Saiba quais são os benefícios do pimentão

· 6 de janeiro de 2019
Embora seja um dos alimentos mais comuns em nossa vida e um dos principais ingredientes da dieta mediterrânea, não costumamos dar ao pimentão a importância nutricional que realmente merece.

Os benefícios do pimentão para a nossa saúde são numerosos graças à sua composição. Trata-se de um alimento rico em fibra, ácido fólico, vitaminas e antioxidantes, especialmente em vitamina C.

Além disso, outro dos benefícios do pimentão é que ele possui capsaicina, um componente com ação antibiótica e analgésica, e também um estimulante da mucosa gástrica e da vesícula biliar.

O pimentão vermelho também é formado por licopeno, um componente com ação anticancerígena. A seguir, mostraremos os diferentes propriedades e benefícios do pimentão.

Benefícios do pimentão

Rico em fibra

O pimentão é um alimento rico em fibras e possui um alto teor de água, baixa contribuição calórica e baixo teor de gordura. Também pode ser considerado como um alimento adequado para dietas hipocalóricas, desde que seja consumido ao natural, assado ou cozido no vapor.

Um pimentão amarelo, um verde e um vermelho

Graças ao seu alto teor de fibras, consumi-lo em abundância trará uma sensação de saciedade muito útil em dietas para perder peso. Outro dos benefícios do pimentão é que ele é capaz de prevenir e melhorar a constipação, graças às suas propriedades laxativas.

Também é capaz de reduzir o nível de colesterol no sangue e controlar os níveis de glicemia em indivíduos com diabetes, assim como reduzir as doenças relacionadas ao trato gastrointestinal.

Estimula a secreção gástrica

O pimentão doce é muito bom para pessoas com estômago delicado, pois estimula a secreção gástrica. No entanto, as variedades apimentadas são irritantes e causam um efeito laxativo em pessoas propensas a ter diarreia.

As propriedades da capsaicina

capsaicina é um dos principais componentes dos pimentões de variedade picante. Apresenta um efeito duplo.

Por um lado, tem ação antibiótica natural, de modo que os alimentos preparados com pimenta são conservados por mais tempo. Por outro lado, tem um efeito analgésico que é utilizado no tratamento pós-operatório, após amputações ou em casos de artrite.

Também faz parte dos bálsamos que acalmam a pele irritada devido à psoríase ou herpes. O pimentão picante não é prejudicial para pessoas com problemas de estômago, uma vez que uma quantidade moderada favorece a digestão ao estimular a mucosa estomacal e a função da vesícula biliar.

Rico em antioxidantes

O pimentão, em geral, também é uma grande fonte de antioxidantes como, por exemplo, a vitamina C, a vitamina E, a provitamina A e muitos outros carotenoides, como capsantina (componente benéfico para a saúde por sua capacidade de bloquear o efeito negativo dos radicais livres).

Essa produção de radicais se deve a diferentes situações do cotidiano, como a poluição ambiental, o tabagismo, o exercício físico intenso ou a exposição ao sol. Essas moléculas causam efeitos negativos na nossa saúde, já que são capazes de alterar o DNA, as proteínas e os lípidos.

Os antioxidantes do pimentão também são capazes de ajudar a reduzir o risco de doenças cardiovasculares e cerebrovasculares. Níveis baixos podem levar a certos tipos de câncer e doenças degenerativas.

Os pimentões vermelhos são muito ricos em vitamina C; contêm mais que o dobro de frutas como a laranja ou o kiwi. Para se ter uma ideia, 60 gramas de pimentão contêm a quantidade diária recomendada dessa vitamina.

Rico em folatos

O pimentão é aconselhável para dietas de gestantes graças ao seu conteúdo de ácido fólico. Uma deficiência dessa vitamina pode dar origem à espinha bífida no recém-nascido.

Além disso, as necessidades de folato são maiores em crianças em estágios de crescimento. Portanto, incluir o pimentão em sua dieta habitual também serve para evitar deficiências.

Criança brincando com pimentões cortados

Ação diurética do pimentão

Como já dissemos, há muitos benefícios do pimentão por sua grande riqueza em minerais como o potássio e uma baixa proporção de sódio. Isso facilita a expulsão de líquidos do nosso organismo.

Portanto, seu consumo é muito benéfico para pessoas que sofrem de hipertensão, hiperuricemia, cálculos renais ou retenção de líquidos.

Este aumento da produção de urina favorece, além da eliminação de líquidos, a eliminação de substâncias residuais dissolvidas nela. Além disso, o potássio é necessário para a transmissão do impulso nervoso e na atividade muscular.

Em conclusão, adicionar pimentão à nossa dieta é algo essencial. Como já vimos, seu consumo proporciona muitos benefícios para o nosso organismo. Mas lembre-se sempre de consumi-lo assado, cozido ao vapor ou ao natural para que esses benefícios realmente cheguem ao seu corpo.