Dieta desequilibrada: como ela afeta o seu corpo?

3 de abril de 2019
Se quisermos seguir uma dieta, devemos ter certeza de que ela segue um equilíbrio e fornece todos os nutrientes necessários, já que é de pouca utilidade perder peso às custas de perder também a saúde

Quando falamos em dieta, pensamos no controle da quantidade e do tipo de alimento que uma pessoa consome, geralmente com uma finalidade específica. Mas não devemos nos esquecer que a dieta deve fornecer para o corpo uma série de nutrientes essenciais, por isso não podemos ter uma dieta desequilibrada.

Tendo em mente estas duas definições, vamos falar sobre como uma dieta de perda de peso pode afetar negativamente sua saúde caso seja desequilibrada.

Você precisa saber que, se você perder muito peso em pouco tempo, pode ter problemas como a desidratação, a sensação de fadiga crônica, bem como uma maior probabilidade de sofrer uma lesão e um distúrbio alimentar, como por exemplo a anorexia.

Desidratação

Se você perder muito peso em pouco tempo, pode ter problemas de desidratação

Uma perda rápida de líquidos pode criar uma falsa sensação de perda de peso, falsa porque mais cedo ou mais tarde essa água será recuperada quando você retornar à sua dieta habitual.

As principais dietas que causam essa desidratação são as dietas hiperproteicas, a prática do jejum ou aquelas que são muito pobres em calorias, todas elas diferentes tipos de dieta desequilibrada que você deve evitar.

As maiores consequências da perda de água são cardiovasculares e renais, já que o sangue é principalmente feito de água e isso o torna mais espesso, e assim pode haver problemas de circulação – pressão baixa – e também problemas para regular a temperatura do corpo.

Ao mesmo tempo, a desidratação pode causar uma queda significativa no desempenho em funções básicas, o que nos leva à próxima seção: fadiga crônica ou aquela sensação de corpo pesado, de estarmos constantemente cansados.

Fadiga crônica

Uma dieta desequilibrada não dá todos os nutrientes para o organismo, razão pela qual ele passa a trabalhar o mínimo possível e o corpo se sente constantemente cansado.

Outra condição que podemos ter é no sistema nervoso, uma vez que essas dietas ativam o sistema nervoso parassimpático de modo que o corpo passa a economizar energia. E não há melhor maneira de economizar energia do que fazer com que você se sinta cansado.

Também existem consequências para o hipotálamo, que é responsável por regular as funções do apetite, o sono e as emoções. É por isso que se você tiver uma dieta desequilibrada, seu descanso pode ser afetado, assim como você pode ficar mais irritado.

Lesões produzidas por uma dieta desequilibrada

Nesta seção vamos falar sobre os atletas, porque pode ser que uma perda de peso abusiva também leve a uma perda de massa muscular, que é, em grande parte, a protetora dos nossos ossos e articulações.

Se nossos músculos estiverem mais fracos e continuarmos a praticar esportes com igual intensidade, as lesões logo aparecerão.

Também aumentam as chances de sofrer uma fratura quando praticamos esportes, porque os ossos ficam mais fracos devido à falta de nutrientes.

Distúrbios alimentares

Distúrbios alimentares

Devemos atentar para que o desejo de perder peso não nos torne obcecados e passemos então a sofrer de transtornos alimentares tão sérios quanto a anorexia – uma desordem do comportamento alimentar que se caracteriza por um peso anormalmente baixo, intenso medo de ganhar peso e uma percepção distorcida de si.

A bulimia é outro distúrbio, sendo uma desordem alimentar e psicológica caracterizada pela adoção de comportamentos nos quais o indivíduo se afasta dos hábitos alimentares saudáveis, consumindo alimentos em excesso durante períodos de tempo muito curtos.

Esse hábito também é chamado de compulsão alimentar, e na bulimia é seguido por um período de arrependimento, que pode levar o sujeito a eliminar o excesso de comida através de vômitos ou laxantes.

Dicas

  • Não se pese todos os dias
  • Não se olhe no espelho todos os dias em busca da figura perfeita
  • Vá a um especialista antes de iniciar qualquer dieta
  • Seja consistente com seus exercícios e sua dieta
  • Recomenda-se perder no máximo dois quilos por semana