Quando as crianças podem começar a correr?

27 de outubro de 2019
Muitas crianças veem seus pais praticando esportes e procuram seguir seu caminho desde cedo. Quando é aconselhável começar a correr?

A febre do running não está presente apenas nos adultos. Cada vez mais pais estão consultando o pediatra para saber quando as crianças podem começar a correr. No artigo a seguir, discutiremos essa questão em busca de uma resposta.

As crianças podem começar a correr?

Não há dúvida de que as crianças copiam o que as pessoas mais velhas fazem, principalmente os pais. Portanto, se os adultos em casa são atletas, é provável que as crianças também sejam… E desde muito cedo.

Talvez desde que ela tenha notado que seu pai ou mãe costuma ir correr ao parque, ela queira acompanhá-los. E é importante que os adultos estejam preparados para apresentar a criança a essa atividade (como a qualquer outra).

Como enfrentar uma tarde de corrida com uma criança

Correr para uma criança deve ser igual a uma brincadeira, não uma pressão ou um motivo para se sentir valorizada. É mais fácil para ela começar a correr se não for forçada ou deixarmos que ela faça do jeito dela, em vez de insistir ou comprar suas roupas e sapatos antes dela manifestar qualquer interesse.

Se decidirmos sair para correr com os nossos filhos, como primeiro passo devemos saber que eles não vão conseguir acompanhar o nosso ritmo. Nós devemos esperar por eles e reduzir a velocidade.

A corrida não deve ser tomada como uma sessão de treinamento, mas como uma diversão. Depois a criança poderá correr sozinha e de acordo com as suas habilidades.

É bom que as crianças pequenas recebam um retorno positivo dos seus pais, que terão que entender que elas não são ‘adultos pequenos’ e têm características especiais a serem levadas em consideração.

As crianças podem começar a correr?

Os pais devem ser sempre sensatos e responsáveis para que a criança não se sinta pressionada ou obrigada a seguir os passos dos adultos.

Entre os benefícios do running para crianças, podemos destacar que ele fortalece os ossos, melhora o controle da glicose, previne a obesidade infantil, reduz a hiperatividade e estimula o ritmo cardíaco e respiratório.

Além disso, a criança terá mais agilidade, coordenação e equilíbrio e poderá melhorar o gerenciamento de suas emoções.

Quando as crianças podem começar a correr?

Os pequenos podem correr, mas não como atividade profissional, e sempre levando em consideração as suas habilidades e idade. É importante que o exercício não interfira no seu crescimento ou desenvolvimento natural.

Lembre-se de que crianças menores de cinco anos não devem fazer nenhum treinamento específico, isso inclui o running. A razão é que, até esse momento, seu corpo não está maduro o suficiente.

Embora essas crianças sejam mais flexíveis, elas estarão mais propensas a sofrer lesõesAlém disso, ela ainda não está mentalmente preparada para seguir certas instruções sobre os movimentos corretos.

Depois, aos cinco anos, os pediatras indicam que as crianças já têm a capacidade de começar a correr nos níveis cognitivo e físico. Mas atenção, porque elas ainda são pequenas demais para treinar.

Brincar como um estímulo à atividade física

Se quisermos que o nosso filho seja um excelente corredor no futuro, a melhor coisa que podemos fazer nessa fase é introduzir o running nas brincadeiras típicas em casa ou no parque.

O objetivo não é aprender as técnicas, mas trabalhar as pernas e a capacidade de resistência sem perceber. A melhor maneira de aprender é brincando!

Quando a criança atinge os oito anos de idade, é provável que comece a correr de uma maneira mais técnica, pois nessa época ela tem total compreensão do seu corpo e do espaço circundante. É bom saber que, nessa idade, ela ainda não tem a capacidade de medir a sua força e pode se cansar por se esforçar demais.

Brincar como um estímulo à atividade física

Uma excelente maneira de apresentar seu filho ao mundo do running nessa fase é sair para praticar esportes juntos, sempre pensando em suas habilidades.

É a partir dos 12 anos que um pré-adolescente é aconselhado a começar a correr, já que se desenvolveu o suficiente para se inscrever em uma corrida de 2 ou 5 quilômetros pela cidade (ainda não é recomendado correr em outras superfícies).

Como pais, é muito importante manter as nossas expectativas longe das atividades esportivas das crianças. Isso não significa não apoiar o nosso filho ou não acompanhá-lo, mas evitar certos comentários ou pressões que possam impedir que a criança realmente aprecie o que está fazendo.

Se percebermos que ela nasceu para ser uma corredora, será apenas depois dos 12 anos que ela poderá começar a correr profissionalmente.

  • Martínez-Vizcaíno, V., & Sánchez-López, M. (2008). Relación entre actividad física y condición física en niños y adolescentes. Revista Española de Cardiología. https://doi.org/10.1157/13116196