Como o consumo de carboidratos afeta mulheres ativas?

13 de agosto de 2019
Há muitos debates sobre o consumo de carboidratos. Veremos as recomendações quanto a esse nutriente no caso de mulheres ativas.

Mulheres que realizam atividades intensas durante o dia precisam incorporar grandes doses de energia através da dieta. O consumo de carboidratos parece uma solução para essa demanda. No entanto, é bom conhecer suas vantagens, desvantagens e como eles afetam a saúde presente e futura.

Os carboidratos estão presentes na alimentação diária. Juntamente com gorduras e proteínas, a contribuição energética desses compostos é essencial.

Mas onde eles são encontrados? Eles estão no açúcar, amido e fibra. Além disso, podem ser consumidos com a ingestão de leite, macarrão, milho, pão ou feijão.

Consumo de carboidratos: quais escolher?

Há dois tipos de carboidratos: carboidratos complexos e simples. Os primeiros são aqueles obtidos naturalmente, através do consumo de frutas, legumes e cereais integrais.

Por outro lado, são chamados de carboidratos simples os presentes na maioria dos produtos processados. Exemplos disso são o pão branco e bebidas açucaradas.

Em geral, carboidratos simples fornecem energia, mas não vitaminas ou nutrientes essenciais. Essas calorias são chamadas de “calorias vazias” e são responsáveis ​​pelo ganho de peso. Biscoitos, chocolate e sobremesas são absorvidos rapidamente, então o corpo vai exigir a reposição de glicose no sangue.

Os carboidratos complexos de assimilação lenta, por outro lado, mantêm os níveis de glicose no sangue por várias horas. Esses carboidratos são encontrados em vegetais, cereais integrais, laticínios, frutas frescas e legumes.

o consumo de carboidratos afeta mulheres ativas

Mulher ativa e o consumo de carboidratos

Carboidratos são indispensáveis ​​em uma dieta balanceada. Se o corpo da mulher tem uma alta demanda de energia, não é hora de se privar desses nutrientes.

É comum uma mulher se queixar do consumo de carboidratos e expressar seu desejo de reduzir a ingestão. No entanto, será que você realmente tem que reduzi-la? Você sabia que precisa consumi-los várias vezes ao dia?

Geralmente, os dois tipos de carboidratos mencionados são confundidos: os da assimilação lenta e os da rápida. Esse último pode ser totalmente suprimido da dieta ou, pelo menos, limitado a uma pequena quantidade diária. Em contraste, os carboidratos de assimilação lenta são a principal fonte de energia do dia.

A ingestão diária de carboidratos por mulheres ativas poderia ser um prato de cereal integral, quatro fatias de biscoitos integrais, uma ou duas porções de frutas e legumes.

Dessa forma, com esses nutrientes essenciais, o organismo pode sustentar a alta demanda por açúcares, o que possibilita uma atividade constante pelas mulheres.

Necessidades nutricionais de mulheres ativas

Além do nível de energia exigido por cada atividade ou profissão, as mulheres precisam de certos elementos nutricionais específicos. Dependendo do estágio da vida em que estão, isso é especialmente verdade.

Com relação às calorias, uma mulher adulta necessita de 1.500 a 2.500 calorias por dia, de acordo com a estrutura física e os requisitos usuais.

consumo de carboidratos afeta mulheres ativas

A gravidez é outro momento em que uma mulher precisa prestar atenção à sua dieta. O consumo de carboidratos em uma dieta saudável favorecerá não apenas uma gravidez saudável, mas também um puerpério menos intenso e uma recuperação mais precoce.

O importante, em todo caso, é que cuidar da aparência não se limite a questões de quantidade, mas de qualidade. Os carboidratos ou açúcares são indispensáveis ​​para um bom funcionamento de todo o organismo, pois geram e distribuem energia para todo o corpo.

A gordura corporal, por outro lado, aparece principalmente em casos de excesso de açúcares e farinhas refinadas, o que equivale aos carboidratos simples.

Em qualquer caso, se uma mulher leva uma vida sedentária, ela não vai ganhar peso ao consumir carboidratos de fontes naturais. Pelo contrário, ela se sentirá cheia de energia, seja em casa, no escritório ou na escola. Mas qualquer mulher, ativa ou sedentária, que exceda as quantidades diárias desses açúcares, ganhará peso.

Em conclusão, nem dietas de baixa caloria nem dietas low carb serão uma solução para perder peso. Nesse último caso, há redução não apenas do açúcar, mas também da fibra, que é outro dos componentes dos carboidratos que favorecem o emagrecimento.