Sinais de que os exercícios cardiovasculares estão te prejudicando

7 de setembro de 2019
Todos sabemos que os exercícios cardiovasculares são benéficos para a saúde e que devemos praticá-los diariamente. No entanto, o overtraining pode nos prejudicar física e mentalmente.

Todos sabem que os exercícios cardiovasculares são benéficos para a saúde e repetimos isso como se fosse um mantra. No entanto, você sabia que o cardio também pode estar machucando você? Neste artigo, vamos dizer quais são os sinais do corpo que evidenciam esse problema.

O lado negativo dos exercícios cardiovasculares

Como primeiro passo, temos que enfatizar que os exercícios cardiovasculares não são “ruins”. O problema está na intensidade ou periodicidade com que os praticamos.

Muitas vezes caímos no conto de que uma atividade é supostamente benéfica, não importa o quanto você pratique. E, com isso, acabamos danificando nosso corpo.

Você gostaria de saber se você está fazendo muito cardio ou se o esforço está além de suas capacidades? Então preste atenção aos sinais que o corpo lhe dá. Quais são eles?

1. Você deixa de lado outras atividades

Um encontro romântico? Um jantar com amigos? Estudo? Nada é mais importante do que ir treinar. Não importa se é o aniversário de sua mãe, um exame final ou uma reunião que pode mudar sua vida profissional.

A academia, ir correr ou ir à aula de spinning está sempre em primeiro lugar. Isso é um sinal de que os exercícios cardiovasculares estão prejudicando você social e pessoalmente.

2. Você sempre se sente cansado

Essa semana você “cumpriu” todas as sessões que queria – cinco ou seis – mas é domingo e você não consegue nem sair da cama, ou falar sobre o que aconteceu com você durante a semana.

Você está sempre atrasado para trabalhar, você adormece enquanto assiste um filme com seu parceiro, você não consegue ficar acordado no metrô.

O esgotamento é tal que você acha que precisa dormir uma semana inteira. E embora você pense que não pode mais fazer nada, organiza tudo para não matar a academia.

Outro sinal de que você está fazendo muitos exercícios cardiovasculares é sentir as pernas “cansadas” e andar mais devagar do que o esperado. Isso ocorre porque o overtraining causa a perda da capacidade neuromuscular e os membros não conseguem se mover rapidamente.

sinais de que os exercícios cardiovasculares estão prejudicando você

3. Você tem uma obsessão por uma certa parte do corpo

“Eu faço cardio para reduzir pernas” ou “Esse abdômen só ficará sarado se eu fizer mil abdominais por dia”. São frases muito comuns que são ditas por aqueles que são obcecados em melhorar uma certa parte de seu corpo.

Se você se identificou e tem o objetivo de ir à academia todos os dias e treinar “ao máximo” até que a barriga diminua, tenha pernas tonificadas ou reduza a celulite, pode haver algo de errado. Essa obsessão faz mal para o seu corpo e a sua mente.

4. Exercícios cardiovasculares te prejudicam se tudo dói

Nós não estamos falando de uma dor específica na panturrilha ou no ombro após exercícios cardiovasculares, mas uma dor constante que não para por que não descansamos.

Além disso, tomar um banho de imersão ou usar uma almofada de aquecimento também não ajudam. Nem mesmo consumir um analgésico funciona.

A menos que sejamos atletas profissionais – e mesmo se formos – devemos descansar entre cada sessão para permitir que os músculos se recuperem após o esforço. Não esqueça que o exercício é um grande estresse para o corpo e ele precisa se recuperar para voltar ao normal.

5. Você está com sede constantemente

Esse é um dos sinais que a maioria dos atletas não leva a sério e pode ser mais grave do que eles imaginam. A sede é um sinal que o corpo nos dá quando começa a sentir os primeiros níveis de desidratação.

Essa sensação aparece quando comemos algo salgado, quando não bebemos água suficiente, quando está muito quente e, principalmente, quando treinamos muito e suamos mais do que o corpo nos permite.

sinais de que os exercícios cardiovasculares não estão sendo benéficos

6. Você tem taquicardia em repouso

É normal que a frequência cardíaca aumente quando fazemos exercícios cardiovasculares devido aos esforços envidados por esse órgão para oxigenar o corpo e lidar com o estresse.

No entanto, quando as pulsações são muito rápidas mesmo quando estamos descansando ou fazendo outra atividade, é hora de se perguntar se você está treinando demais.

Se você vai à academia com mais frequência do que o normal, se sofre alterações súbitas de humor ou se a sua libido diminuiu, isso também pode significar que você está exagerando em seus exercícios cardiovasculares.

O que fazer sobre isso? Como primeiro passo, reduza as sessões e permita que o corpo repouse entre os dias de treino.