Tudo o que você precisa saber sobre alimentação pós-treino

· 19 de setembro de 2018
Dependendo da alimentação pós-treino que fizermos, poderemos conseguir mais ou menos resultados. Poderemos, por exemplo, melhorar nosso desempenho, composição corporal e recuperação do cansaço físico se comermos os alimentos certos!

Nosso corpo precisa de nutrientes diferentes dependendo das atividades que fazemos. Por esta razão, o que consumimos antes, durante e depois do treino é muito importante, especialmente o que consumimos depois. Saiba quais são os alimentos ideias para uma alimentação pós-treino a seguir.

Importância da alimentação pós-treino

Com a alimentação pós-treino, pretendemos alcançar os seguintes objetivos:

  • Reabastecer nossas reservas de energia pela reposição das reservas de glicogênio, de modo que a alimentação é importante para começar o dia seguinte com mais força do que o anterior.
  • Aumentar o tamanho e a qualidade de nossos músculos: podemos conseguir isso graças à diminuição da decomposição de proteínas promovida por uma boa alimentação depois de praticar esportes.
  • Reparar os danos e lesões ocorridos durante o exercício: graças ao aumento da síntese proteica promovida pela boa alimentação pós-treino, vamos conseguir nos recuperar muito mais rapidamente das lesões típicas da atividade física.
Mulher cansada fazendo exercício

Temos que trabalhar duro para atingir esses objetivos; e isso também diz respeito à alimentação.. Enquanto lutamos para alcançar os objetivos mencionados anteriormente, nosso organismo vai notar os seguintes benefícios:

  • Uma recuperação melhor e mais rápida
  • Aumento da capacidade muscular
  • Menos dor muscular
  • Obtenção de ossos mais fortes
  • Eliminação da nossa gordura corporal

Quando treinamos com muita motivação, em alto nível e intensidade, ocorrem micro lesões nas fibras nos nossos músculos. Depois de fazer atividade física, nosso corpo precisa recuperar as energias para dessa forma reconstruir essas micro rupturas.

Ao praticar esportes, ocorre um processo no qual as fibras danificadas do nosso corpo vão se decompondo, enquanto outras novas vão sendo construídas, consumindo proteínas. Por isso, o crescimento muscular depende das proteínas. Graças a uma alimentação pós-treino rica em proteínas, a síntese muscular será bem sucedida.

Mulher com uma bandeja de alimentos protéicos

No entanto, a proteína não é a única coisa que deve ser consumida. Também temos que levar em conta a necessidade de carboidratos na alimentação pós-treino, visto que eles são nossa principal fonte de energia.

Características da alimentação pós-treino

Disponibilidade

A disponibilidade de nutrientes é essencial e pode ser melhorada das seguintes formas:

  • Aumento do fluxo sanguíneo: com o qual vamos conseguir que os nutrientes cheguem de forma mais rápida para os tecidos do nosso corpo.
  • Suplementos pós-treino: com os quais criaremos uma grande oferta de aminoácidos e glicose para o nosso corpo.

Recuperação mais rápida

Para conseguir uma reparação muscular mais rápida, crescimento e força muscular, é preciso prestar muita atenção na alimentação imediatamente após o treino, embora a recuperação muscular aconteça durante as 48 horas seguintes ao término do treino.

Isso acontece porque, nesse momento, os músculos estão mais preparados para aceitar os nutrientes fornecidos. Por isso, você deve prestar atenção à alimentação pós-treino para obter os nutrientes necessários.

Caso após o treino não sejam fornecidos nutrientes suficientes e igualmente de forma rápida o suficiente para o seu corpo, o armazenamento de glicogênio e a síntese de proteínas para conseguir uma recuperação rápida diminuem. Assim, você deve consumir o que o seu corpo requer logo após o treino.

Em conclusão, a alimentação após a atividade física é algo muito importante mas que muitas pessoas acabam deixando passar. Sem ela, podemos fazer com que o exercício físico realizado não nos proporcione os benefícios esperados.