Conheça os passos essenciais para uma boa nutrição

· 7 de maio de 2019
A alimentação é um fator primordial para o bom funcionamento do organismo. Com esses passos e recomendações, você terá uma boa saúde e atingirá as suas metas esportivas.

Uma boa nutrição é fundamental e indispensável para ter uma boa saúde. Além disso, a alimentação e os esportes andam de mãos dadas: sem uma alimentação adequada, é impossível alcançar os objetivos desejados. Por isso, neste artigo, vamos explicar passo a passo como um plano de nutrição saudável deve ser.

6 chaves para uma boa nutrição

1. Café da manhã completo

Quantas vezes você já ouviu falar sobre a importância do café da manhã? A verdade é que todos nós sabemos que esta é a refeição mais importante do dia; porém, ao mesmo tempo, muitas pessoas não tomam o café da manhã ou fazem isso de maneira pouco saudável.

O café da manhã é a primeira refeição do dia e, portanto, é aquela que deve nos fornecer energia para podermos trabalhar e cumprir com as nossas obrigações até a hora do almoço.

Além disso, é necessário ter em mente que, quando nos levantamos, já estamos há pelo menos 8 horas sem consumir qualquer alimento. Então precisamos comer de uma forma saciante.

Um exemplo de café da manhã completo consistiria em um suco natural, um café e uma torrada. As opções são tão variadas que é impossível ficar entediado; a melhor parte é que você consegue prepará-lo em apenas 5 minutos.

2. Limite o açúcar

O açúcar se tornou uma verdadeira praga no mundo dos alimentos. Praticamente todos os alimentos o contêm e, como consequência, os casos de diabetes e sobrepeso estão aumentando cada vez mais.

Nosso conselho é que você limite o açúcar e consuma-o sempre da maneira mais natural possível. Um bom exemplo seria através de frutas ou carboidratos saudáveis.

Da mesma forma, também restrinja o consumo de bolos industrializados, de fast food e de refrigerantes, pois são alimentos com alto teor de açúcar. Além disso, você deve ter um cuidado especial ao alimentar os seus filhos, uma vez que esses alimentos são muito populares entre os mais jovens.

Limite o açúcar

3. Comece a consumir fibras

As fibras são fundamentais para o bom funcionamento do sistema digestivo e para o trânsito intestinal. Começar a consumir alimentos ricos em fibras é muito simples, pois você só precisa substituir o pão, os biscoitos do café da manhã, o macarrão ou o arroz pela sua versão integral.

A diferença é que as opções integrais conservam o grão inteiro – por isso têm essa cor marrom característica. Em apenas alguns dias, você já notará como a digestão lenta e difícil desaparece, bem como outros problemas, tais como a constipação.

4. Consuma frutas ou vegetais em todas as refeições

Os especialistas concordam que é necessário fazer cinco refeições por dia. Esta é a melhor maneira de regular a sensação de fome e de se sentir cheio de energia ao longo do dia. Mas é importante que, em cada uma dessas refeições que fizermos, frutas, vegetais ou ambos estejam presentes.

Talvez isso pareça complicado a princípio, mas, na verdade, isso é muito simples. Basta comer uma salada na hora do jantar, um legume como entrada ao meio-dia, um suco no café da manhã e uma fruta para o almoço e para o lanche.

Eles são alimentos muito variados e versáteis na cozinha, por isso é muito fácil incluí-los em cada uma das refeições. Além disso, existem tantas opções que é impossível não encontrar uma que seja do nosso agrado. Desta forma, vamos consumir uma quantidade significativa de vitaminas e minerais, entre outros nutrientes.

5. Opte por gorduras saudáveis

As gorduras são essenciais para o bom funcionamento do organismo. Porém, você deve ter em mente que nem todas elas são iguais e que elas causam efeitos muito diferentes no corpo. É por isso que sempre devemos consumir as mais saudáveis.

Dentro deste grupo, encontramos o azeite de oliva, os peixes como o salmão, as oleaginosas, o abacate ou as sementes de girassol. Este tipo de alimento não só fornece gorduras saudáveis, mas também contém uma grande quantidade de nutrientes muito benéficos.

Opte por gorduras saudáveis

6. Restrinja o consumo de molhos

Em muitas ocasiões preparamos receitas saudáveis mas acabamos usando verdadeiras bombas calóricas como ingredientes. Os culpados desta situação geralmente são os molhos industrializados, que muitas vezes acrescentamos às massas e saladas.

A melhor recomendação é parar de comprar este tipo de molho. Se você analisar o seu conteúdo nutricional, você vai verificar que eles são alimentos que não fornecem nenhum benefício para o corpo. Além disso, eles também contêm uma quantidade exorbitante de gorduras saturadas, açúcares adicionados e sal.

Mas, se você gosta de molhos, você não precisa renunciar a eles. Neste site você encontrará várias receitas de molhos que são totalmente caseiros e muito fáceis de preparar. Você verá como você pode continuar a apreciá-los ao mesmo tempo em que cuida da sua dieta.

Em suma, ter uma boa nutrição é simples e viável, basta seguir alguns passos. Tudo é uma questão de estar ciente dos ingredientes que ingerimos, bem como dos hábitos pouco saudáveis que temos.