Principais alimentos que não podem faltar em uma dieta balanceada

18 de março de 2019
A lista de alimentos que compõem o cardápio é ainda mais importante para o atleta, pois se junto com uma boa disciplina de treinamento comemos de forma adequada podemos atingir e superar nossos objetivos

Uma dieta balanceada é assunto vital para qualquer um. Se você não se preocupa com a qualidade do alimento que é colocado na boca, é praticamente impossível desfrutar de boa saúde. Quais alimentos devem existir em sua dieta para que ela seja balanceada?

O estresse ao qual todo o organismo é submetido com atividades de média ou alta intensidade só pode ser compensado pela boa alimentação. Uma dieta balanceada atrasa a sensação de fadiga e previne lesões.

A alimentação equilibrada reduz o desgaste de todo o sistema ósseo e muscular. Além disso, facilita a recuperação, além de promover o aumento de resistência e força. Somente com uma dieta completa, que garanta todos os nutrientes necessários, é possível atingir as metas delineadas com o exercício.

Carboidratos

Para poder render plenamente, o corpo precisa de energia suficiente para se movimentar. Os carboidratos são o principal combustível dos atletas. Portanto, os alimentos que fornecem esse elemento formam a base das dietas para quem pratica algum esporte regularmente.

Carboidratos para uma dieta balanceada

Os carboidratos de absorção lenta são os mais recomendados. Eles energizam o organismo por mais tempo, além de serem, em muitos casos, mais saudáveis.

Entre as melhores opções de carboidratos para os atletas estão os pães integrais, massas e arroz, além de outros cereais, como aveia e milho. Legumes como lentilhas, soja ou grão de bico e vegetais como cenoura, beterraba e batata estão incluídos na lista.

Algumas frutas frescas são outra fonte de energia. Entre eles a banana, pera e ameixas. O mesmo acontece com as oleaginosas, como nozes, pistache e avelãs ou produtos lácteos, como queijos com baixo teor de sal e iogurte. Pelo menos um desses alimentos deve estar presente em todas as refeições de um atleta.

Você deve consumir carboidratos no seu dia a dia, e isso pode ser feito também nos lanches. Se a atividade física durar mais de uma hora, você deve reabastecer o corpo com calorias, que podem ser fornecidas pelos carboidratos para que o corpo não ter que recorrer ao músculo.

Gorduras saudáveis

Há quem pense que a inclusão de gorduras na dieta daqueles que praticam esportes é uma contradição. Mas é realmente um dos macronutrientes essenciais para o organismo.

Junto com carboidratos, as gorduras são a melhor maneira de encher o corpo com energia. A confusão geralmente vem porque há aqueles que acreditam que todas as gorduras são saturadas – elemento que é sim bastante prejudicial para qualquer pessoa, não só para os atletas.

Entre os ingredientes que fornecem gorduras de boa qualidade, o azeite de oliva e o abacate aparecem primeiro. Também novamente as oleaginosas, como nozes e amêndoas. Peixes azuis como sardinha, atum ou salmão também representam outras boas opções.

Mulher descascando abacate

Proteínas

É o terceiro dos macronutrientes essenciais. As proteínas são responsáveis ​​pelo bom estado e desenvolvimento máximo de todo o aparato muscular, bem como pelo desempenho físico que um atleta pode atingir.

Além de todos os itens acima, em exercícios de longo prazo, as proteínas funcionam como uma fonte de energia alternativa, uma vez esgotadas as reversas dadas pelas gorduras e carboidratos.

Esses nutrientes são vitais nos processos de recuperação. Portanto, sua ingestão não é recomendada apenas antes do exercício, eles também são válidos para os momentos imediatamente seguintes, uma vez que seja finalizado o treinamento ou competição.

Os ovos estão entre os alimentos que fornecem mais proteína, bem como carne de origem animal. Nozes e laticínios se repetem nesta lista.

Uma dieta balanceada sem boa hidratação é inútil

“Água é vida” – uma frase repetida até falar chega. Para os atletas, é muito mais que simples retórica. Sem fluidos suficientes, o desempenho atlético não só diminui drasticamente, mas o atleta está perigosamente perto de uma situação de colapso.

Atletas em plena ação precisam de bebidas isotônicas. São produtos que, além de contribuírem com as calorias, também ajudam a repor os sais minerais que o corpo perde através do suor, necessários para a correta absorção e aproveitamento da água pelo organismo.