuem para aumentar a potência muscular. Em outras palavras, uma ajuda ergogênica é aquela que melhora a capacidade de trabalho do corpo, o que assim se traduz em desempenho.

Os efeitos ergogênicos da cafeína variam de acordo com a condição física do atleta, a intensidade do exercício realizado e o tempo de duração dele. Também é frequentemente anunciado que a cafeína é um queimador de gordura, mas para este tipo de atleta esse não é o atributo mais significativo, mas sim o aumento no desempenho.

Além disso, entre os efeitos positivos da cafeína é possível citar:

  • Diminui a sensação de sono.
  • Contribui para o funcionamento do sistema circulatório.
  • Aumenta a concentração
  • Aumenta o estado de atenção
  • Combate a fadiga.
  • Estimula a respiração

Como atletas devem consumir cafeína

Quando consumir cafeína?

A cafeína atua e atinge seu nível máximo de concentração no organismo uma hora após o seu consumo. É importante levar isso em conta para prever o melhor desempenho do atleta no momento ideal.

Por outro lado, recomenda-se remover a cafeína da dieta do atleta e a incluir apenas durante a competição. A razão é que, se o organismo se habituar ao seu consumo, os efeitos serão menores.

É aconselhável que qualquer atleta que decida consumir cafeína experimente seus efeitos antes de qualquer competição, para assim ver que efeitos ela tem no seu organismo.

Quanta cafeína consumir?

A quantidade recomendada de cafeína é de três a seis miligramas por quilo de peso; é contraindicado consumir mais de 500 mg por dia. Embora a cafeína não possa ser considerada uma substância tóxica, não é bom exagerar.

Como consumir cafeína?

Algumas bebidas a contêm, como o café ou o chá; algumas bebidas energéticas também. No entanto, os produtos mais recomendados são os específicos para atletas; nesses suplementos, a cafeína é desidratada, para que assim se possa controlar as doses e evitar os efeitos adversos das bebidas.

O mito da desidratação

Muitas pessoas acreditam que a cafeína é um diurético e que, portanto, quando consumida no momento do exercício, poderia causar desidratação. Não há, entretanto, evidências de que a cafeína produza qualquer problema ou desequilíbrio relacionado aos líquidos do nosso corpo.

Mulher bebendo água

Alguns efeitos para levar em conta

Como qualquer outra substância, a cafeína também pode ter efeitos adversos. Entre eles estão:

Vício. Embora seja leve, as pessoas que geralmente consomem cafeína dizem que precisam dela todos os dias. Ela se transforma em um hábito difícil de eliminar.

Insônia. Algumas pessoas quando consomem cafeína mostram dificuldade para dormir, e também irritabilidade ou nervosismo. Isso também pode ocorrer quando ela é eliminada da dieta diária, pode-se dizer que ocorre uma síndrome de abstinência leve.

Distúrbio estomacal. Certas pessoas podem ter pouca tolerância à cafeína e assim podem manifestar distúrbios estomacais de diferentes tipos.

Todos os organismos são diferentes. Cada atleta deve considerar sua condição, seu desempenho e o tipo de esporte que pratica para então avaliar se esses efeitos positivos da cafeína lhe favorecem. Ela é recomendada para jogadores de rugby, futebol, ciclismo e outros esportes de alta intensidade.