7 dicas para conseguir correr uma maratona

9 de maio de 2019
Para correr uma maratona e ter garantia de conseguir terminar a corrida, é necessário ter uma boa preparação. Também é positivo considerar alguns fatores. Essas 7 dicas ajudarão você a atingir suas metas.

Conseguir correr toda uma maratona é um desafio almejado por muitas pessoas. Atualmente, as marcas esportivas promovem a realização dessas competições nas cidades, mas… Qualquer pessoa pode completar a jornada inteira?

Na realidade, cada corpo é um universo diferente de possibilidades. No entanto, com uma boa preparação e alguns conselhos, podemos certamente conseguir correr uma boa maratona. Em seguida, veremos como alcançar esse objetivo de todo corredor amador.

Sugestões para conseguir correr uma maratona

1. Aumente a carga calórica antes de correr

Uma parte fundamental da corrida é a alimentação. Para completar esse evento que dura entre três e quatro horas, precisamos aumentar nossa ingestão calórica nas horas antes da competição.

Portanto, é essencial consumir entre 500 e 1.000 calorias horas antes de participar. A ingestão de carboidratos é essencial para atender às demandas energéticas de correr uma maratona.

2. Certifique-se de ir ao banheiro antes de competir

Parece lógico, mas muitos corredores amadores cometem o erro de ir ao banheiro muito antes de competir. O resultado final: eles devem deixar a competição para atender a necessidade fisiológica. Nós podemos segurar muito, mas a duração das maratonas é longa.

É melhor ir ao banheiro antes de começar a corrida. Desta forma, teremos muito mais resistência. Lembre-se de que deixar de lado a hidratação não é uma opção válida; privar-nos do fluido pode nos levar a deixar o evento devido à desidratação grave.

Garota correndo de costas

3. Meça seu esforço e velocidade

Um dos erros mais comuns é correr muito quando você está apenas começando. A sensação energética dos primeiros minutos é maior e, portanto, enganosa. Na verdade, o importante nas maratonas é gerenciar a energia medindo os esforços.

Portanto, no começo devemos frear um pouco para poder ter impulso e energia depois. A resistência é a única coisa que pode nos levar ao objetivo final.

4. Hidratação constante é fundamental

Anteriormente, vimos que tomar água potável e bebidas energéticas é essencial para poder treinar. Na prática, os melhores competidores aproveitam quase todas as paradas para beber água.

Realmente, a ideia não é beber grandes quantidades em movimento, ou podemos sofrer de cólica; nem acumular fluido e ter que parar para urinar no meio da corrida. O melhor é parar a cada cinco quilômetros e tomar pequenos goles para reabastecer os fluidos.

5. Ingerir ferro é fundamental para resistir

O ferro é um componente fundamental na distribuição e circulação de oxigênio dentro do corpo. Desta forma, os corredores devem garantir que eles tenham uma boa quantidade desse elemento em seu sangue. A melhor maneira de fazer isso é monitorar a dieta e consumir suplementos alimentares.

Muitas pessoas podem ter deficiência de ferro. Vegetarianos e mulheres após a menstruação geralmente têm esse problema. Os idosos e os próprios atletas também.

6. Faça um check-up médico

Antes de correr uma maratona é importante fazer um checkup com um médico. O profissional analisará todos os nossos índices e nos informará se podemos concluir a jornada. É difícil que esses especialistas nos impeçam de fazer atividade física, então você não deve ter medo de consultá-los.

No entanto, o médico nos dirá o que devemos melhorar. Uma das coisas que podemos verificar é o ferro no sangue. Também é provável que façamos testes relativos ao funcionamento do coração.

Corredores em prova

7. Correndo uma maratona: prepare-se

Se chegarmos a uma maratona sem a devida preparação, será muito difícil concluí-la. A única maneira de adquirir resistência corporal é fazendo constantemente atividade física. Neste caso, corrida.

O ideal é ter alguns dias por semana de treinamento. Podemos marcar o tempo e, acima de tudo, acompanhar os quilômetros que suportamos. Quanto mais treinarmos, cada vez mais conseguiremos uma distância maior. Sem o treinamento adequado, será praticamente impossível aguentar muito.

Por fim,  pode ser bom fazer esse tipo de atividade na companhia de um membro da família ou de um amigo. Está provado que praticar esportes com outras pessoas próximas pode nos motivar a ter um melhor desempenho. Nesta disciplina o importante não é a velocidade: o importante é a resistência e o fator psicológico.